Noz da Índia emagrece mesmo? Saiba tudo sobre esse alimento proibido no Brasil

Noz da Índia foi proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária porque é tóxica e pode levar quem a consome a óbito
Noz da Índia foi proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária porque é tóxica e pode levar quem a consome a óbito

De uns tempos para cá a noz da Índia passou a ser muito procurada por pessoas que queriam perder peso rápido. Mas afinal, ela realmente emagrece? A maior pergunta aqui deveria ser se ela é de fato um alimento saudável, já que a Anvisa proibiu a sua venda no Brasil. Antes que alguns saiam em sua defesa é importante lembrar que essa decisão não foi tomada de forma leviana, ainda mais porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária não proíbe a prática fitoterápica. Para que você não tenha dúvidas a respeito dessa decisão aparentemente radical, nós preparamos uma lista com tudo o que você precisa saber sobre a noz da Índia.

Noz 'milagrosa' não possui benefícios comprovados

A noz da Índia tem esse nome porque é originária da Ásia, onde é utilizada devido às suas propriedades medicinais. Mas não, ela não é usada para emagrecer, mas sim para tratar problemas como febre, dor de cabeça e náusea. Ainda assim, não foram realizados estudos suficientes para comprovar a sua real eficácia, mesmo no tratamento de doenças.

A grande questão é que ela passou a ser plantada na América do Sul, onde afirmaram que ela trazia diversos benefícios para a saúde. O principal deles seria a perda de peso, isso porque ela reduziria o apetite, ajudaria o intestino a trabalhar melhor e acabaria com a gordura corporal. Para quem se preocupa com a questão estética ela ainda traria mais uma vantagem, que seria a redução de celulite. Pois é, ela acabou sendo vendida como uma "noz milagrosa" em muitos lugares, mas nada disso nunca foi comprovado.

Anvisa afirma que semente é tóxica

Tudo bem, mas o fato de não saber quais são os seus reais benefícios seria suficiente para fazer a Anvisa proibir sua comercialização e uso? Neste caso sim, porque se trata de uma planta comprovadamente tóxica e que não faz parte do registro de alimentos. Em seu site oficial, a agência explicou a decisão:

"A Anvisa tomou como base para a sua decisão as evidências de toxicidade e a ocorrência de três casos de óbitos no Brasil associados ao consumo de 'Noz da Índia' (Aleurites moluccanus), também chamada de Nogueira de Iguape, Nogueira, Nogueira da Índia, Castanha Purgativa, Nogueira-de-Bancul, Cróton das Moluscas, Nogueira Americana, Nogueira Brasileira, Nogueira da Praia, Nogueira do Litoral, Noz Candeia, Noz das Moluscas, Pinhão das Moluscas".

É preciso ressaltar também que muitas vezes a noz da Índia aparece como ingrediente em suplementos alimentares, e por isso é sempre importante ficar atento aos componentes de qualquer produto que você decida acrescentar na sua alimentação. Além disso, a tabela com o quadro nutricional presente em cada embalagem mostra os benefícios reais do alimento em questão, e por essa razão é tão importante fazer sua leitura antes colocá-lo no carrinho de compras.

Chapéu de Napoleão também é proibido

Ao anunciar no Diário Oficial da União a proibição da noz da Índia, a Anvisa também revelou que a planta conhecida como Chapéu de Napoleão não pode ser distribuída no país. "Essas sementes, quando ingeridas, também são tóxicas e seu uso é proibido em diversos países", lembra a agência em seu site oficial. O problema é que ambas estavam sendo apontadas como perfeitas para quem quer emagrecer, o que não passa de um mito. Afinal, elas possuem sim efeitos laxativos, mas sua reação pode ser tão forte que o corpo acaba deixando de absorver minerais muito importantes para a saúde, algo que, em última instância, pode levar à morte.

Opte por nozes que fazem bem para o seu corpo

Não existe nenhuma fórmula milagrosa para emagrecer. Quem quer perder peso deve optar por uma alimentação saudável combinada com exercícios regulares. De qualquer forma, é bom lembrar que as nozes não são vilãs por si só, pelo contrário! Além de muito benéficas para a saúde, elas são ricas em fibras, proteínas, vitaminas e minerais. Além disso, são fontes de ômega 3 e 6, que ajudam a reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL) e aumentar o bom (HDL). Lembrando que seu consumo não deve ser exagerado, então caso queira saber quantas porções pode comer por dia consulte um nutricionista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Incluir vegetais verde-escuros na dieta é uma boa dica para aumentar o consumo de ferro, fibras e vitaminas que fortalecem a imunidade. O agrião, por...

> Leia mais
A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

Aproveitar os alimentos em sua totalidade - usando casca, polpa, talo e sementes - é uma ótima forma de ser sustentável (evitando desperdícios) e...

> Leia mais
5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor 5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

Praticar exercícios físicos de forma regular e equilibrada - mesmo em dias mais quentes - é importante para a saúde mental e corporal. No entanto, durante o...

> Leia mais
Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Usada para tratar inflamações e amenizar sintomas de gripes e resfriados, como tosse e coriza, a equinácea (Echinacea ssp.) é uma planta medicinal...

> Leia mais
6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo 6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

Rica em fibras alimentares, ômega 3 e minerais importantes, a chia é uma semente altamente nutritiva geralmente usada em dietas restritivas, já que é...

> Leia mais
O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

Após colocar piercing, fazer tatuagem ou realizar procedimentos cirúrgicos, é muito importante evitar certos alimentos e ter uma dieta que contribua para o...

> Leia mais
Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Equilíbrio, flexibilidade e força. Você sabia que essas três palavrinhas estão associadas a praticamente todos os tipos de ginástica? Classificada em...

> Leia mais
Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Entre as espécies de boldo mais utilizadas para tratar problemas como gastrite, gripes e resfriados, o boldo-da-terra e o boldo-do-chile são duas que...

> Leia mais
5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde 5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

Usar farinha de linhaça no preparo de omeletes, pães, biscoitos, panquecas e até vitaminas no dia a dia é uma ótima forma de fortalecer o organismo....

> Leia mais
Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Nativo da região amazônica e consumido em todo o Brasil, o açaí é uma fruta altamente nutritiva (rica em cálcio, potássio, ferro, vitaminas A, C, do complexo...

> Leia mais