Ortorexia: em que momento comer alimentos saudáveis se torna uma obsessão?

Restringir demais ou até mesmo reduzir a quantidade de alimentos podem ser sintomas da ortorexia
Restringir demais ou até mesmo reduzir a quantidade de alimentos podem ser sintomas da ortorexia
Cristiane Coronel

Consultor:

Cristiane Coronel

Nutricionista Graduada pelo Centro Universitário de Brasília e pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul

Buscar uma alimentação saudável é algo importante para ter uma vida equilibrada. Mas quando isso se torna uma obsessão - a ponto de a pessoa ficar neurótica com a rotina alimentar - passa a ser um problema. Essa é a definição de ortorexia: um transtorno alimentar no qual o indivíduo fica obcecado pela dieta. Para entender melhor como esse transtorno funciona, nós conversamos com a nutricionista Cristiane Coronel. Ela esclareceu muitos pontos importantes - confira!

Como saber se você está exagerando na dieta

Uma dúvida que costuma surgir é como a pessoa sabe se está (ou não) exagerando na dieta. Para esclarecer esse ponto, a nutricionista Cristiane Coronel citou alguns indícios que mostram quando o indivíduo está em um ciclo ortoréxico. "Pode existir a negação constante de consumo de alimentos que não sejam preparados pela própria pessoa; privação de eventos sociais como datas comemorativas de aniversários, festas, restaurantes, dentre outros. Muitas vezes, se a pessoa não leva seus próprios alimentos, fica em períodos extensos de jejum para não colocar nada na boca que não esteja previsto e correto, do ponto de vista do paciente", comenta a profissional.

Além disso, a nutricionista também destacou que algumas manias, como ficar obcecado pela tabela nutricional dos alimentos ou até mesmo inventar restrições alimentares exageradas podem constituir um quadro ortoréxico: "Outros indícios da ortorexia são: quando o indivíduo não apresenta doenças de origem alimentar, mas leva sua própria refeição para restaurantes e eventos que ofereçam variedades de alimentos; manias como analisar diariamente (e repetidamente) rótulos de alimentos e a preocupação excessiva com as questões éticas, ideológicas e/ou filosóficas dos alimentos", complementa Cristiane.

Cortar nutrientes da dieta por conta própria pode ser perigoso

O grande problema da ortorexia está justamente no exagero relacionado à rotina alimentar. Em uma onda de obsessão com o corpo e "dietas milagrosas", muitas pessoas acabam tornando-se obcecadas por evitar doces, gorduras e até mesmo carboidratos (que são substâncias importantes para a saúde do corpo). A nutricionista destacou como pode ser problemática essa onda de restringir nutrientes. "Atualmente, temos grupos grandes de pessoas que aboliram certos grupos alimentares sem necessidade, como por exemplo, o glúten. Pessoas que não são sensíveis ou alérgicas à gliadina (proteína do trigo), mas que cortaram o glúten totalmente da dieta, com a ideia de que faz mal e ponto final. Essa exclusão de grupos alimentares sem necessidade pode, sim, gerar problemas sérios à saúde. Sem as substituições corretas, o indivíduo pode apresentar falta de nutrientes no corpo e apresentar uma série de problemas, dentre eles, se tornar sensível às substâncias que não era sensível antes", explica a nutricionista.

Como fugir da ortorexia?

Para fugir desse ciclo de ortorexia, o primeiro passo é reeducar a mente para buscar uma alimentação mais equilibrada - com hábitos saudáveis, mas sempre de forma dosada e consciente! Além disso, é muito importante ter um acompanhamento frequente com um nutricionista. De acordo com a Cristiane Coronel, esse é um dos pontos mais importantes: "O ideal é sempre ter orientação do nutricionista e psicólogo mensalmente. Se o indivíduo já apresenta tendências maníacas, deve tomar o máximo de cuidado com a dieta para não piorar", finaliza a profissional.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Arginina: para que serve e onde encontrar

Arginina: para que serve e onde encontrar Arginina: para que serve e onde encontrar

As refeições diárias estão cheias de nutrientes essenciais e superimportantes que nem imaginamos, como é o caso da arginina! Essa substância está presente no...

> Leia mais
Barra de frutas: o que é e como consumir

Barra de frutas: o que é e como consumir Barra de frutas: o que é e como consumir

A barra de frutas é uma fonte de energia e tanto, principalmente em dias mais corridos! Incluir o alimento no cardápio é sinônimo de saúde e saciedade para o...

> Leia mais
Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Ótimo para preparar vitaminas, smoothies e incrementar saladas, o iogurte natural é um ingrediente bem nutritivo que ajuda a manter o organismo em...

> Leia mais
Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Você já conhece o sabor do patê de berinjela? Além de todos os benefícios que o alimento apresenta para o organismo, o legume também agrada o paladar de um...

> Leia mais
Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Em outras palavras, as pessoas que seguem esse cardápio diferenciado se adequam a uma dieta sem carboidrato. É uma...

> Leia mais
Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Conciliar um café da manhã saudável com uma rotina mais corrida não precisa ser um problema. Você sabia que existem opções nutritivas bem rápidas de...

> Leia mais
Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Muito usado no preparo de saladas, refogados, molhos (como o vinagrete), risotos e moquecas, o pimentão verde é um tipo de vegetal bem nutritivo e saboroso,...

> Leia mais
Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde? Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Para reduzir o consumo de carboidratos, muita gente prefere evitar pães (e outras massas) e dar preferência a receitas com tapioca nos lanches. Mas será que...

> Leia mais
Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Que tal fazer leite de castanha do Pará para aproveitar os benefícios da oleaginosa? É sempre bom ter opções diferentes de receitas para incluir na rotina...

> Leia mais
Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Quantas receitas com ervilha você conhece? E com ervilha congelada? Apesar da enorme praticidade que o legume apresenta, nem todos sabem como usá-lo no dia a...

> Leia mais