Os alimentos que hipertensos devem evitar para controlar a pressão alta

Queijo parmesão é o alimento com maior quantidade de sódio no mercado, de acordo com a Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária
Queijo parmesão é o alimento com maior quantidade de sódio no mercado, de acordo com a Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária

A hipertensão ocorre geralmente quando os vasos sanguíneos ficam contraídos, fazendo com que a pressão aumente para que o sangue seja bombeado por todo o corpo. O problema é que se ela fica alta demais os riscos de infarto e outros problemas no sistema cardiovascular aumentam muito, e por isso é importante saber não apenas o que comer, mas também o que evitar. O sal costuma ser lembrado como um ingrediente que deve ficar de fora da dieta de hipertensos, mas há alguns alimentos que não são tão óbvios assim, e que mesmo assim devem ser cortados do cardápio de quem precisa urgentemente baixar a pressão.

Queijo parmesão possui um teor muito elevado de sódio

Não há como negar que o queijo parmesão é um dos tipos mais apreciados, ainda mais porque é a partir dele que é feito o queijo ralado, que costuma acompanhar massas como macarronadas e nhoques. O grande problema é que ele possui uma quantidade muito elevada de sódio, que é justamente o componente do sal que deve ser evitado.

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o queijo parmesão é o alimento com maior teor de sódio no mercado, apresentando em média 1.402 mg de sódio para cada 100g do produto. Quando ele é ralado o valor é ainda mais alto, já que possui conservantes que também têm o mineral. Neste caso, na mesma proporção a média de sódio foi para 1.981 mg. Lembrando que a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o consumo de 2.000 mg de sódio por dia.

Shoyu: uma colher tem o sódio necessário para uma refeição inteira

Muito utilizado em pratos da gastronomia japonesa, o shoyu compartilha os benefícios da soja. Mas quem é fã desse molho sabe que ele é bem salgado, então já dá para imaginar a quantidade de sódio presente nele. Para se ter uma ideia, apenas uma colher de shoyu possui sódio suficiente para uma refeição inteira. O problema é que os outros alimentos provavelmente também possuem o mineral, mesmo que em menor quantidade. Por isso, hipertensos devem abandonar o seu uso ou utilizar preferencialmente a versão light, que é bem menos salgada.

Cafeína não deve ser ingerida em grandes quantidades

Aqui o problema não é o sódio, mas sim a cafeína, que aumenta a pressão arterial. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, após a sua ingestão a pressão pode ficar elevada por até três horas. Ao mesmo tempo, em seu site oficial a organização afirma que não é preciso deixar de tomar café, já que sua quantidade de cafeína não é alta o suficiente para causar algum problema de pressão. O que sim deve ser evitada é a ingestão de cápsulas de cafeína, ou então uma quantidade muito elevada de café, que seria de mais de três xícaras por dia.

Frituras devem ser evitadas pelo seu alto teor de gorduras

Tudo bem que ninguém indica o consumo de fritura, mas no caso de hipertensos ela deve ser especialmente evitada. Isso porque o óleo utilizado no preparo desses alimentos é altamente gorduroso, e essa gordura pode se acumular no corpo e gerar placas que impedem a boa passagem do sangue. Com isso, a pressão aumenta. Portanto, é melhor trocar a fritura por outras formas mais saudáveis de preparar a comida.

Conservas utilizam sal para armazenar o alimento

Antes do gelo ser utilizado para conservar alimentos quem tinha esse papel era o sal. Hoje, essa "artimanha" é utilizada em produtos em conserva. Isso significa que qualquer alimento armazenado dessa maneira terá um teor mais elevado de sódio do que teria se estivesse em sua versão in natura.

Biscoito de polvilho possui metade da quantidade de sódio indicada para um dia inteiro

Se você gosta desse snack deve saber que seus ingredientes são apenas três: polvilho, leite e sal. Com isso, não é de se espantar que a sua quantidade de sódio seja elevada. Mas dados fornecidos pela Anvisa mostram que o valor chega a ser alarmante. Isso porque 100 gramas de biscoito de polvilho possuem 1.092 mg de sódio, o que mais do que a metade recomendada pela OMS em um único dia.

Macarrão instantâneo e seu tempero possuem uma quantidade de sódio muito elevada

Em seu levantamento, a Anvisa também revelou que 100 gramas de macarrão instantâneo possuem 1.798 mg de sódio. Por mais que o valor seja extremamente elevado, ele ainda assim está de acordo com o que foi pactuado com o Ministério da Saúde. O grande problema é que em algumas amostras foi verificado que o macarrão e seu tempero somados chegavam a ter 2.160 mg de sódio! Isto é, mais do que o indicado para consumo em um dia inteiro. Na dúvida, o ideal é cortar esse tipo de alimentação do seu cardápio e dar preferência ao macarrão integral, seja ele instantâneo ou não, que é muito mais nutritivo e saudável.

Mais noticias com...
Receitas:
Café
Ver Mais

Últimas Matérias

5 plantas para ter em casa cujas folhas preparam ótimos chás

5 plantas para ter em casa cujas folhas preparam ótimos chás 5 plantas para ter em casa cujas folhas preparam ótimos chás

Você já pensou em cultivar plantas medicinais em casa? Existem ervas que são fáceis de cuidar, rendem excelentes chás e também podem ser usadas como tempero....

> Leia mais
Não é o só o peixe! 4 alimentos que são poderosas fontes de ômega 3

Não é o só o peixe! 4 alimentos que são poderosas fontes de ômega 3 Não é o só o peixe! 4 alimentos que são poderosas fontes de ômega 3

Apesar de associarmos o ômega 3 (substância importante para o cérebro e o coração) aos peixes como salmão, sardinha e atum, existem muitos outros alimentos...

> Leia mais
6 superalimentos pouco conhecidos que você deveria incluir na dieta

6 superalimentos pouco conhecidos que você deveria incluir na dieta 6 superalimentos pouco conhecidos que você deveria incluir na dieta

O termo superalimento vem se popularizando cada vez mais entre pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável. Afinal, ele caracteriza uma série de...

> Leia mais
Licopeno: para que serve e em quais alimentos encontrá-lo

Licopeno: para que serve e em quais alimentos encontrá-lo Licopeno: para que serve e em quais alimentos encontrá-lo

Você já ouviu falar no licopeno? Ele é um dos antioxidantes mais poderosos que existem e faz parte do grupo dos carotenoides (substâncias responsáveis pela...

> Leia mais
Alho-poró: 5 benefícios dessa hortaliça na sua dieta

Alho-poró: 5 benefícios dessa hortaliça na sua dieta Alho-poró: 5 benefícios dessa hortaliça na sua dieta

Muito usado em diferentes culinárias ao redor do mundo, o alho-poró é um ótimo tempero para massas, molhos, carnes, risotos, sopas e pratos diversos. Ele é...

> Leia mais
Semana Santa saudável: como não abrir mão da dieta durante o feriado de Páscoa

Semana Santa saudável: como não abrir mão da dieta durante o feriado de Páscoa Semana Santa saudável: como não abrir mão da dieta durante o feriado de Páscoa

Uma das melhores partes da Páscoa é se deliciar com os pratos (receitas de peixes, como bacalhau, arroz colorido, carnes, massas e o que mais você preferir),...

> Leia mais
Ovo de Páscoa: como preparar uma versão mais saudável do doce

Ovo de Páscoa: como preparar uma versão mais saudável do doce Ovo de Páscoa: como preparar uma versão mais saudável do doce

A Páscoa é uma das épocas mais animadas e gostosas do ano, né? É o melhor momento para comer muitas trufas, bombons e, é claro, os famosos ovos de chocolate....

> Leia mais
4 maneiras de evitar o envelhecimento precoce com simples atitudes no dia a dia

4 maneiras de evitar o envelhecimento precoce com simples atitudes no dia a dia 4 maneiras de evitar o envelhecimento precoce com simples atitudes no dia a dia

Você sabia que existem formas de preservar o corpo e a elasticidade da pele? É verdade que não há uma fórmula mágica para fugir do envelhecimento - afinal,...

> Leia mais
6 benefícios do maracujá que vão além do efeito calmante

6 benefícios do maracujá que vão além do efeito calmante 6 benefícios do maracujá que vão além do efeito calmante

Você já deve ter ouvido falar no potencial calmante do maracujá - alimento que ajuda a tranquilizar a mente e tratar problemas como a insônia, por exemplo....

> Leia mais
Carne de jaca: aprenda a preparar essa receita adorada por veganos

Carne de jaca: aprenda a preparar essa receita adorada por veganos Carne de jaca: aprenda a preparar essa receita adorada por veganos

Muito usada na culinária vegana, a carne de jaca é uma ótima alternativa ao frango (até possui uma textura semelhante). Ela pode ser usada em receitas como...

> Leia mais