Orgânicos: como e por que passar a consumir apenas alimentos naturais

Alimentos orgânicos podem ser tanto frutas e verduras quanto carnes e outros produtos de origem animal, como ovos
Alimentos orgânicos podem ser tanto frutas e verduras quanto carnes e outros produtos de origem animal, como ovos

Não há como negar que os alimentos orgânicos, muitas vezes considerados superalimentos, são uma tendência que veio para ficar. Sua ideia principal é que tudo deve ser 100% natural, o que no caso de legumes e verduras significa não possuir nenhum traço de agrotóxico, já que as plantas crescem de acordo com o ritmo da natureza. Ao mesmo tempo, a carne também pode ser orgânica. Isso significa que o os animais também consumiram alimentos orgânicos e ainda são tratados com medicamentos fitoterápicos. De uma forma geral, o orgânico está associado a uma maior preocupação com o meio ambiente e à ausência de produtos químicos. Portanto, com algumas medidas simples é possível incluir apenas esse tipo de alimentação na sua dieta diária.

Quais as vantagens em comer alimentos orgânicos?

Os alimentos orgânicos são mais indicados para consumo simplesmente por serem mais sustentáveis e saudáveis. Ao evitar qualquer tipo de resíduo químico tanto as plantas quanto os animais se desenvolvem de maneira natural. A consequência é que esses alimentos são muito mais saudáveis, evitando diversas doenças, como o câncer. Além disso, há uma maior preocupação ambiental com a área que está sendo destinada tanto para o cultivo quanto para o gado.

A ONG de renome mundial WWF (World Wide Fund for Nature, ou Fundo Mundial para a Natureza), por exemplo, apoia o consumo de orgânicos. Sua sede no Brasil afirma que "Acredita que a Pecuária Orgânica Certificada é um sistema produtivo que pode contribuir com a sustentabilidade ambiental da Bacia Hidrográfica do Pantanal como um todo, e servir como modelo de produção sustentável e responsável". Ela também acrescenta em seu site oficial que "Sua adoção, somada à implantação de uma rede de áreas protegidas, ao uso racional dos recursos naturais renováveis e ao turismo responsável, poderão garantir a manutenção da biodiversidade regional e dos processos ecológicos junto com o desenvolvimento socioeconômico".

Como adotar uma dieta composta por alimentos orgânicos

A parte positiva da dieta que utiliza apenas orgânicos é que você não precisa realmente mudar muita coisa na forma em que se alimenta, a não ser que consuma muitos produtos industrializados. Caso contrário, basta trocar frutas, legumes, vegetais e carnes comuns por aqueles que possuem um selo de orgânico, o que significa que eles passaram por um rigoroso processo para serem aceitos como tal. Também opte produtos a granel ao invés dos já embalados que vieram de fábricas.

Alternativas para quem não consegue comprar orgânicos

E se você precisar comprar alguma coisa e não encontrar sua versão orgânica? Algumas alternativas também são bem sustentáveis e podem ser ótimos substitutos. Uma das opções é o alimento hidropônico, que oferece uma grande economia de água em relação ao cultivo tradicional. Ao mesmo tempo, utiliza adubo químico, e por isso não é tão indicado quanto o orgânico, embora também seja muito bom. Já em relação ao ovo, o caipira é uma boa alternativa. Também procure peixes cujas espécies não ficam em cativeiro. Por fim, um substituto do suco orgânico é o integral, que também é muito benéfico para o corpo.

Evite o industrializado e tente preparar o ingrediente em casa

Quem quer passar a consumir apenas alimentos orgânicos pode ter uma certa dificuldade em encontrar determinados produtos que tenham esse selo sustentável. Mas há uma alternativa: produzi-los em casa. Convenhamos, muitos ingredientes você mesmo pode preparar usando de base os orgânicos vendidos no mercado. Por exemplo, fazer o molho de tomate em casa com produtos frescos ao invés de comprar sua versão industrializada. Ou então substituir ingredientes enlatados por outros naturais. Afinal, a receita é sua e vale a pena fazer adaptações se o objetivo for ter uma vida mais saudável.

Mais noticias com...
Receitas:
Tomate
Ver Mais

Últimas Matérias

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Muito consumido em alguns países da Ásia, o tempeh (ou tempê) é uma comida originária da Indonésia que funciona como fonte importante de proteínas vegetais....

> Leia mais
Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Em vez de usar o açúcar refinado comum (extraído da cana), você pode recorrer a alternativas mais naturais e nutritivas de adoçantes. O açúcar de beterraba,...

> Leia mais
5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

5 frutas com caroço que você pode comer integralmente 5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

Na maioria das vezes, as pessoas têm o hábito de descartar os caroços (também chamados de sementes) das frutas, consumindo apenas a polpa. Mas você sabia que...

> Leia mais
Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Também conhecido como "erva de bruxa", o guaco é uma planta medicinal originária da América do Sul que se destaca, principalmente, por auxiliar no tratamento...

> Leia mais
Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Você sabia que é possível diminuir a acidez do organismo através da alimentação? A dieta alcalina, para quem não conhece, propõe uma alimentação mais natural...

> Leia mais
Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais