Nutrigenômica: A alimentação para prevenção de doenças

Ciência nutricional: A nutrigenômica, busca, através da composição de uma alimentação saudável e personalizada, de acordo com os genes de cada pessoa, apontar e oferecer meios para antecipar e reparar possíveis problemas futuros de saúde.
Ciência nutricional: A nutrigenômica, busca, através da composição de uma alimentação saudável e personalizada, de acordo com os genes de cada pessoa, apontar e oferecer meios para antecipar e reparar possíveis problemas futuros de saúde.
Isabella Vorccaro

Consultor:

Isabella Vorccaro

Graduada pelo Centro Universitário UNIBH, possui pós-graduação em Nutrição Funcional e em Terapias Vibracionais pela VP Funcional e trabalha com nutrição holística

Prevenir é melhor do que remediar, ainda mais quando se trata da nossa vida. Por isso, sabendo do poder medicinal de diversos alimentos, a ciência nutricional, a cada dia, aperfeiçoa seus estudos e pesquisas para conseguir antecipar qualquer ação ofensiva e prejudicial à saúde. Essa é a premissa da nutrigenômica que, através da elaboração de uma alimentação saudável e personalizada - como os conceitos da nutrição funcional - aponta e oferece meios para reparar possíveis problemas futuros.

Cientificamente, o termo nutrigenômica, ou genômica nutricional, se caracteriza pelo estudo do impacto de nutrientes na expressão gênica, que permite conhecer melhor o mecanismo de ação das substâncias biologicamente ativas, contidas nos alimentos, e seus efeitos benéficos. A partir de 2001, quando foram iniciados os estudos de sequenciamento do DNA humano, a relação entre nutrição e genoma foi evidenciada pouco a pouco, auxiliando na melhor compreensão de como cada organismo responde a determinada dieta.

Imagine o seguinte cenário: você chega ao consultório de sua nutricionista e, com seu mapeamento genético em mãos, ela conclui que você pode ser portador de diabetes dentro de 20 anos. Para minimizar esta possibilidade, a especialista montará um cardápio especial, cortando alimentos específicos e adicionando outros. De acordo com a nutricionista funcional e health coach, Isabella Vorccaro, da Clínica Andrea Santa Rosa Garcia, a qualidade da alimentação pode ligar ou desligar alguns genes e colocar o metabolismo em risco ou não, já que uma mudança de estilo de vida pode reverter algumas alterações.

"A principal vantagem dos cardápios personalizados de acordo com mapeamento genético é que podemos ver as necessidades específicas de cada DNA e sermos muito mais assertivos na conduta nutricional ao verificarmos possíveis carências, deficiências ou tendências para doenças", explica.

O que coopera com a saúde nutricional?

Com a conclusão do projeto genoma, em 2003, foi concluído que todo material genético é 99,9 % idêntico e apenas 0,1% é diferente. E é esta pequena porcentagem a responsável pela diversidade na cor dos nossos olhos, pele, cabelos e inclusive pelas diferentes necessidades de nutrientes e risco menor ou maior de desenvolver doenças crônicas. É também nesta diferença de 0,1% que está as diferenças metabólicas e as respostas variadas às diversas dietas e rejeição a alimentos.

"A nutrição não é uma ciência exata, precisamos antes de tudo ter bom senso e reconhecer que não existem alimentos bons ou ruins, nem milagrosos. Uma alimentação saudável deve ser variada e equilibrada e consumida com prazer e com atitudes adequadas, como por exemplo, comer sem culpa. O comportamento é tão importante quanto o nutriente", finaliza Isabella, acrescentando que equilíbrio e cuidados com a alimentação para a saúde mental - caso da carne de frango - e intestinal são a chave para ter bons genes e mais saúde.

Soja: boa para o coração?

Outros estudos e pesquisas recentes em relação ao tema ao redor do mundo, dizem que a ingestão de soja, cujos componentes ativos mais abundantes são a genisteína e a daidzeína, diminuiu a expressão de genes relacionados com formação de aterosclerose, diminuindo assim o risco de desenvolvimento de doença cardiovascular.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais