Os benefícios do sal rosa do Himalaia superam os do comum? Entenda a polêmica

O sal rosa do Himalaia se destaca por ter uma grande variedade de minerais (iodo, cálcio, ferro, fósforo, magnésio e outros) e, quando consumido moderadamente, pode trazer vários benefícios à saúde
O sal rosa do Himalaia se destaca por ter uma grande variedade de minerais (iodo, cálcio, ferro, fósforo, magnésio e outros) e, quando consumido moderadamente, pode trazer vários benefícios à saúde

Você sabia que existem diferentes tipos de sal (grosso, refinado, negro, rosa do Himalaia e outros) que se diferenciam em termos nutricionais? Eles são usados para temperar carnes, molhos, massas e diferentes receitas - indicados para dar mais sabor e também preservar melhor os alimentos. O sal rosa do Himalaia, por exemplo, se destaca por ter um alto teor de minerais e, geralmente, é usado em dietas mais saudáveis. Mas você já parou para pensar se os benefícios do sal rosa realmente superam os do comum? Para esclarecer melhor esse assunto, nós preparamos uma matéria sobre os principais nutrientes presentes nesse ingrediente. Confira!

Afinal, qual tipo de sal é melhor?

Por serem produzidos de diferentes formas e em processos químicos distintos, os tipos existentes de sal variam bastante com relação aos nutrientes. O sal branco comum, por exemplo, é o mais pobre nesse sentido - afinal, ele passa por um processo de refinamento e recebe aditivos químicos que o tornam mais pobre em termos nutricionais. O mesmo serve para o sal grosso que, apesar de ser muito usado para temperar carnes de churrasco e conservar alimentos, também possui aditivos químicos e é pobre em minerais.

O sal marinho e o negro, por outro lado, são fontes de minerais (como iodo, ferro e enxofre) e, por isso, são considerados alternativas mais interessantes em termos nutricionais. Ainda assim, a melhor escolha acaba sendo o sal rosa do Himalaia, que possui mais de 80 tipos de minerais em sua composição.

Quais são os benefícios do sal rosa do Himalaia?

Extraído de áreas próximas das cordilheiras do Himalaia, o sal rosa possui essa coloração por ter uma variedade grande de compostos minerais. Por isso, ele é, de uma forma geral, considerado mais nutritivo que o sal branco comum, além de ser muito usado em terapias e tratamentos da medicina alternativa.

Apesar de existir uma polêmica sobre o sal rosa do Himalaia poder ser realmente considerado mais benéfico que o branco comum, algumas pesquisas científicas já esclareceram esse ponto. No artigo "Comparação físico-química e inorgânica do sal comum de mesa com o sal rosa do Himalaia", apresentado na Universidade Tecnológica Federal do Paraná, o autor Jhony Silva Ramos mostra análises que comprovam que o sal rosa - em comparação ao branco - apresenta maiores teores de ferro, magnésio e também de sódio. Entre os principais benefícios desse ingrediente, encontram-se:

1. Ajuda a regular o índice de glicose no sangue, sendo indicado para quem tem diabetes;

2. Melhora a circulação sanguínea e ajuda a prevenir a formação de varizes;

3. Pode ser usado para fazer inalação (nebulização) no tratamento de doenças respiratórias, como bronquite, sinusite e asma;

4. Ajuda a reduzir a acidez do organismo e, consequentemente, a controlar o pH do corpo, evitando quedas de imunidade ou possíveis desequilíbrios nas funções metabólicas;

5. Ao ser dissolvido na água e usado no preparo de "remédios" caseiros, o sal rosa pode ajudar a desintoxicar o organismo, combater o cansaço e relaxar a musculatura;

6. Pode auxiliar na digestão e na absorção de outros nutrientes pelo organismo;

7. Ajuda a reduzir a pressão arterial e a prevenir problemas cardiovasculares ou cálculos renais.

Qual a quantidade de sal que devemos comer por dia?

Mesmo que você inclua o sal rosa do Himalaia na sua dieta, é importante destacar que também é necessário maneirar bastante no consumo desse ingrediente, pois ele também possui sódio em sua composição (mineral que não pode ficar em excesso no organismo). De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o recomendado é consumir no máximo 5 gramas de sal diariamente - o que equivale a uma colher de chá. Por isso, tenha atenção na hora de salgar a comida no dia a dia, ok?

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é creatina e quais alimentos possuem a substância

O que é creatina e quais alimentos possuem a substância O que é creatina e quais alimentos possuem a substância

Conhecida como um tipo de suplemento alimentar usado para melhorar a performance em diversas atividades físicas, a creatina costuma fazer parte do mundo dos...

> Leia mais
Como fazer molho branco vegano

Como fazer molho branco vegano Como fazer molho branco vegano

Preparado, normalmente, com leite, creme de leite e manteiga, o molho branco - também conhecido como o famoso molho bechamel - é uma das principais opções...

> Leia mais
Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data

Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data

Marcado por muitas memórias e heranças culturais, o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro no Brasil, relembra a data da morte de Zumbi dos...

> Leia mais
Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita

Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita

Apesar de ser feito, tradicionalmente, com leite, ovos, açúcar, canela e farinha de trigo, existe mais de uma maneira de preparar um delicioso bolinho de...

> Leia mais
Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável

Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável

Buscar um cardápio variado, com diferentes legumes, verduras, cereais, leguminosas e outros grupos alimentares, é a melhor alternativa para manter o...

> Leia mais
O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve

O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve

Pertencente ao grupo das PANCs (plantas alimentícias não convencionais), a taioba é um tipo de vegetal verde-escuro semelhante à couve em termos nutricionais...

> Leia mais
Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude

Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude

Criado no Bronx, na cidade de Nova York, durante os anos 70, o breaking (ou breakdance) é um estilo de dança de rua que faz parte da cultura do Hip Hop -...

> Leia mais
5 frutas com F supernutritivas para comer a qualquer hora

5 frutas com F supernutritivas para comer a qualquer hora 5 frutas com F supernutritivas para comer a qualquer hora

Você já parou para pensar em quais são as frutas que começam com a letra F? Além de ser uma maneira divertida de conhecer um pouco mais sobre o universo dos...

> Leia mais
Chá de rooibos: para que serve e os benefícios da bebida

Chá de rooibos: para que serve e os benefícios da bebida Chá de rooibos: para que serve e os benefícios da bebida

Originário da África do Sul, o rooibos é um arbusto rico em propriedades medicinais que costuma ser usado no preparo de chás terapêuticos. Ele tem...

> Leia mais
5 receitas com proteína de soja perfeitas para a alimentação de vegetarianos

5 receitas com proteína de soja perfeitas para a alimentação de vegetarianos 5 receitas com proteína de soja perfeitas para a alimentação de vegetarianos

Muito usada no preparo de receitas veganas e vegetarianas, a proteína de soja é um ingrediente bem nutritivo (rico em proteínas, fibras, ferro, zinco e...

> Leia mais