O que são PANCs? 5 Plantas Alimentícias Não Convencionais para consumir sem medo

Entre as principais PANCs (plantas alimentícias não convencionais), encontra-se a beldroega - que é fonte de ômega 3, vitaminas e minerais
Entre as principais PANCs (plantas alimentícias não convencionais), encontra-se a beldroega - que é fonte de ômega 3, vitaminas e minerais

As plantas alimentícias não convencionais (PANCs) nada mais são que vegetais pouco consumidos pela maioria das pessoas. O que muita gente não sabe, na verdade, é que essas plantas - apesar de pouco conhecidas e usadas na alimentação - tendem a ser altamente nutritivas e podem trazer vários benefícios, principalmente para quem segue dietas mais restritivas, como veganos e vegetarianos. Para te incentivar a ter uma alimentação mais completa e natural, nós preparamos uma lista com 5 PANCs que podem (e devem) fazer parte da sua dieta. Confira!

1. Ora-pro-nóbis é um superalimento proteico rico em fibras, vitaminas, minerais e substâncias medicinais

Conhecida por ter um alto teor de proteínas, a ora-pro-nóbis vem se tornando um importante alimento na dieta de vegetarianos e veganos. Ela é considerada um tipo de planta trepadeira e possui folhas verde-escuras que podem ser usadas para incrementar diferentes saladas. A ora-pro-nóbis, para quem não sabe, também é considerada um superalimento pois, além de ser rica em proteínas, também é fonte de fibras, cálcio, fósforo, ferro, vitamina A, C e do complexo B. Ou seja, é altamente nutritiva! Além disso, a planta também possui propriedades medicinais: atua como detox, possui substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias. Por conta disso, também é indicado preparar chás a partir de suas folhas.

2. Bertalha é uma PANC rica em fibras, vitaminas e minerais

Também conhecida como espinafre-indiano, a bertalha é considerada uma das PANCs mais nutritivas e benéficas para a saúde. Ela possui folhas verde-escuras ricas em fibras (favorecem a digestão), vitamina A (ajuda a fortalecer a imunidade), bem como minerais importantes (cálcio, ferro e fósforo, por exemplo). Além disso, a planta tem alto teor de antioxidante e, por isso, a longo prazo ajuda a prevenir o envelhecimento das células - ou seja, faz bem para a saúde da pele, dos cabelos e fortalece o sistema de defesa do corpo. Vale destacar que o ideal é usar a bertalha para o preparo de saladas, omeletes, sopas, tortas e refogados - assim, os pratos ficam mais nutritivos e saborosos.

3. Beldroega tem alto teor de ômega 3 e faz bem para os sistemas nervoso e cardiovascular

Para incrementar ainda mais o seu acervo de vegetais, outra ótima dica é usar a beldroega no preparo de saladas, risotos, omeletes ou até mesmo chás e vitaminas. Conhecida por ter um alto teor de ômega 3, essa planta medicinal é indicada para controlar os níveis de colesterol e faz muito bem para os sistemas nervoso e cardiovascular. A beldroega, para quem não sabe, também é fonte de outros nutrientes importantes (vitamina A, C, do complexo B, ferro, potássio e cálcio), além de ter propriedades depurativas e anti-inflamatórias - ou seja, ajuda a eliminar as toxinas do organismo e a fortalecer a imunidade.

4. Hibisco é rico em ferro, vitamina C e funciona como planta medicinal

Muito usado no preparo de chás caseiros, o hibisco - apesar de ser uma planta medicinal mais conhecida - ainda é considerado uma PANC. A maioria das pessoas não conhece todos os benefícios desse vegetal e, geralmente, preparam apenas bebidas com suas folhas. No entanto, é importante destacar que o hibisco, na verdade, é altamente nutritivo e pode ser usado de diversas formas na cozinha - no preparo de refogados, sopas e tortas, por exemplo.

O hibisco possui um alto teor de ferro e de vitamina C (cumprindo forte atuação antioxidante), tem propriedades anticoagulantes, anti-inflamatórias, cicatrizantes e diuréticas - ou seja, funciona como excelente planta medicinal, ajuda a fortalecer a imunidade, tratar feridas e eliminar toxinas do corpo.

5. Dente-de-leão ajuda a tratar problemas digestivos e no fígado

Indicado para tratar problemas digestivos, o dente-de-leão é uma das PANCs mais comuns e pode ser usado de diferentes formas na cozinha - no preparo de chás, sucos, smoothies ou até mesmo saladas e omeletes. Essa planta é conhecida por ter uma beleza bem exótica, pois possui flores redondas e amarelas, com pétalas que voam com bastante facilidade. O grande diferencial do dente-de-leão é que ele possui propriedades digestivas e depurativas (ajuda a desintoxicar o fígado), é fonte de vitamina A e antioxidantes. Por isso, ele também ajuda a aumentar a imunidade e pode ser usado para fins medicinais.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Arginina: para que serve e onde encontrar

Arginina: para que serve e onde encontrar Arginina: para que serve e onde encontrar

As refeições diárias estão cheias de nutrientes essenciais e superimportantes que nem imaginamos, como é o caso da arginina! Essa substância está presente no...

> Leia mais
Barra de frutas: o que é e como consumir

Barra de frutas: o que é e como consumir Barra de frutas: o que é e como consumir

A barra de frutas é uma fonte de energia e tanto, principalmente em dias mais corridos! Incluir o alimento no cardápio é sinônimo de saúde e saciedade para o...

> Leia mais
Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Ótimo para preparar vitaminas, smoothies e incrementar saladas, o iogurte natural é um ingrediente bem nutritivo que ajuda a manter o organismo em...

> Leia mais
Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Você já conhece o sabor do patê de berinjela? Além de todos os benefícios que o alimento apresenta para o organismo, o legume também agrada o paladar de um...

> Leia mais
Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Em outras palavras, as pessoas que seguem esse cardápio diferenciado se adequam a uma dieta sem carboidrato. É uma...

> Leia mais
Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Conciliar um café da manhã saudável com uma rotina mais corrida não precisa ser um problema. Você sabia que existem opções nutritivas bem rápidas de...

> Leia mais
Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Muito usado no preparo de saladas, refogados, molhos (como o vinagrete), risotos e moquecas, o pimentão verde é um tipo de vegetal bem nutritivo e saboroso,...

> Leia mais
Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde? Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Para reduzir o consumo de carboidratos, muita gente prefere evitar pães (e outras massas) e dar preferência a receitas com tapioca nos lanches. Mas será que...

> Leia mais
Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Que tal fazer leite de castanha do Pará para aproveitar os benefícios da oleaginosa? É sempre bom ter opções diferentes de receitas para incluir na rotina...

> Leia mais
Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Quantas receitas com ervilha você conhece? E com ervilha congelada? Apesar da enorme praticidade que o legume apresenta, nem todos sabem como usá-lo no dia a...

> Leia mais