Os benefícios da graviola e como incluir essa fruta na sua alimentação diária

A graviola é uma fruta rica em cálcio, vitaminas, antioxidantes, além de ter um sabor superespecial
A graviola é uma fruta rica em cálcio, vitaminas, antioxidantes, além de ter um sabor superespecial

Se você tem o costume de comer frutas - seja em forma de sucos, vitaminas ou in natura -, muito provavelmente já deve ter ouvido falar na graviola. Também conhecida como jaca-de-pobre e jaca-do-pará, essa frutinha de casca verde-escura e polpa esbranquiçada é uma das mais saborosas e saudáveis que você vai encontrar por aí. Além de ser pouco calórica (são 62 kcal para cada 100 g), ela é rica em vitaminas, cálcio, potássio, fibras e minerais importantes para a saúde. Para saber mais sobre os benefícios da graviola é só continuar lendo!

Graviola é rica em vitaminas do complexo B e C

As vitaminas do complexo B são importantes para a síntese de proteínas, além de fortalecerem os sistemas nervoso, digestivo e imunológico. Sem falar que são fundamentais para deixar o corpo mais alerta e bem disposto, aumentando a energia para encarar o dia a dia. Por isso, é muito indicado consumir suco de graviola no período da manhã - você pode fazer misturas com outras frutas, como o limão, maçã e até mesmo verduras. Fonte importante de vitamina C, a graviola também ajuda a prevenir gripes, resfriados e a fortalecer o corpo como todo.

Possui acetogeninas, antioxidantes que previnem o câncer

A graviola também é uma fonte importante de antioxidantes - em especial, as acetogeninas, substâncias que combatem o envelhecimento celular e também atuam contra células cancerígenas. Apesar de não ser algo 100% comprovado, alguns estudos apontam que o consumo da graviola pode auxiliar no tratamento do câncer, justamente por esse grande potencial antioxidante da fruta. Também é bom lembrar que esses agentes combatem os radicais livres, o que não só impede o desenvolvimento de doenças como também evitam o envelhecimento precoce.

Fruta atua como anti-inflamatório natural, evitando diversas doenças

Em casos de inflamações no organismo, a graviola também pode funcionar como uma espécie de anti-inflamatório natural. Isso porque a fruta possui substâncias que combatem gastrites, úlceras, amigdalites e outras diferentes inflamações pelo corpo. Se você adicionar abacaxi, ainda por cima, dá para criar um anti-inflamatório bem potente e mais saboroso.

Também é indicada para combater fungos e bactérias no organismo

Você sabia que ela também pode atuar como antifúngica e antibacteriana? Pois é, esse é mais um benefício que essa fruta pode trazer ao organismo. Isso porque a graviola possui um óleo com propriedades riquíssimas, de modo que também atua como uma espécie de vermífugo natural.

Graviola ajuda a regular a pressão arterial

A graviola é rica em potássio, mineral que é muito importante para manter a saúde do sistema cardiovascular. Isso porque ele ajuda a regular a pressão arterial, evitando problemas ligados ao sistema circulatório, como infartos. Além disso, o potássio evita cãibras, fortalece os ossos, ajuda no funcionamento do sistema nervoso e controla os níveis de água no corpo.

Fibras da graviola regulam o intestino e são indicadas para quem tem diabetes

Outra vantagem da graviola é que ela é rica em fibras solúveis, que ajudam a regular o intestino, evitando tanto a diarreia quanto a prisão de ventre. Além disso, esse nutriente ajuda a diminuir a velocidade da absorção da glicose, sendo, portanto, muito indicado para diabéticos por impedir os picos de açúcar no sangue. Outra vantagem das fibras é que elas dão saciedade, o que evita a compulsão alimentar.

Por ser fonte de cálcio, a graviola ajuda a prevenir a osteoporose

Por fim, a graviola é uma fonte importante de cálcio, ajudando a fortalecer os ossos, dentes e auxiliando na contração muscular e no processo de coagulação sanguínea. Por ser rica nesse mineral, a fruta é muito indicada para prevenir a osteoporose - uma boa dica é comer pelo menos uma fruta dessas por dia.

Como consumir graviola

In natura: Para aproveitar todos os nutrientes da graviola, a melhor dica é consumi-la in natura, ou seja, da forma mais natural possível. Basta cortá-la em pedacinhos e ir comendo, fica ótimo no café da manhã!

Sucos e smoothies: Essa é uma das formas mais leves e gostosas de consumir a graviola - fazendo sucos e smoothies com outras frutas, verduras e hortaliças. Uma boa combinação é a da graviola com limão, que fica um sabor mais cítrico e refrescante.

Chá quente ou gelado: O chá de graviola é feito a partir das folhas da annona muricata, a árvore que produz a graviola. Para preparar, é bem simples: você só precisa ferver as folhas na água e, depois, coar o líquido na hora de beber. Assim como a fruta em si, o chá é supernutritivo (rico em vitaminas, antioxidantes e minerais importantes), ajudando a fortalecer o sistema imunológico.

Saladas de frutas: Você pode preparar saladas de frutas bem variadas, com pedaços de graviola, banana, maçã, manga, mamão, laranja, morango e por aí vai. Apenas lembre-se de comer as frutas quando elas estiverem bem frescas (logo depois de preparar a salada), pois com o tempo elas vão perdendo os nutrientes e as propriedades.

Bolos, tortas e doces: Outra dica interessante é preparar doces diferenciados a partir dessa fruta, como tortas, bolos e mousses, que ficam deliciosos. A torta de graviola com chocolate, por exemplo, é uma boa dica de sobremesa para receber visitas em casa.

Publicada em: 27/2/2019

Editada em: 14/01/2020

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Você sabia que a mozarela de búfala é um dos tipos de queijos brancos mais consumidos do mundo? Conhecida pela sua textura cremosa e suculenta, ela tem como...

> Leia mais
Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Você sabia que é possível preparar receitas de macarrão sem necessariamente usar farinha de trigo? Quem é celíaco, por exemplo, deve passar longe de pratos...

> Leia mais
6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora 6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

Às vezes pode parecer difícil seguir uma dieta vegana e ter tempo para preparar lanches sem ingredientes de origem animal durante a correria do dia a dia....

> Leia mais
O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

Se você gosta de experimentar comidas típicas de diferentes regiões do Brasil, é bem provável que já conheça o sagu - uma sobremesa feita com vinho tinto...

> Leia mais
Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Fruto da aroeira-vermelha, a pimenta-rosa é uma planta brasileira de ardência leve, sabor adocicado e aparência delicada. Mas além de características e...

> Leia mais
4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas 4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

Considerado um superalimento, o coco é uma fruta das frutas mais nutritivas que existe. Ele é rico em minerais importantes como cálcio, magnésio, cobre,...

> Leia mais
5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos 5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

Criar o hábito de ler livros de diferentes temas no dia a dia pode ser mais benéfico do que você imagina. Além de ser uma forma de aprender, desenvolver...

> Leia mais
Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Para muitas pessoas, receber o diagnóstico de diabetes é sinônimo de restrições alimentares e complicações de saúde a longo prazo. Basta receber a notícia...

> Leia mais
Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Deixar leguminosas (como feijão, lentilha ou ervilha) e outros grãos de molho é fundamental para eliminar os antinutrientes - substâncias que podem...

> Leia mais
Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão

Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão

Presente em todas as partes do abacaxi (polpa, casca e caule), a bromelina é um tipo de enzima que auxilia na digestão e também é usada para fins medicinais....

> Leia mais