O que fazer quando come demais e passa mal? Veja dicas para se sentir melhor

Caso ocorra de exagerar na comida, a nutricionista recomenda tomar chás digestivos, como o de hortelã, camomila, boldo ou espinheira santa
Caso ocorra de exagerar na comida, a nutricionista recomenda tomar chás digestivos, como o de hortelã, camomila, boldo ou espinheira santa
Patrícia Bertoni Brotherhood

Consultor:

Patrícia Bertoni Brotherhood

Formada em Nutrição pela UNIRIO, é especializada em Gestão de Qualidade e Segurança de Alimentos

Exagerar demais na comida ou se alimentar de forma rápida pode desencadear problemas no aparato gastrointestinal, como azia, náusea, dor e dilatação abdominal. Por isso, é muito importante montar sempre pratos equilibrados (preferencialmente coloridos), sem abusar muito nas quantidades. Mas o que fazer quando se come demais e passa mal em seguida? Existem chás medicinais e truques que podem amenizar esse tipo de problema? Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com a nutricionista Patrícia Brotherhood, que deu ótimas dicas de como tratar mal-estar após exagerar na comida. Confira!

Afinal, o que fazer quando come demais para aliviar o mal-estar?

De acordo com a nutricionista, o mais importante é tentar ao máximo ter uma dieta equilibrada e tomar cuidado com o cardápio que seleciona diariamente. "A digestão começa desde a escolha dos alimentos, pois você é o que você absorve", afirma a profissional. Ainda assim, vale lembrar que existem meios de amenizar náusea, azia e dor de estômago após exagerar na comida. Confira as principais dicas:

Aposte em chás digestivos

"Tome algum chá digestivo, como o de hortelã, espinheira santa, camomila e boldo. O de hortelã, por exemplo, é antiemético (combate a náusea) e auxilia bastante no funcionamento intestinal. O de espinheira santa, por sua vez, tem efeito sobre a produção do ácido clorídrico no estômago, auxiliando no tratamento da gastrite. A camomila é digestiva, espasmolítica e calmante. Já o boldo auxilia na digestão de gorduras e melhora desconto de gases", recomenda.

Faça um shot de limão digestivo

Outra dica que a nutricionista destaca é apostar em misturas (em especial com frutas cítricas) que auxiliam no processo de digestão. "Faça um shot digestivo: esprema meio limão, misture com ½ colher de chá de gengibre e 50 ml de água. Outra dica interessante é comer uma maçã", sugere Patrícia.

Evite tomar café, refrigerantes e alimentos muito gordurosos

Além de tomar chás ou shots digestivos, outra dica importante é evitar certos alimentos que possam sobrecarregar o sistema digestivo e contribuir para a formação de gases, por exemplo. "Evite tomar café, refrigerantes, gorduras e frituras, vinagre (ou produtos em conserva que usam vinagre), chocolate e bebidas alcoólicas", destaca a nutricionista.

Tenha atenção com a mastigação e a velocidade que come

Para evitar que esse tipo de problema se repita, é importante ter atenção nas próximas refeições - principalmente quanto aos alimentos consumidos, à velocidade e à mastigação, para facilitar, dessa forma, o processo digestivo. "Tenha atenção à velocidade que come, pois você pode estar ingerindo ar ao comer e falar ao mesmo tempo. Lembre-se de mastigar bem. Essa é uma etapa fundamental para a boa digestão. Outra dica importante é evitar refeições muito volumosas e líquidos junto às refeições. Após comer, evite deitar em seguida, se for inevitável, fique virado para o lado esquerdo (por conta da posição do estômago)", explica a profissional

Observe a constância dos sintomas e procure atendimento médico

Caso você perceba que o mal-estar pós-refeição vem se repetindo frequentemente, de forma regular, é muito importante tomar certos cuidados e procurar ajuda, ok? A nutricionista destaca que certos sintomas podem ser indícios de problemas maiores e devem ser investigados.

"Tente observar após que tipo de refeição esses sinais costumam aparecer, se são eventuais ou constantes. E atente-se para descobrir se algum alimento parece piorar o quadro. Observe se há outros sintomas: fezes alteradas, dor de cabeça ou alergias. Vale lembrar que intolerâncias alimentares, alergias, doenças inflamatórias, disbiose (desequilíbrio de bactérias no estômago ou intestino) e várias outras patologias podem desencadear sintomas gastrointestinais. Por isso, caso o problema seja constante, procure um médico gastroenterologista para o diagnóstico correto. Não se esqueça de também procurar a ajuda de um nutricionista para avaliar seus hábitos alimentares", finaliza Patrícia.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Mel ou melado de cana? Conheça os benefícios e formas de usar esses ingredientes

Mel ou melado de cana? Conheça os benefícios e formas de usar esses ingredientes Mel ou melado de cana? Conheça os benefícios e formas de usar esses ingredientes

As diferenças entre mel e melado de cana vão além da maneira como os ingredientes são produzidos, viu? Ambos são ótimas alternativas ao açúcar cristal para...

> Leia mais
Natação: saiba o que comer antes e depois do treino para aproveitar benefícios

Natação: saiba o que comer antes e depois do treino para aproveitar benefícios Natação: saiba o que comer antes e depois do treino para aproveitar benefícios

A natação é um esporte aquático muito famoso ao redor do mundo. A prática física acontece majoritariamente em piscinas e é considerada uma atividade...

> Leia mais
Mitos e verdades sobre comida congelada: veja a opinião de uma nutricionista

Mitos e verdades sobre comida congelada: veja a opinião de uma nutricionista Mitos e verdades sobre comida congelada: veja a opinião de uma nutricionista

Comida congelada e saudável existe e pode ser muito bem aproveitada no dia-a-dia! Apesar dos mitos a respeito dos produtos conservados no freezer, é fato que...

> Leia mais
Suco de limão: os benefícios e 3 versões para fazer em casa

Suco de limão: os benefícios e 3 versões para fazer em casa Suco de limão: os benefícios e 3 versões para fazer em casa

Suco de limão é aquela opção refrescante para quem quer hidratar o corpo e garantir boas doses de energia para o organismo! No verão e em qualquer outra...

> Leia mais
Comida mediterrânea: 4 novas receitas para seu cardápio

Comida mediterrânea: 4 novas receitas para seu cardápio Comida mediterrânea: 4 novas receitas para seu cardápio

Quer dar uma diferenciada no cardápio no fim de semana? A comida mediterrânea é uma opção saudável para curtir uma noite de receitas estrangeiras com a...

> Leia mais
Benefícios do brócolis: 5 razões para comer mais esse vegetal

Benefícios do brócolis: 5 razões para comer mais esse vegetal Benefícios do brócolis: 5 razões para comer mais esse vegetal

Dentre os vegetais, a lista de benefícios do brócolis é uma das mais extensas! O legume é supernutritivo e oferece muita versatilidade para as refeições...

> Leia mais
Suco de caixinha não é tudo igual! Nutricionista ensina como escolher

Suco de caixinha não é tudo igual! Nutricionista ensina como escolher Suco de caixinha não é tudo igual! Nutricionista ensina como escolher

Você já deve ter ouvido falar que suco de caixinha faz mal, não é? Assim como diversos produtos vendidos no mercado e consumidos na rotina alimentar, existem...

> Leia mais
Lanches saudáveis: o que levar para comer na praia

Lanches saudáveis: o que levar para comer na praia Lanches saudáveis: o que levar para comer na praia

Ter lanches saudáveis na bolsa é sempre uma boa ideia para quem quer curtir um dia ensolarado com toda a família na praia. Além de ser mais econômica, essa é...

> Leia mais
Quais os benefícios da maçã e 4 motivos para comer a fruta desidratada

Quais os benefícios da maçã e 4 motivos para comer a fruta desidratada Quais os benefícios da maçã e 4 motivos para comer a fruta desidratada

Você sabe quais os benefícios da maçã? E no caso da maçã desidratada, o que você sabe sobre o alimento? A primeira coisa a se dizer é que as frutas...

> Leia mais
Óleo de coco x azeite: qual o óleo mais saudável?

Óleo de coco x azeite: qual o óleo mais saudável? Óleo de coco x azeite: qual o óleo mais saudável?

Entre óleo de coco e azeite, qual você prefere? É possível que você já tenha se perguntado qual o óleo mais saudável, pois essa questão é bem comum para quem...

> Leia mais