Obesidade: ciência aponta 14 novos fatores genéticos para o excesso de peso

Pesquisas recentes descobriram 14 novos fatores genéticos para a obesidade. Com isso, os tratamentos poderão ser mais individualizados
Pesquisas recentes descobriram 14 novos fatores genéticos para a obesidade. Com isso, os tratamentos poderão ser mais individualizados

A obesidade atinge milhões de pessoas no mundo e as causas são diversas: sedentarismo, má alimentação, histórico familiar... Por isso, cada vez mais, a ciência intensifica suas pesquisas para poder decifrar e individualizar, caso por caso, as razões do excesso de peso, e assim tratar essa doença de forma natural, gradativa e equilibrada. Recentemente, um estudo publicado pela revista "Nature Genetics" e divulgado pela Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (ABESO), revelou 14 novas variantes de genes associadas à obesidade e o Índice de Massa Corporal (IMC).

O estudo, que envolveu mais de 250 instituições de pesquisas ao redor do mundo, combinou os dados de DNA de mais 700 mil pessoas, nos quais foram descobertos 14 variações genéticas que podem desempenhar um papel importante no controle do peso corporal. O objetivo principal dessas análises, de acordo com a publicação, é o de apresentar novas possibilidades para, de maneira individualizada e funcional, fornecer intervenções terapêuticas para o tratamento dessas pessoas.

"Embora estejamos alguns passos mais perto da compreensão da biologia do motivo pelo qual algumas pessoas ganham ou perdem peso com mais facilidade do que outros, pesquisas adicionais para cada um dos genes identificados são necessárias para entender os mecanismos através dos quais eles atuam", divulgou o texto a pesquisa.

Uma dessas principais descobertas foi um gene chamado "MC4R". Essa variante foi encontrada em 1 para cada 5 mil pessoas e afeta diretamente a produção de uma proteína responsável por regular o apetite. Para se ter uma noção, a ausência dessa substância no organismo resulta uma média de 6,8 quilos a mais do que aqueles sem a variante genética.

Boa notícia: o Brasil está conseguindo controla a obesidade

Dados mais recentes, divulgados pelo Ministério da Saúde, mostraram que, pela primeira vez em oito anos, o percentual de excesso de peso e de obesidade se manteve estável no Brasil. O consumo diário de alimentos mais saudáveis e a prática de atividades regulares são os grandes fatores que favorecem o combate dessa doença, prevenindo, inclusive, o fatores de risco e problemas futuros causados pela obesidade, como a diabetes, hipertensão e até alguns tipos de câncer.

Esportes e alimentação saudável: as melhores formas para controlar a obesidade com novos hábitos de vida

- Reeducação alimentar: O primeiro passo para a busca do peso ideal é um plano alimentar correto e de acordo com as necessidades físicas e nutricionais de cada pessoa. O consumo de alimentos naturais, orgânicos, ricos em fibras alimentares, vitaminas, minerais e outros componentes bioativos que são fundamentais para equilibrar o organismo e, principalmente, oferecer a melhor sensação de saciedade possível, evitando a gula, uma das maiores razões do ganho de peso.

De acordo com a nutricionista Raquel Sanchez Franz, da Coordenação de Atenção à Saúde do Servidor do Ministério da Saúde, o ideal é montar um cardápio rico em proteínas, carboidratos, lipídeos, vitaminas, minerais e fibras. "Uma dica é servir metade do prato com hortaliças. Isso garante a quantidade adequada de nutrientes e ajuda diretamente no bom funcionamento do organismo", afirma a especialista, através do site oficial da entidade.

- Atividades físicas regulares: Simultaneamente ao plano alimentar, é necessário que a pessoa acima do peso tenha a consciência da importância de fugir da ociosidade. Praticar atividades físicas é fundamental para fortalecer o corpo, acelerar as reações metabólicas do organismo e emagrecer de forma natural. Não importanta a intensidade dos exercícios, de acordo com o Ministério de Saúde, cerca de 30 minutos por dia já são suficientes para melhorar qualquer quadro físico. É ter foco, dedicação, e uma atividade que lhe de mais prazer e satisfação de fazer. Um bom começo pode ser simples caminhadas em parques ou à beira-mar.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

5 alimentos que causam afta para comer sem exageros

5 alimentos que causam afta para comer sem exageros 5 alimentos que causam afta para comer sem exageros

Muita gente acha que as aftas são causadas apenas por machucados ou mordidas acidentais nos lábios. Só que a alimentação tem muito a ver com esse problema,...

> Leia mais
Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa

Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa

Receber os amigos em casa é sempre algo divertido, né? Mas para que o encontro seja ainda mais agradável, nada melhor que preparar um lanchinho ou uma mesa...

> Leia mais
5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar

5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar 5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar

A chegada do outono é sempre gostosa, né? A estação traz consigo uma temperatura mais amena e um climinha ótimo para fazer um pouco de tudo - ficar em casa...

> Leia mais
Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Você já ouviu falar no abrótano? De nome científico Artemisia abrotanum, essa planta medicinal é muito usada no preparo de chás. Ela é originária da Ásia,...

> Leia mais
Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Existem algumas receitas saborosas - como frituras e doces - que acabam sendo muito calóricas e maléficas para o organismo. Isso porque elas são fontes de...

> Leia mais
Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Para quem é vegano ou vegetariano é muito importante incluir leguminosas no cardápio diário. Elas são fontes importantes de ferro, proteínas e garantem uma...

> Leia mais
Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Pertencente ao universo das plantas medicinais, a unha de gato é uma erva muito usada em tratamentos fitoterápicos - sendo consumida em forma de chá ou...

> Leia mais
Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Com que frequência você bebe refrigerante? No caso da cineasta Nathália Souza, de 26 anos, a resposta é "todos os dias". "Na época de faculdade bebia de duas...

> Leia mais
Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância de tomar sol. Afinal, a exposição aos raios solares ativa a produção de vitamina D que, por sua vez,...

> Leia mais
Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Experimentar pratos de culinárias diferentes é sempre algo interessante. As comidas coreanas, em especial, vêm se popularizando bastante no Brasil -...

> Leia mais