O que é Nutrição Funcional? Entenda os efeitos dos alimentos no seu organismo!

Conheça os cinco princípios básicos da Nutrição Clínica Funcional, e os benefícios para o corpo
Conheça os cinco princípios básicos da Nutrição Clínica Funcional, e os benefícios para o corpo
Caroline Codonho

Consultor:

Caroline Codonho

Formada no Centro Universitário São Camilo, tem 3 pós-graduações: Saúde da Família e Comunidade (IEP Albert Einstein), Fisiologia e Metabolismo Aplicados a Nutrição e Atividade Física (ICB-USP) e Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia (VP/ UNICSUL)

Mente sã, corpo são. Seguindo a necessidade atual da sociedade, em equilibrar a correria do dia a dia com uma melhor qualidade vida, um método alimentar ganha cada vez mais notoriedade e adeptos no mundo: a nutrição funcional. De forma dinâmica, o conceito do tratamento foge das linhas tradicionais utilizadas, para abordar e prevenir, de maneira "mais humana"- focada em cada indivíduo- complexas disfunções crônicas que geram malefícios à saúde.

Criada, em 1990, pelo médico Jeffrey Bland, idealizador do Instituto para Medicina Funcional (IMF), nos EUA, a nutrição funcional consiste na interação entre todos os sistemas do corpo, incluindo as relações que existem entre o funcionamento físico e aspectos psicológicos, através de um olhar específico sobre cada pessoa, muitas vezes motivadas pela inadequação da qualidade da nossa alimentação, da qualidade do ar que respiramos, da água que bebemos, do sedentarismo e alterações emocionais que passamos, sobretudo a depressão.

"Quando comparada à nutrição tradicional, a funcional é um método um pouco diferente, pois trabalha com individualidade bioquímica e os efeitos dos alimentos no organismo de cada um, sendo mais abrangente do que apenas estabelecer planejamentos alimentares baseados em contagem de calorias. Esta maneira de conduzir a nutrição tem demonstrado resultados ainda mais positivos na saúde, por produzir melhoras no organismo como um todo", disse a nutricionista Caroline Codonho, especializada na área funcional, explicando os procedimentos do tratamento numa dieta alimentar.

"A proposta da reeducação alimentar funcional é baseada numa dieta anti-inflamatória. Quando estamos inflamados temos dificuldade de perder peso, o intestino não funciona aparecem as celulites, aumenta o colesterol, aumenta estresse e por aí vai, um desequilíbrio global!", enfatizou a nutricionista.

No Brasil – Apesar de ser relativamente nova no Brasil, chegou em 2003 com os primeiros programas de pós-graduação, a nutrição funcional logo foi colocada como uma das principais opções para profissionais da área, tanto que, o país tem hoje o maior projeto mundial de formação de especialistas na área. Já são mais de 3 mil profissionais nutricionistas pós-graduados e outros tantos em formação.

A Nutrição Clínica Funcional possui cinco princípios básicos:

1) Individualidade bioquímica: Grande parte da expressão de nossos genes depende do meio ambiente, por isso, a nutrição funcional busca a interação de cada genética, alimentação e dos elementos ambientais (toxinas, poluentes, estresse mental, atividade física) para "modular" nossos genes, inibindo aqueles associados à doenças, para elevar os associados à saúde.

2) Tratamento centrado no paciente: O método é direcionado ao paciente e não a doença, ao oposto da medicina tradicional. Torna-se mais importante saber que paciente tem a doença do que saber qual doença o paciente tem. O indivíduo é abordado como um todo, um conjunto de sistemas que se inter-relacionam e que sofrem influências de fatores ambientais, emocionais, alimentares, patológicas, uso de medicamentos, hábitos de vida e atividade física.

3) Equilíbrio nutricional e biodisponibilidade de nutrientes: Se torna importante a oferta de nutrientes em quantidades adequadas e em equilíbrio com todos os outros, para que haja otimização da sua absorção e aproveitamento pelas células.

4) Inter-relações com fatores fisiológicos: Todas as funções do nosso corpo estão interligadas. A teia da nutrição funcional considera a inter-relação mútua de todos os processos bioquímicos internos, de forma que uma influência no outro, gerando desordens que abrangem os diversos sistemas, corrigindo a causa em vez de apenas os sintomas genéricos.

5) Saúde como vitalidade positiva: Saúde não é meramente a ausência de doenças, e sim o resultado de diversas relações entre os sistemas orgânicos, por isso analisa-se os sinais e sintomas físicos, mentais e emocionais que podem estar nas bases dos problemas apresentados.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde 4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

Que as frutas são essenciais para uma alimentação saudável, todo mundo já sabe. Algumas delas, inclusive, como a banana, o maracujá e a manga, possuem...

> Leia mais
Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Quem tem alergia ou intolerância à lactose precisa tomar diversos cuidados com a dieta - tais como seguir um plano alimentar rígido e olhar sempre com...

> Leia mais
Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Além de ser uma flor bem bonita e aromática, o jasmim é fonte de antioxidantes e diferentes propriedades medicinais, sendo muito indicado para o preparo de...

> Leia mais
Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Muito usado na culinária japonesa, o kani kama é um alimento feito à base de frutos do mar que pode ser servido com arroz, macarrão ou até como...

> Leia mais
Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Conhecido como uma modalidade esportiva de areia, o futevôlei faz um enorme sucesso nas praias cariocas e ao redor do mundo. Criado por volta de 1960 no Rio...

> Leia mais
O que é picles e como fazer essa conserva

O que é picles e como fazer essa conserva O que é picles e como fazer essa conserva

Usado no preparo de saladas, sanduíches e outras receitas, o picles nada mais é do que uma forma de preparar e consumir legumes e vegetais, reaproveitando os...

> Leia mais
Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Que tal experimentar frutas de diferentes espécies para ampliar o cardápio e preparar novas receitas? No Brasil, existem milhares de opções nativas e...

> Leia mais
Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais
Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Embora tenha apenas 0,1 gramas de açúcar por porção, o arroz é um alimento caracteristicamente conhecido por influenciar no aumento da glicose. Por isso,...

> Leia mais