O que é diabetes gestacional e como evitá-la através da alimentação

Para evitar a diabetes gestacional através da alimentação, o ideal é seguir um cardápio rico em vegetais, hortaliças e legumes
Para evitar a diabetes gestacional através da alimentação, o ideal é seguir um cardápio rico em vegetais, hortaliças e legumes
Liliam Teixeira Francisco

Consultor:

Liliam Teixeira Francisco

Nutricionista graduada pela Universidade Gama Filho (UGF), possui pós-graduação em Nutrição Materno Infantil pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) e da Associação Brasileira para Estudo da Obesidade (ABESO).

Ocasionada através do excesso de açúcar no sangue, a diabetes gestacional (ou diabetes mellitus gestacional - DMG) é um problema muito comum durante a gravidez. Somente no Brasil, estima-se que há mais de 150 mil casos diagnosticados por ano que, se não forem tratados da forma certa durante a gestação, podem persistir após o nascimento do bebê.

Para entender melhor sobre o assunto e aprender como evitar essa doença através da alimentação e de outras práticas saudáveis, nós conversamos com a nutricionista Liliam Teixeira que é especializada em nutrição para diabetes e nutrição materno-infantil.

Afinal, o que é diabetes gestacional?

Para suprir as necessidades nutricionais do bebê, o aumento da quantidade de açúcar no sangue de uma mulher grávida é um processo que acontece naturalmente. No entanto, quando esse açúcar não se transforma em energia - ou quando o organismo da mulher não produz a quantidade necessária de insulina, criando, assim, uma certa resistência -, a diabetes gestacional pode ser desenvolvida.

"De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, a placenta é uma fonte importante de hormônios que reduzem a ação da insulina, responsável pela captação e utilização da glicose pelo corpo. E com isso o pâncreas dessa mulher aumenta a produção de insulina para compensar esse quadro. Mas cada mulher reage de uma maneira diferente com essa grande mudança hormonal e em algumas esse processo pode não ocorrer, ocasionando o diabetes gestacional", explica a nutricionista Liliam Teixeira.

Diabetes gestacional: quais são os sintomas e os riscos dessa doença?

Segundo a especialista, a diabetes gestacional pode ocorrer em qualquer mulher mesmo sem apresentar sintomas aparentes e, quando desenvolvida, a doença pode ocasionar uma série de complicações na vida da mãe e do bebê.

"É necessário acompanhar durante toda a gestação, pois o aumento dessa glicose pode gerar macrossomia fetal (que é o crescimento excessivo do bebê), além hipoglicemia neonatal, partos traumáticos e possível diabetes na vida adulta. Por isso, o ideal é ter um acompanhamento da alimentação junto à sua nutricionista especialista em Nutrição Materno-Infantil e ao seu obstetra", afirma.

A especialista explica, ainda, que o acompanhamento do quadro de diabetes gestacional acontece em partes. De acordo com ela, geralmente a partir do 6° mês o obstetra solicita um exame de tolerância a glicose para avaliar a possibilidade de alguma alteração. "Para ter o diagnóstico de diabetes gestacional a glicose de jejum virá igual ou maior a 92mg/dl ou, após 1 hora da ingestão do açúcar, a 180mg/dl e após 2 horas, a 153mg/dl", explica.

Além disso, a nutricionista também explica quais são aos fatores de riscos que podem ajudar a ocasionar a doença. De acordo com ela, "o que pode ser um fator de risco para aumentar a probabilidade de ocorrer o diabetes gestacional é ganho de peso excessivo (sobrepeso ou obesidade), idade materna avançada, história familiar de diabetes, história de diabetes gestacional, SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos), hipertensão arterial na gestação e gravidez de gêmeos".

Como evitar a diabetes gestacional através da alimentação?

Além da importância de ter um acompanhamento médico, a nutricionista ressalta outros pontos que podem ajudar a evitar ou prevenir a diabetes gestacional, como ter uma alimentação saudável e balanceada que esteja de acordo com as necessidades nutricionais do bebê.

"Durante a gestação, a nutrição precisa ser ajustada para cada fase da gravidez, pois a cada trimestre as necessidades nutricionais mudam de acordo com o crescimento do bebê. O que seria o ideal? A mulher se planejar, começar um acompanhamento nutricional em torno de 3 meses (ou mais) antes de engravidar, para ajustar o peso da mãe, ter qualidade na alimentação e, se necessário, fazer uma suplementação de vitaminas", afirma Liliam Teixeira.

Para finalizar, a nutricionista separou algumas dicas de alimentação que podem ser seguidas para garantir a saudabilidade da mãe e do bebê durante a gravidez. São elas:

1. Evitar o consumo de açúcares em geral, como mel, melado, doces, refrigerantes e bebidas adoçadas com açúcar, podendo utilizar adoçantes naturais indicados pela nutricionista de forma individualizada;

2. Consumir alimentos ricos em cereais integrais e leguminosas, como lentilhas, ervilhas e grão-de-bico;

3. Controlar a quantidade de porções de frutas ao longo do dia, principalmente o excesso de suco de frutas;

4. Consumir hortaliças cruas e cozidas, para garantir o fornecimento de vitaminas, minerais e fibras. As fibras insolúveis, como grãos integrais e hortaliças, ajudam a combater a constipação;

5. Beber cerca de 6 a 8 copos de água por dia nos intervalos das principais refeições, bem como chás, refrescos naturais de limão, maracujá ou caju;

6. Evitar o consumo de suco de fruta concentrado por ser feito com muitas unidades de fruta e acabar elevando o consumo diário de açúcar;

7. Optar por sucos de laranja, manga e uva quando estiver com hipoglicemia (glicemia abaixo de 70mg/dl) ou depois de atividades físicas;

8. Consumir laticínios: de acordo com a especialista, eles são necessários para garantir proteínas e calorias adicionais necessárias ao crescimento do feto, além de fornecerem uma boa quantidade de cálcio;

9. Moderar no consumo e no uso do sal e de alimentos ricos em sódio;

10. Prestar atenção nas embalagens de produtos diets ou lights para verificar se realmente possuem açúcar e qual é a quantidade de carboidratos;

11. Preparar receitas em casa: essa é uma das melhores formas de controlar a qualidade dos alimentos.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer o cabelo crescer: 10 alimentos que podem ajudar

Como fazer o cabelo crescer: 10 alimentos que podem ajudar Como fazer o cabelo crescer: 10 alimentos que podem ajudar

Ter uma rotina de alimentação balanceada é a principal dica de como fazer o cabelo crescer! A saúde das mechas e da pele é diretamente influenciada pelo...

> Leia mais
Alimentos congelados agilizam o dia a dia! Conheça os congelados Taeq

Alimentos congelados agilizam o dia a dia! Conheça os congelados Taeq Alimentos congelados agilizam o dia a dia! Conheça os congelados Taeq

Você sabia que a comida congelada pode ser saudável e trazer uma série de vantagens para o dia a dia? Além das carnes - como frangos e peixes - que devem ser...

> Leia mais
Leite zero lactose: mitos e verdades

Leite zero lactose: mitos e verdades Leite zero lactose: mitos e verdades

O que você sabe sobre leite sem lactose? O produto vem ganhando relevância nos últimos anos e promete segurança no consumo de laticínios, especialmente para...

> Leia mais
Meu filho não quer comer: o que fazer? 4 atitudes para reverter esse quadro

Meu filho não quer comer: o que fazer? 4 atitudes para reverter esse quadro Meu filho não quer comer: o que fazer? 4 atitudes para reverter esse quadro

Incentivar a criança a comer de forma saudável não precisa ser tão difícil - afinal, existem alguns truques que ajudam a tornar a hora da refeição bem mais...

> Leia mais
Flavonoides: o que são, onde encontrar e por que devemos consumi-los

Flavonoides: o que são, onde encontrar e por que devemos consumi-los Flavonoides: o que são, onde encontrar e por que devemos consumi-los

Os flavonoides provavelmente fazem parte da sua alimentação diária mesmo que você não saiba disto! Substâncias de origem vegetal, eles estão presentes em boa...

> Leia mais
Quiche saudável: 2 receitas e 2 pratos Taeq para simplificar o almoço

Quiche saudável: 2 receitas e 2 pratos Taeq para simplificar o almoço Quiche saudável: 2 receitas e 2 pratos Taeq para simplificar o almoço

Ninguém resiste a uma quiche saudável acompanhada de uma salada de verduras fresquinhas! Perfeito para o dia a dia, no almoço ou no jantar, esse prato também...

> Leia mais
Alimentos que dão energia: a lista definitiva para incluir no seu dia a dia

Alimentos que dão energia: a lista definitiva para incluir no seu dia a dia Alimentos que dão energia: a lista definitiva para incluir no seu dia a dia

Começar o dia bem disposto é muito bom, né? Os alimentos energéticos são conhecidos por oferecer sensação de bem-estar e um combo de ânimo para o organismo!...

> Leia mais
Bolo de batata-doce: 4 versões fit da receita

Bolo de batata-doce: 4 versões fit da receita Bolo de batata-doce: 4 versões fit da receita

Que tal fazer uma receita de bolo de batata-doce para comer no lanche com uma xícara de café? Se a ideia é apostar em sobremesas diferenciadas - fugindo de...

> Leia mais
Frango com requeijão: a receita de um dos recheios mais queridos e versáteis

Frango com requeijão: a receita de um dos recheios mais queridos e versáteis Frango com requeijão: a receita de um dos recheios mais queridos e versáteis

Que tal deixar o lanche da tarde mais gostoso com uma receita de frango com requeijão? O aperitivo é a indicação perfeita para saciar a fome e ainda cai...

> Leia mais
Geleia de laranja: como fazer e combinar nas refeições

Geleia de laranja: como fazer e combinar nas refeições Geleia de laranja: como fazer e combinar nas refeições

Adicionar a Geleia de Laranja Diet Taeq ao café da manhã é sinônimo de saúde e sabor! Fonte de vitaminas e minerais, o recheio da fruta é muito indicado para...

> Leia mais