O que fazer quando come demais e passa mal? Veja dicas para se sentir melhor

Caso ocorra de exagerar na comida, a nutricionista recomenda tomar chás digestivos, como o de hortelã, camomila, boldo ou espinheira santa
Caso ocorra de exagerar na comida, a nutricionista recomenda tomar chás digestivos, como o de hortelã, camomila, boldo ou espinheira santa
Patrícia Bertoni Brotherhood

Consultor:

Patrícia Bertoni Brotherhood

Formada em Nutrição pela UNIRIO, é especializada em Gestão de Qualidade e Segurança de Alimentos

Exagerar demais na comida ou se alimentar de forma rápida pode desencadear problemas no aparato gastrointestinal, como azia, náusea, dor e dilatação abdominal. Por isso, é muito importante montar sempre pratos equilibrados (preferencialmente coloridos), sem abusar muito nas quantidades. Mas o que fazer quando se come demais e passa mal em seguida? Existem chás medicinais e truques que podem amenizar esse tipo de problema? Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com a nutricionista Patrícia Brotherhood, que deu ótimas dicas de como tratar mal-estar após exagerar na comida. Confira!

Afinal, o que fazer quando come demais para aliviar o mal-estar?

De acordo com a nutricionista, o mais importante é tentar ao máximo ter uma dieta equilibrada e tomar cuidado com o cardápio que seleciona diariamente. "A digestão começa desde a escolha dos alimentos, pois você é o que você absorve", afirma a profissional. Ainda assim, vale lembrar que existem meios de amenizar náusea, azia e dor de estômago após exagerar na comida. Confira as principais dicas:

Aposte em chás digestivos

"Tome algum chá digestivo, como o de hortelã, espinheira santa, camomila e boldo. O de hortelã, por exemplo, é antiemético (combate a náusea) e auxilia bastante no funcionamento intestinal. O de espinheira santa, por sua vez, tem efeito sobre a produção do ácido clorídrico no estômago, auxiliando no tratamento da gastrite. A camomila é digestiva, espasmolítica e calmante. Já o boldo auxilia na digestão de gorduras e melhora desconto de gases", recomenda.

Faça um shot de limão digestivo

Outra dica que a nutricionista destaca é apostar em misturas (em especial com frutas cítricas) que auxiliam no processo de digestão. "Faça um shot digestivo: esprema meio limão, misture com ½ colher de chá de gengibre e 50 ml de água. Outra dica interessante é comer uma maçã", sugere Patrícia.

Evite tomar café, refrigerantes e alimentos muito gordurosos

Além de tomar chás ou shots digestivos, outra dica importante é evitar certos alimentos que possam sobrecarregar o sistema digestivo e contribuir para a formação de gases, por exemplo. "Evite tomar café, refrigerantes, gorduras e frituras, vinagre (ou produtos em conserva que usam vinagre), chocolate e bebidas alcoólicas", destaca a nutricionista.

Tenha atenção com a mastigação e a velocidade que come

Para evitar que esse tipo de problema se repita, é importante ter atenção nas próximas refeições - principalmente quanto aos alimentos consumidos, à velocidade e à mastigação, para facilitar, dessa forma, o processo digestivo. "Tenha atenção à velocidade que come, pois você pode estar ingerindo ar ao comer e falar ao mesmo tempo. Lembre-se de mastigar bem. Essa é uma etapa fundamental para a boa digestão. Outra dica importante é evitar refeições muito volumosas e líquidos junto às refeições. Após comer, evite deitar em seguida, se for inevitável, fique virado para o lado esquerdo (por conta da posição do estômago)", explica a profissional

Observe a constância dos sintomas e procure atendimento médico

Caso você perceba que o mal-estar pós-refeição vem se repetindo frequentemente, de forma regular, é muito importante tomar certos cuidados e procurar ajuda, ok? A nutricionista destaca que certos sintomas podem ser indícios de problemas maiores e devem ser investigados.

"Tente observar após que tipo de refeição esses sinais costumam aparecer, se são eventuais ou constantes. E atente-se para descobrir se algum alimento parece piorar o quadro. Observe se há outros sintomas: fezes alteradas, dor de cabeça ou alergias. Vale lembrar que intolerâncias alimentares, alergias, doenças inflamatórias, disbiose (desequilíbrio de bactérias no estômago ou intestino) e várias outras patologias podem desencadear sintomas gastrointestinais. Por isso, caso o problema seja constante, procure um médico gastroenterologista para o diagnóstico correto. Não se esqueça de também procurar a ajuda de um nutricionista para avaliar seus hábitos alimentares", finaliza Patrícia.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Limão faz mal pro fígado? Descubra em que momentos evitá-lo

Limão faz mal pro fígado? Descubra em que momentos evitá-lo Limão faz mal pro fígado? Descubra em que momentos evitá-lo

Você já ouviu falar que o limão faz mal para o fígado? Este citrino costuma ser classificado como vilão quando se trata de problemas digestivos. Por ser um...

> Leia mais
Dieta para pangastrite: 5 alimentos para quem sofre com essa inflamação

Dieta para pangastrite: 5 alimentos para quem sofre com essa inflamação Dieta para pangastrite: 5 alimentos para quem sofre com essa inflamação

Crises de pangastrite podem ser um pesadelo para aqueles que sofrem com a inflamação. Felizmente, uma boa seleção dos alimentos para o cardápio é uma ótima...

> Leia mais
Meu kefir não cresce! Aprenda a reverter esse quadro

Meu kefir não cresce! Aprenda a reverter esse quadro Meu kefir não cresce! Aprenda a reverter esse quadro

Muito indicado para melhorar o trânsito intestinal e acelerar o metabolismo, o kefir é uma bebida probiótica (feita com bactérias boas, leite ou água +...

> Leia mais
Guabiroba é uma fruta brasileira! Conheça os seus benefícios

Guabiroba é uma fruta brasileira! Conheça os seus benefícios Guabiroba é uma fruta brasileira! Conheça os seus benefícios

Encontrada no Cerrado brasileiro, principalmente no interior de Goiás, a guabiroba é uma fruta redonda, de polpa doce, suculenta e rica em compostos...

> Leia mais
As frutas com K que vão te ajudar a variar na dieta

As frutas com K que vão te ajudar a variar na dieta As frutas com K que vão te ajudar a variar na dieta

Para ter uma dieta rica em vitaminas A, C, fibras, antioxidantes e minerais, é muito importante incluir diferentes frutas no cardápio - cítricas, não ácidas,...

> Leia mais
5 receitas para fazer em casal perfeitas para o Dia dos Namorados

5 receitas para fazer em casal perfeitas para o Dia dos Namorados 5 receitas para fazer em casal perfeitas para o Dia dos Namorados

Preparar um jantar romântico à luz de velas é o programa perfeito para curtir o Dia dos Namorados. Cozinhar em casal enquanto escuta música, ainda por cima,...

> Leia mais
O que é rutina? Saiba para que serve a vitamina P

O que é rutina? Saiba para que serve a vitamina P O que é rutina? Saiba para que serve a vitamina P

Você pode não saber, mas a vitamina P provavelmente já faz parte da sua alimentação! Apesar de não ser tão famosa quanto as outras vitaminas, a rutina é...

> Leia mais
Os 4 C's da felicidade e como aplicá-los

Os 4 C's da felicidade e como aplicá-los Os 4 C's da felicidade e como aplicá-los

Viajar, escutar música, dançar, se exercitar, encontrar os amigos... Existem pequenos hábitos e momentos que trazem uma sensação plena de felicidade, não é...

> Leia mais
Para que serve a vitamina B6? 8 alimentos ricos no nutriente bons para a saúde

Para que serve a vitamina B6? 8 alimentos ricos no nutriente bons para a saúde Para que serve a vitamina B6? 8 alimentos ricos no nutriente bons para a saúde

Pertencente ao grupo das vitaminas do complexo B, a piridoxina (vitamina B6) é um micronutriente importante para o funcionamento do metabolismo celular e do...

> Leia mais
Como torrar gergelim sem que ele queime

Como torrar gergelim sem que ele queime Como torrar gergelim sem que ele queime

Você já tentou preparar gergelim tostado para incrementar suas receitas, mas quando se deu conta as sementes já estavam queimadas? O gergelim faz parte de...

> Leia mais