O que é intolerância à galactose e como evitar o consumo da substância

Intolerância à galactose (ou galactosemia) deve ser tratada através de uma dieta restritiva, sem o consumo de leites e derivados, por exemplo
Intolerância à galactose (ou galactosemia) deve ser tratada através de uma dieta restritiva, sem o consumo de leites e derivados, por exemplo
Cristiane Coronel

Consultor:

Cristiane Coronel

Nutricionista Graduada pelo Centro Universitário de Brasília e pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul

Muita gente já ouviu falar em intolerância ao glúten ou à lactose, que são problemas mais comuns, que causam sintomas como dor, inchaço, enjoo, diarreia e até alterações no humor. Mas você já ouviu falar na intolerância à galactose (ou galactosemia)? Apesar de ser mais raro, esse problema pode causar sintomas graves e deve ser tratado corretamente. Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com a nutricionista Cristiane Coronel, que esclareceu pontos importantes sobre a galactosemia. Confira!

Galactosemia consiste na deficiência do organismo em metabolizar a galactose

De acordo com a nutricionista Cristiane Coronel, a galactosemia ocorre da mesma forma que outras intolerâncias. Ou seja, o organismo tem dificuldade de quebrar e digerir certa substância (neste caso, a galactose).

"Galactosemia é uma doença genética que se caracteriza pela deficiência do organismo em converter a galactose (um açúcar monossacarídeo proveniente da "quebra" da lactose), em glicose (um outro tipo de açúcar). A produção enzimática para este processo não ocorre corretamente, causando uma série de sintomas provenientes da toxicidade da galactose não metabolizada - como dificuldade de ganhar peso (no caso de bebês), náuseas, vômitos, pele e olhos amarelados (icterícia), irritabilidade, convulsões e aumento do volume do fígado (hepatomegalia)", explica a profissional.

Vale destacar que, por ser uma deficiência congênita, a intolerância à galactose precisa ser tratada desde cedo. Assim, é possível evitar ao máximo os sintomas e garantir o controle do problema. "Caso os pais tenham galactosemia, seus filhos terão 25% de chance de nascer com o mesmo problema - que pode ser diagnosticado através do teste do pezinho. A doença sem tratamento pode causar problemas nos rins, fígado, olhos e no sistema nervoso central do bebê", afirma a nutricionista.

É importante cortar leites, derivados e outros alimentos da dieta

Para tratar a galactosemia, a primeira coisa que você precisa fazer é tomar certos cuidados com a alimentação, cortando todos os alimentos fontes de galactose. De acordo com a nutricionista Cristiane Coronel, é importante montar uma dieta bem restrita, balanceada e sem os seguintes alimentos/ nutrientes:

- Leites, queijos, iogurtes, coalhadas, requeijão, creme de leite;

- Manteigas e margarinas que contenham leite como ingrediente;

- Sorvete;

- Chocolate;

- Molho de soja fermentado;

- Grão-de-bico;

- Vísceras de animais: rins, coração, fígado;

- Carnes processadas ou enlatadas, como salsichas e atum, pois normalmente contêm leite ou proteínas do leite como ingrediente;

- Proteína hidrolisada do leite, normalmente encontrada em carnes e peixes enlatados, e em suplementos proteicos;

- Caseína (proteína do leite adicionada em alguns alimentos como sorvete e iogurte de soja);

- Suplementos proteicos à base de leite, como lactoalbumina e caseinato de cálcio;

- Glutamato monossódico: aditivo utilizado em produtos industrializados como molho de tomate e hambúrguer.

Por fim, a nutricionista dá uma boa dica para não correr o risco de consumir galactose sem querer no dia a dia: "Como a galactose pode estar presente em ingredientes utilizados na fabricação de produtos industrializados, deve-se olhar o rótulo para conferir a presença ou não da galactose. Além disso, alimentos como feijão, ervilha, lentilha e grãos de soja devem ser ingeridos com moderação, pois contêm pequenas quantidades de galactose", finaliza Cristiane.

Mais noticias com...
Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios

Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios

Você sabe o que é Nigella sativa? Também conhecido como cominho preto, a planta famosa por virar tempero faz parte de diversas receitas para uma alimentação...

> Leia mais
Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida

Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida

Você já deve ter pesquisado como tomar vinagre de maçã para emagrecer, certo? Afinal, dizem por aí que tomar uma colher de vinagre de maçã em jejum traz...

> Leia mais
8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia

8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia 8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia

Você conhece os alimentos que tiram o sono e são considerados os inimigos de quem sofre com insônia? Não sei se você já parou para pensar que a dificuldade...

> Leia mais
O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

Espécie nativa da Caatinga, Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica, a pitomba, também chamada de olho de boi, é o fruto da pitombeira (Talisia esculenta) - uma...

> Leia mais
Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Quando se trata de escolher um tipo de açúcar mais saudável para incluir no cardápio, faz todo sentido recorrer ao demerara. Considerado uma versão mais...

> Leia mais
Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Você sabia que existem alimentos que causam gases quando consumidos de forma excessiva (ou preparados de forma equivocada)? As leguminosas, em especial,...

> Leia mais
Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

É comum que alimentos orgânicos apresentem variações em tamanho e cor quando vamos às compras no mercado, mas você sabia que existem diferentes tipos de...

> Leia mais
Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Você sabe o que é síndrome do pânico e quais sintomas esse transtorno causa? Caracterizado por crises de ansiedade, que provocam uma forte sensação de medo e...

> Leia mais
Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC

Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC

Que tal incluir PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) no seu cardápio diário? Existem folhas, flores e diferentes vegetais que pouca gente conhece,...

> Leia mais
Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Que tal uma receita de pão de tapioca caseiro para incluir na sua dieta sem glúten? Boa parte da culinária brasileira é baseada em derivados do trigo. Pães,...

> Leia mais