Ômega 9: saiba a importância de incluir o ácido oleico em sua dieta

Ômega 9 está presente em alimentos como azeite, abacate e oleaginosas, que são amêndoas, amendoim, castanhas e nozes em geral
Ômega 9 está presente em alimentos como azeite, abacate e oleaginosas, que são amêndoas, amendoim, castanhas e nozes em geral

Provavelmente você já viu em algum rótulo que determinado alimento tem a presença de ômega, seja ela 3, 6 ou 9. Isso significa que ele tem ácidos graxos na sua composição, mas qual a sua importância para o nosso corpo? Em primeiro lugar é importante ter em mente que o ser humano consegue sintetizar essas gorduras quando elas são encontradas em sua forma saturada ou insaturada. Mas isso não significa que o nosso corpo as produza por conta própria. A solução? Comer alimentos nas quais elas estejam presentes.

A gordura insaturada pode ser dividida entre poli-insaturada e monoinsaturada. É nesse segundo caso que encontramos o ômega 9, que é um ácido oleico - isto é, com uma longa cadeia de carbonos. Por possuir apenas uma dupla ligação de carbono em sua molécula ela é mais flexível e fácil de ser metabolizada do que as gorduras saturadas. Além disso, é produzida pelo nosso corpo quando ingerimos uma quantidade adequada de ômegas 3 e 6. Mas se eles não estiverem presentes de forma significativa será necessário sim consumir alimentos que sejam ricos em ômega 9.

Ômega 9 ajuda a prevenir diversas doenças

Essa "gordura boa" traz diversos benefícios para a saúde. Em primeiro lugar, ajuda a reduzir o colesterol ruim (LDL) sem diminuir a quantidade de colesterol bom (HDL) no nosso corpo. Isso sem falar que é responsável por diminuir os triglicerídeos e equilibrar a pressão arterial. Com esses fatores somados, o ômega 9 acaba sendo muito bom para o coração, reduzindo o risco de infartos e derrames.

Ele também ajuda a prevenir o câncer, já que colabora para a formação das membranas celulares, evitando possíveis alterações ou mesmo sua oxidação e envelhecimento precoce. Além disso, permite que o transporte e absorção de vitaminas pelo organismo seja mais eficaz, o que contribui para uma maior resistência imunológica, evitando gripes e outras doenças contagiosas.

Benefícios se estendem a quem pratica exercícios

Por ser uma ótima fonte de energia, o ômega 9 é muito indicado também para quem pratica exercícios regularmente. Afinal, ele auxilia o corpo a ter um bom metabolismo, dando mais disposição a quem o consome. Por fim, ele estimula a produção do hormônio feminino ou masculino, ou seja, estrogênio ou testosterona. Isso além de deixar o corpo mais fértil ainda contribui para o bom desempenho sexual, funcionando como uma espécie de afrodisíaco, embora em uma escala menor.

Como saber se você está com déficit de ômega 9 no corpo?

O nosso corpo está acostumado a dar sinais quando algo não vai bem. Ausência de fibras, por exemplo, leva à constipação. E a falta de ômega 9 também deixa a sua marca, trazendo problemas para o corpo que podem ser dos mais corriqueiros aos mais graves. O primeiro indício é bem visual, já que inclui caspa, perda de cabelo, erupções cutâneas e pele seca. Se esse déficit já foi um pouco mais além é possível que a pessoa em questão sinta dores nas articulações ou mesmo rigidez nesses locais e ressecamento nos olhos.

A falta de ômega 9 também atinge o sistema nervoso central, o que significa que pode causar fortes alterações de humor. E por atuar diretamente no cardiovascular, esse sistema também fica afetado, com seus batimentos cardíacos sendo realizados de forma irregular. Por fim, em casos mais extremos pode causar a impotência sexual, esterilidade e até aborto espontâneo.

Alimentos ricos em ômega 9 fazem o corpo trabalhar melhor

Para evitar todos esses problemas já citados, é muito importante fazer um bom consumo de alimentos ricos em ômega 3 e 6, já que isso irá ajudar o nosso corpo a produzir o ômega 9. Ainda assim, se a quantidade não for suficiente, é necessário introduzir na dieta alimentos que ofereçam esse ácido graxo. Talvez a maneira mais fácil de incluí-lo seja passando a utilizar azeite de oliva no preparo ou durante as refeições, já que a azeitona é muito rica em ômega 9. Quem também entra nessa leva são os óleos de canola, Sésamo e gergelim. Isso sem falar no abacate e nas oleaginosas (amêndoas, amendoim, castanhas e nozes em geral). Uma outra dica importante é beber bastante líquido e manter o corpo hidratado. Isso porque a água auxilia na metabolização dos ácidos graxos, fazendo com que eles trabalhem com mais eficiência.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Banho frio faz bem? Os benefícios da gelada no corpo

Banho frio faz bem? Os benefícios da gelada no corpo Banho frio faz bem? Os benefícios da gelada no corpo

É impressionante como um simples banho pode ser tão revigorante, né? Muitas vezes, na correria do dia a dia, as pessoas não dão o devido valor a esse momento...

> Leia mais
Como fazer meu filho comer arroz e feijão? Veja dicas para resolver o problema

Como fazer meu filho comer arroz e feijão? Veja dicas para resolver o problema Como fazer meu filho comer arroz e feijão? Veja dicas para resolver o problema

Nem sempre é fácil convencer seu filho a comer de forma saudável, né? Principalmente quando se trata de legumes, verduras e vegetais. O problema, no entanto,...

> Leia mais
Romã com mel serve para que? Aprenda a fazer esse xarope caseiro

Romã com mel serve para que? Aprenda a fazer esse xarope caseiro Romã com mel serve para que? Aprenda a fazer esse xarope caseiro

Muita gente não sabe, mas existem diversos remédios caseiros que ajudam a tratar tosse e dor de garganta. Feitos com ingredientes naturais, os xaropes...

> Leia mais
As comidas típicas da região Sul que valem a pena experimentar

As comidas típicas da região Sul que valem a pena experimentar As comidas típicas da região Sul que valem a pena experimentar

Você conhece as comidas típicas de cada região brasileira? É difícil saber a fundo sobre os detalhes da nossa culinária - afinal, o Brasil é um país...

> Leia mais
Farinha de coco, arroz e mais: conheça as opções que celíacos podem comer

Farinha de coco, arroz e mais: conheça as opções que celíacos podem comer Farinha de coco, arroz e mais: conheça as opções que celíacos podem comer

Quem sofre com intolerância ao glúten costuma ter uma dieta bem restrita - sem o consumo da maioria dos pães, bolos, biscoitos, massas e outros alimentos que...

> Leia mais
6 temperos naturais para substituir o sal no preparo dos alimentos

6 temperos naturais para substituir o sal no preparo dos alimentos 6 temperos naturais para substituir o sal no preparo dos alimentos

Na maioria das vezes o segredo de uma boa comida está justamente no uso dos temperos. Afinal, a mistura de ervas, condimentos e diferentes especiarias...

> Leia mais
Sacarose, glicose e frutose: as diferenças entre cada um desses açúcares

Sacarose, glicose e frutose: as diferenças entre cada um desses açúcares Sacarose, glicose e frutose: as diferenças entre cada um desses açúcares

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, os açúcares (ou carboidratos) são extremamente importantes e vitais para a nossa vida e, em hipótese alguma,...

> Leia mais
Desafio do fim de semana sem tecnologia: saiba como é desapegar dos eletrônicos

Desafio do fim de semana sem tecnologia: saiba como é desapegar dos eletrônicos Desafio do fim de semana sem tecnologia: saiba como é desapegar dos eletrônicos

Você se imagina passando um fim de semana sem tecnologia? Se sim, você já está no lucro! Para a maioria das pessoas, isso está longe de ser uma hipótese...

> Leia mais
7 receitas de suco rosa para turbinar o seu organismo

7 receitas de suco rosa para turbinar o seu organismo 7 receitas de suco rosa para turbinar o seu organismo

Nada melhor que sucos naturais para refrescar durante o verão, não é mesmo? Se você está procurando bebidas saudáveis, desintoxicantes e ricas em nutrientes...

> Leia mais
O que são hidratos de carbono e em quais alimentos encontrá-los

O que são hidratos de carbono e em quais alimentos encontrá-los O que são hidratos de carbono e em quais alimentos encontrá-los

Afinal, o que são os tais hidratos de carbono que muitas vezes aparecem naquelas tabelas de informação nutricional dos biscoitos, pães e até mesmo do arroz?...

> Leia mais