O que é endorfina? Aprenda 6 formas de estimular esse hormônio no organismo

A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!

Felicidade, bem-estar, prazer, bom humor... Endorfina! Embora seja sempre relacionada às questões físicas e às prática esportivas, ela também pode aparecer em outras atividades normais da rotina. Por isso, conheça o seu corpo. Veja algumas maneiras de aumentar os efeitos desse hormônio no nosso organismo e como estimular a substância de forma natural e saudável.

Durante e após a prática de uma atividade física, a sensação de bem-estar logo aparece quase que instantaneamente. Esse sentimento se dá pela produção da endorfina, um hormônio natural produzido pelas reações do nosso cérebro. Segundo a nutricionista esportiva Carolina Xavier, a endorfina possui um efeito e analgésico, aliviando as tensões musculares, controlando a dor e regulando a liberação de outras substâncias importantes para o bom funcionamento do organismo:

"Endorfina é um neuro-hormônio produzido no organismo pela glândula chamada hipófise. O nome significa que endo(interno) mais morfina(analgésico). Ela é liberada para o sangue juntamente com outros hormônios como o GH (hormônio do crescimento) e o ACTH (hormônio adrenocorticotrófico) que estimula a produção de adrenalina e cortisol. A substância também atua no humor, amenizando o estresse, ansiedade e depressão", explica a profissional destacando algumas maneiras de aumentar a produção do hormônio no organismo:

6 maneiras saudáveis de produzir endorfina

Além da principal forma, que é a prática regular de atividades físicas, outras atividades prazerosas também podem ajudar na liberação da endorfina. As práticas vão desde um simples sorriso ao contato com a natureza, confira:

1 - Comer: A ingestão de alimentos que te deixam alegres, seja uma comida da sua avó, um tablete de chocolate ou seu prato favorito também favorece a liberação do hormônio. Isso acontece porque ingerimos alimentos que nos trazem lembranças boas e ainda proporcionam bem-estar, fazendo com que nosso cérebro libere a endorfina.

2 - Dar e receber carinhos: Beijos, abraços, carícias... não tem quem não goste! Por isso, quando nos sentimos amados ou transmitimos esse sentimento a outrem, liberamos bons níveis do hormônio do prazer e da alegria. Afinal, é impossível não se sentir bem quando estamos perto de quem amamos, não é?.

3 - Sorrir: Dar boas gargalhadas, se divertir ou contar uma piada entre os amigos torna o dia mais leve e menos estressante! Por isso, uma simples risada no meio do seu dia pode também colaborar com a liberação de endorfina do nosso cérebro, trazendo a sensação de felicidade e bem-estar.

4 - Ter relações sexuais: A intimidade, a troca de carícias, o próprio ato sexual faz com que nos sintamos bem, amados e quistos! Durante e após o sexo, a endorfina é liberada, melhorando quase que instantaneamente o nosso humor, diminuindo as tensões do dia a dia e consequentemente reduzindo os efeitos do estresse no nosso corpo.

5 - Entrar em contato com a natureza: Em um passeio no parque, um mergulho no mar ou uma caminhada perto de árvores e flores, já notou como o nosso humor muda? A natureza tem o dom de acalmar, relaxar e trazer boas sensações para o nosso dia, todo esse sentimento causado atua na liberação do hormônio no organismo, trazendo essa sensação de leveza e tranquilidade.

6 - Receber uma massagem: Relaxar, abstrair os problemas e apenas sentir os movimentos das mãos e do toque no nosso corpo. Tirar as tensões dos músculos, pensar em coisas boas e assim, tornar a massagem mais um álibi para a produção da endorfina, trazendo a sensação de bem-estar, reduzindo o estresse e acalmando nossos dias.

A falta da endorfina: O que pode causar?

Segundo a nutricionista Carolina Xavier, quando os níveis do hormônio estão baixos, alguns sintomas podem ser logo notados: "Pode causar dependência e as sensações desagradáveis como desconforto, irritabilidade, ansiedade, depressão e alteração de humor podem ocorrer em praticantes que deixaram de se exercitar, por exemplo. É um quadro similar a síndrome de abstinência causada por algumas drogas ao terem seu consumo interrompido abruptamente", explica a profissional.

Sem exageros - Principalmente para os praticantes de exercícios físicos, a nutricionista alerta: "Não existe um tempo de exercício pré-determinado a partir do qual a endorfina começa a ser liberada mais intensamente. Por isso deve ter um cuidado para não exagerar no exercício que pode sobrecarregar o corpo", finaliza.

*A nutricionista Carolina Xavier é pós graduada em nutrição esportiva e estética e maiores dicas e informações podem ser conferidas no seu blog: www.transbordesaude.com

Mais noticias com...
Receitas:
Chocolate
Ver Mais

Últimas Matérias

Toppings de açaí: 5 combinações saudáveis que você precisa experimentar

Toppings de açaí: 5 combinações saudáveis que você precisa experimentar Toppings de açaí: 5 combinações saudáveis que você precisa experimentar

Nos dias mais quentes do ano bate aquela vontade de tomar algo refrescante, né? O açaí, por exemplo, é o carro-chefe quando se tratar de aliviar o calor. E a...

> Leia mais
Dia Nacional do Café: entenda como a cafeína funciona no nosso corpo

Dia Nacional do Café: entenda como a cafeína funciona no nosso corpo Dia Nacional do Café: entenda como a cafeína funciona no nosso corpo

Para os amantes de cafeína, todo 24 de maio tem um quê especial, sabia? Isso porque nele é celebrado o Dia Nacional do Café - aquela bebidinha dos deuses que...

> Leia mais
Granola salgada: como preparar e usar esse lanche nutritivo no dia a dia

Granola salgada: como preparar e usar esse lanche nutritivo no dia a dia Granola salgada: como preparar e usar esse lanche nutritivo no dia a dia

Muitas pessoas conhecem a versão doce da granola - composta, geralmente, por um mix de cereais, como flocos de aveia, de arroz, nozes, castanhas, mel e...

> Leia mais
6 receitas com caqui que vão turbinar o seu sistema imunológico

6 receitas com caqui que vão turbinar o seu sistema imunológico 6 receitas com caqui que vão turbinar o seu sistema imunológico

Você já deve ter experimentado (ou ao menos visto) receitas com caqui - uma frutinha redonda e com um sabor bem docinho. Tem gente que até tem um pé dessa...

> Leia mais
Cozinha sem traça: como prevenir e combater as larvas nos cereais

Cozinha sem traça: como prevenir e combater as larvas nos cereais Cozinha sem traça: como prevenir e combater as larvas nos cereais

Você já deve ter se deparado com as traças em algum lugar da cozinha - nas paredes, nos armários ou até mesmo no interior de sacos de feijão, arroz e...

> Leia mais
Sem tempo para cozinhar? Veja 7 opções de almoço que ficam prontas em 20 minutos

Sem tempo para cozinhar? Veja 7 opções de almoço que ficam prontas em 20 minutos Sem tempo para cozinhar? Veja 7 opções de almoço que ficam prontas em 20 minutos

Para quem vive na correria do dia a dia e não tem muito tempo para cozinhar, uma das melhores coisas é aprender a fazer pratos rápidos. No entanto, muitos...

> Leia mais
5 alimentos que causam afta para comer sem exageros

5 alimentos que causam afta para comer sem exageros 5 alimentos que causam afta para comer sem exageros

Muita gente acha que as aftas são causadas apenas por machucados ou mordidas acidentais nos lábios. Só que a alimentação tem muito a ver com esse problema,...

> Leia mais
Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa

Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa

Receber os amigos em casa é sempre algo divertido, né? Mas para que o encontro seja ainda mais agradável, nada melhor que preparar um lanchinho ou uma mesa...

> Leia mais
5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar

5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar 5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar

A chegada do outono é sempre gostosa, né? A estação traz consigo uma temperatura mais amena e um climinha ótimo para fazer um pouco de tudo - ficar em casa...

> Leia mais
Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Você já ouviu falar no abrótano? De nome científico Artemisia abrotanum, essa planta medicinal é muito usada no preparo de chás. Ela é originária da Ásia,...

> Leia mais