O que não pode comer no resguardo de cesárea? Nutricionista tira a dúvida

Durante o puerpério, é importante evitar alimentos muito gordurosos, frituras, fast foods e produtos ultraprocessados para auxiliar no processo de recuperação da mulher
Durante o puerpério, é importante evitar alimentos muito gordurosos, frituras, fast foods e produtos ultraprocessados para auxiliar no processo de recuperação da mulher
Natália Vignoli

Consultor:

Natália Vignoli

Nutricionista funcional e comportamental formada pelo Instituto de Metabolismo e Nutrição (IMEN), possui especialização em Nutrição Materna e Infantil

Tomar cuidados com a alimentação durante e após a gravidez é importante tanto para a saúde da mãe quanto do bebê. O puerpério, para quem não sabe, é um período de adaptação que se estende de 42 a 60 dias após o parto e requer uma maior atenção para que a mulher (principalmente quem passou por uma cesariana) se recupere de forma saudável. Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com a nutricionista Natália Vignoli, especializada em Nutrição Materna e Infantil, que falou sobre os alimentos que devem ser evitados nessa etapa de resguardo de cesárea.

Como deve ser a alimentação durante o resguardo de cesárea?

Para que a recuperação após o parto cesárea ocorra bem, é muito importante montar uma dieta balanceada com um nutricionista. Além de ter uma alimentação mais natural, com legumes, verduras, frutas e carnes magras, por exemplo, é muito importante evitar certas comidas que causam desconforto ou dificultam o processo de cicatrização. A nutricionista Natália Vignoli deu ótimas dicas para não cometer erros nesse período:

Evite alimentos remosos que atrapalham a cicatrização

A primeira dica para amenizar o período de puerpério é evitar alimentos remosos (como carnes muito gordurosas e frutos do mar), industrializados e frituras em excesso. Esse tipo de comida, além de prejudicar o processo de cicatrização do corte da cesárea, pode causar desconfortos no bebê - levando em conta que os nutrientes ingeridos passam para o leite produzido durante a amamentação.

Não coma alimentos que possam fermentar no organismo

De acordo com a nutricionista Natália Vignoli, uma dica importante é evitar alimentos que possam causar gases e, consequentemente, desconfortos maiores na região abdominal. "Com relação ao parto cesárea, acho que o melhor é evitar alimentos que acabem fermentando no organismo, principalmente por uma questão de desconforto. Depois da cesárea, a mulher recebe pontos e ocorre uma certa dor na região. Por isso, o ideal é evitar alimentos como brócolis, feijão, couve, batata-doce e nabo. Enfim, os que geram mais gases devem ser evitados para não ocorrer uma distensão abdominal. Mas, caso a mulher não tenha esse tipo de sensibilidade e digere bem os alimentos, talvez não haja essa necessidade", explica.

Evite bebidas alcoólicas e café em excesso

Durante o puerpério e todo o período de amamentação, é muito importante levar em conta que os alimentos consumidos refletem diretamente na produção do leite materno. A nutricionista destaca algumas bebidas e alimentos que devem ser cortados ou evitados ao máximo nessa fase. "Levando em conta que a mulher estará amamentando, também é importante evitar bebidas alcoólicas, café em excesso e outros alimentos que podem passar para o leite e causar cólicas no bebê", recomenda a especialista.

Coma alimentos ricos em proteínas e beba bastante água

Além de evitar certos tipos de comida, repousar e seguir todas as recomendações médicas, é necessário montar uma dieta saudável, natural e 100% voltada para o processo de recuperação da mulher. De acordo com Natália Vignoli, apostar em variedades de vegetais e no consumo de líquidos é o principal segredo para superar tudo de forma mais fácil.

"Durante o puerpério, é importante que a mulher tome bastante água, faça refeições fracionadas e frequentes, e tenha uma atenção maior com as proteínas, que são importantes para esse período de cicatrização. Carnes, frango, peixes, leguminosas (como feijão, grão-de-bico e ervilha, que devem ser deixados de molho antes do preparo), leite, iogurtes e queijos também são fontes de proteínas e de outros nutrientes importantes para esse período. O cálcio, por exemplo, é um elemento importante para a mulher que está produzindo leite e deve ser bem ajustado na dieta. Não deixe também de comer frutas, legumes e ter uma alimentação equilibrada", finaliza a nutricionista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que comer depois do jejum intermitente

O que comer depois do jejum intermitente O que comer depois do jejum intermitente

Quando feito de forma adequada e com acompanhamento nutricional, o jejum intermitente pode ajudar a desintoxicar o organismo e trazer outros benefícios (como...

> Leia mais
3 formas de preparar maionese vegana

3 formas de preparar maionese vegana 3 formas de preparar maionese vegana

Que tal conhecer algumas opções de maionese vegana para incluir no cardápio? Você pode aproveitar os benefícios e sabores de uma dieta sem alimentos de...

> Leia mais
Suco de couve: conheça os benefícios e 3 ideias para preparar

Suco de couve: conheça os benefícios e 3 ideias para preparar Suco de couve: conheça os benefícios e 3 ideias para preparar

Tomar suco verde detox todos os dias é ótimo para eliminar as impurezas do sangue, aumentar a imunidade e fornecer nutrientes para o organismo. A couve, em...

> Leia mais
Suflê de chuchu: 2 receitas fit

Suflê de chuchu: 2 receitas fit Suflê de chuchu: 2 receitas fit

O suflê de chuchu é o preparo perfeito para quem está de dieta, ainda mais se for feito com o Chuchu Orgânico Taeq! É um prato saboroso, pouco calórico,...

> Leia mais
Para que serve o ômega 3

Para que serve o ômega 3 Para que serve o ômega 3

Encontrado em diferentes peixes (salmão, cavala, atum, sardinha, arenque), castanhas e sementes, o ômega 3 é um tipo de ácido graxo essencial (uma gordura...

> Leia mais
Café faz bem: 7 benefícios da bebida

Café faz bem: 7 benefícios da bebida Café faz bem: 7 benefícios da bebida

Tomar café regularmente de forma moderada (no máximo, 3 xícaras por dia) pode trazer uma série de benefícios para a saúde, sabia? Isso porque a bebida é...

> Leia mais
Arginina: para que serve e onde encontrar

Arginina: para que serve e onde encontrar Arginina: para que serve e onde encontrar

As refeições diárias estão cheias de nutrientes essenciais e superimportantes que nem imaginamos, como é o caso da arginina! Essa substância está presente no...

> Leia mais
Barra de frutas: o que é e como consumir

Barra de frutas: o que é e como consumir Barra de frutas: o que é e como consumir

A barra de frutas é uma fonte de energia e tanto, principalmente em dias mais corridos! Incluir o alimento no cardápio é sinônimo de saúde e saciedade para o...

> Leia mais
Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Ótimo para preparar vitaminas, smoothies e incrementar saladas, o iogurte natural é um ingrediente bem nutritivo que ajuda a manter o organismo em...

> Leia mais
Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Você já conhece o sabor do patê de berinjela? Além de todos os benefícios que o alimento apresenta para o organismo, o legume também agrada o paladar de um...

> Leia mais