Ócio é necessário! Entenda a sua importância no nosso dia a dia

O ócio nos permite conhecer melhor a nós mesmos
O ócio nos permite conhecer melhor a nós mesmos

Produto recomendado

Chá herbal de camomila Taeq 15g

Chá herbal de camomila Taeq 15g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Difícil encontrar alguém que não considere a sua vida corrida ou mesmo estressante, principalmente se vive em uma grande cidade. Afinal, é tanta coisa para dar conta que o tempo livre parece ser um sonho distante. O problema é que, quando um horário disponível existe, as pessoas o gastam com alguma atividade, seja ela de lazer ou não. Mas você sabia que o completo ócio pode sim, ser muito benéfico?

Ócio traz autoconhecimento

Para a psicóloga Michelle Lage, o ócio cumpre não apenas uma função psicológica, como também social. Isso porque ele ajuda na nossa reposição física e mental, permitindo não apenas uma conexão melhor com nós mesmos como também nos auxilia a equilibrar a nossa vida. Ela também afirma que a urbanização intensa acabou empobrecendo o autoconhecimento de cada um, e por isso praticar o ócio - isto é, não fazer absolutamente nada por algum tempo - é tão importante.

"A vivência de ócio não é determinada pela atividade que desempenhamos (ou deixamos de desempenhar), nem pelo tempo, nível econômico ou formação de quem a vivencia, mas está relacionada com o sentido atribuído por quem a vive. Vivenciar o ócio diz respeito a algo que é de cada um consigo mesmo, à nossa conexão com nossas necessidades, vontades, pensamentos e sentimentos", afirma.

Pessoas agitadas podem (e devem) praticar o ócio

Para ter o ócio completo é preciso se desligar, seja das redes sociais ou de outros meios que possam te distrair e levar a sua mente para outros lugares. Mas sim, falar é mais fácil que fazer, ainda mais porque algumas pessoas possuem uma personalidade mais agitada, e por isso teriam mais dificuldade em conseguir não fazer nada de fato. Se esse é o seu caso, saiba que o ócio é ainda mais importante na sua vida.

"Na maior parte das vezes a agitação e a aceleração vêm de uma demanda externa que as pessoas tomam para si. Nestes casos, o ócio pode ser um ótimo aliado, pois permite a conexão das pessoas com seus próprios ritmos e uma desconexão temporária do ritmo externo. De todo modo, a forma como as pessoas se deixam levar pela agitação externa e a função da agitação mental na vida de cada um são questões muito subjetivas, que variam de pessoa para pessoa. Assim, processos de autoconhecimento (como terapia, meditação e prática de exercícios físicos) podem ajudar a compreender melhor o que ocorre em cada caso e pensar em possíveis soluções", diz a psicóloga.

Tempo dedicado ao ócio varia de pessoa para pessoa

Outra questão importante é saber se existe um tempo específico para se dedicar ao ócio. Afinal, será que 5 minutos antes de dormir são suficientes? Ou é preciso uma meditação de meia hora? A verdade é que não existe uma regra, como ressalta Michelle Lage. "Ócio tem a ver com autorregulação, de forma que o seu tempo é subjetivo, já que é determinado pela necessidade de cada um. Algumas pessoas precisam de mais tempo, outras de menos", afirma.

Ócio não deve ser associado à preguiça ou à procrastinação

Ao pensar em "não fazer nada" é comum que muitas pessoas pensem que o ócio tem a ver com preguiça ou procrastinação. Afinal, essas características estão associadas ao famoso "deixar para depois", o que pode de fato se relacionar ao "não fazer nada agora". Ainda assim, é importante fazer uma diferenciação. Afinal, no caso do ócio, o tempo está sendo dedicado a fazer algo: se desconectar do mundo para se reconectar com o seu eu. Ainda assim, Michelle Lage afirma que é dever de cada um perceber o quanto ele está sendo positivo ou se está realmente se tornando uma desculpa para não fazer nada.

"Assim como em muitos assuntos relacionados à saúde, o que diferencia algo que nos trará benefícios ou malefícios é a dose, a quantidade. Com o ócio não é diferente. 'Como sabemos até que ponto é ócio saudável ou procrastinação?' é uma pergunta que pode se comparar a 'Como sabemos que queremos ir embora de um evento?', ou 'Como sabemos quanto tempo de sono é suficiente?'. Mais uma vez não existe fórmula exata. Saber quanto tempo é suficiente para cada um de nós tem a ver com autoconhecimento, com podermos nos conectar com nossos sentimentos, nossas vontades e necessidades", finaliza a psicóloga.

* Michelle Lage (CRP 5/53128) é psicóloga formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF)

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Você já ouviu falar no abrótano? De nome científico Artemisia abrotanum, essa planta medicinal é muito usada no preparo de chás. Ela é originária da Ásia,...

> Leia mais
Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Existem algumas receitas saborosas - como frituras e doces - que acabam sendo muito calóricas e maléficas para o organismo. Isso porque elas são fontes de...

> Leia mais
Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Para quem é vegano ou vegetariano é muito importante incluir leguminosas no cardápio diário. Elas são fontes importantes de ferro, proteínas e garantem uma...

> Leia mais
Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Pertencente ao universo das plantas medicinais, a unha de gato é uma erva muito usada em tratamentos fitoterápicos - sendo consumida em forma de chá ou...

> Leia mais
Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Com que frequência você bebe refrigerante? No caso da cineasta Nathália Souza, de 26 anos, a resposta é "todos os dias". "Na época de faculdade bebia de duas...

> Leia mais
Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância de tomar sol. Afinal, a exposição aos raios solares ativa a produção de vitamina D que, por sua vez,...

> Leia mais
Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Experimentar pratos de culinárias diferentes é sempre algo interessante. As comidas coreanas, em especial, vêm se popularizando bastante no Brasil -...

> Leia mais
Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Existem muitos vegetais - como jiló, berinjela e agrião - que têm um sabor mais amargo e, por isso, não agradam o paladar de muitas pessoas (principalmente o...

> Leia mais
GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá

GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá

Você sabia que o plástico leva 100 anos para se decompor na natureza e que o tempo do isopor é indeterminado? Foi pensando no bem-estar do nosso planeta que...

> Leia mais
5 receitas lights que você pode preparar sem medo

5 receitas lights que você pode preparar sem medo 5 receitas lights que você pode preparar sem medo

Para quem quer seguir um estilo de vida mais saudável - com alimentos leves e nutritivos - uma boa dica é procurar por receitas lights. O problema é que...

> Leia mais