Os alimentos com mais agrotóxicos e como lavá-los para reduzir o pesticida

Alimentos como pimentão, pepino e cenoura têm grande concentração de agrotóxicos e precisam ser devidamente lavados
Alimentos como pimentão, pepino e cenoura têm grande concentração de agrotóxicos e precisam ser devidamente lavados

Você sabia que é possível ter uma alimentação mais saudável e sustentável (livre de agrotóxicos) de um jeito bem simples? Muitas pessoas gostam de recorrer aos produtos orgânicos, que são cultivados sem inseticidas e trazem muitos benefícios ao organismo. Mas, o que muita gente não sabe, é que existem truques de lavagem que ajudam a retirar o excesso de pesticidas dos alimentos não orgânicos. Interessante, né?

Se você não tem o hábito de comprar orgânicos, não pode perder as dicas que separamos! Aqui, nós listamos os produtos que - de acordo com a Anvisa - possuem uma quantidade muito grande de agrotóxicos e precisam ser devidamente higienizados. Confira!

Pimentão, morango, pepino, alface e cenoura são os alimentos mais afetados pelos agrotóxicos

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), alguns vegetais são mais afetados pelos agrotóxicos que outros. Por isso, é muito importante que você tenha bastante atenção e tome cuidados na lavagem.

No Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos de Alimentos, feito em 2018 pela Anvisa, descobriu-se que 91,8% das amostras de pimentões estavam inadequadas para o consumo - isto é, tinham resíduos de agrotóxicos acima do nível permitido e até mesmo inseticidas não autorizados para o cultivo.

O morango ficou em segundo nesse quesito, sendo que 63,4% das amostras da fruta estavam com um nível muito alto de agrotóxicos. 57,4% das amostras de pepino também foram consideradas inadequadas para o consumo por conta da alta concentração de inseticidas maléficos à saúde. Complicado, né?

Além disso, a alface e a cenoura - dois alimentos muito usados na culinária brasileira (no preparo de saladas, risotos, massas e diferentes pratos) também apresentaram um nível muito alto de pesticidas. De acordo com a pesquisa disponibilizada pela Anvisa, 54,2% das amostras de alface estavam muito contaminadas, enquanto 49,6% das de cenoura se encontravam inadequadas para o consumo.

Abacaxi, beterraba, couve, mamão e tomate também são altamente contaminados pelos inseticidas

Abacaxi, beterraba, couve, mamão e tomate são outros alimentos muito afetados pelos agrotóxicos. De acordo com a Anvisa, foram 32,8% de amostras de abacaxi e 32,6% das de beterraba identificadas como inadequadas para o consumo, por exemplo. O grande problema está justamente no excesso de inseticidas usado no plantio desses alimentos (o que pode causar uma série de problemas de saúde a longo prazo). A boa notícia é que existem alguns truques que ajudam a reduzir significativamente parte desses agrotóxicos. Dá uma olhada:

Deixe os alimentos de molho no vinagre ou bicarbonato de sódio

Vale destacar que nenhum método de lavagem consegue remover 100% dos agrotóxicos presentes nos alimentos. No entanto, existem alguns truques que são realmente muito eficientes!

Ao deixar os vegetais de molho no bicarbonato de sódio, por exemplo, é possível reduzir consideravelmente a quantidade de inseticidas. O ideal é deixá-los submersos na solução durante alguns minutos e depois é só enxaguar. Outra dica interessante é deixar as verduras de molho no vinagre também por alguns minutos e, quem sabe, até remover algumas folhas externas (que são mais contaminadas).

Mais noticias com...
Receitas:
Cenoura
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais