Noz da Índia emagrece mesmo? Saiba tudo sobre esse alimento proibido no Brasil

Noz da Índia foi proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária porque é tóxica e pode levar quem a consome a óbito
Noz da Índia foi proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária porque é tóxica e pode levar quem a consome a óbito

De uns tempos para cá a noz da Índia passou a ser muito procurada por pessoas que queriam perder peso rápido. Mas afinal, ela realmente emagrece? A maior pergunta aqui deveria ser se ela é de fato um alimento saudável, já que a Anvisa proibiu a sua venda no Brasil. Antes que alguns saiam em sua defesa é importante lembrar que essa decisão não foi tomada de forma leviana, ainda mais porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária não proíbe a prática fitoterápica. Para que você não tenha dúvidas a respeito dessa decisão aparentemente radical, nós preparamos uma lista com tudo o que você precisa saber sobre a noz da Índia.

Noz 'milagrosa' não possui benefícios comprovados

A noz da Índia tem esse nome porque é originária da Ásia, onde é utilizada devido às suas propriedades medicinais. Mas não, ela não é usada para emagrecer, mas sim para tratar problemas como febre, dor de cabeça e náusea. Ainda assim, não foram realizados estudos suficientes para comprovar a sua real eficácia, mesmo no tratamento de doenças.

A grande questão é que ela passou a ser plantada na América do Sul, onde afirmaram que ela trazia diversos benefícios para a saúde. O principal deles seria a perda de peso, isso porque ela reduziria o apetite, ajudaria o intestino a trabalhar melhor e acabaria com a gordura corporal. Para quem se preocupa com a questão estética ela ainda traria mais uma vantagem, que seria a redução de celulite. Pois é, ela acabou sendo vendida como uma "noz milagrosa" em muitos lugares, mas nada disso nunca foi comprovado.

Anvisa afirma que semente é tóxica

Tudo bem, mas o fato de não saber quais são os seus reais benefícios seria suficiente para fazer a Anvisa proibir sua comercialização e uso? Neste caso sim, porque se trata de uma planta comprovadamente tóxica e que não faz parte do registro de alimentos. Em seu site oficial, a agência explicou a decisão:

"A Anvisa tomou como base para a sua decisão as evidências de toxicidade e a ocorrência de três casos de óbitos no Brasil associados ao consumo de 'Noz da Índia' (Aleurites moluccanus), também chamada de Nogueira de Iguape, Nogueira, Nogueira da Índia, Castanha Purgativa, Nogueira-de-Bancul, Cróton das Moluscas, Nogueira Americana, Nogueira Brasileira, Nogueira da Praia, Nogueira do Litoral, Noz Candeia, Noz das Moluscas, Pinhão das Moluscas".

É preciso ressaltar também que muitas vezes a noz da Índia aparece como ingrediente em suplementos alimentares, e por isso é sempre importante ficar atento aos componentes de qualquer produto que você decida acrescentar na sua alimentação. Além disso, a tabela com o quadro nutricional presente em cada embalagem mostra os benefícios reais do alimento em questão, e por essa razão é tão importante fazer sua leitura antes colocá-lo no carrinho de compras.

Chapéu de Napoleão também é proibido

Ao anunciar no Diário Oficial da União a proibição da noz da Índia, a Anvisa também revelou que a planta conhecida como Chapéu de Napoleão não pode ser distribuída no país. "Essas sementes, quando ingeridas, também são tóxicas e seu uso é proibido em diversos países", lembra a agência em seu site oficial. O problema é que ambas estavam sendo apontadas como perfeitas para quem quer emagrecer, o que não passa de um mito. Afinal, elas possuem sim efeitos laxativos, mas sua reação pode ser tão forte que o corpo acaba deixando de absorver minerais muito importantes para a saúde, algo que, em última instância, pode levar à morte.

Opte por nozes que fazem bem para o seu corpo

Não existe nenhuma fórmula milagrosa para emagrecer. Quem quer perder peso deve optar por uma alimentação saudável combinada com exercícios regulares. De qualquer forma, é bom lembrar que as nozes não são vilãs por si só, pelo contrário! Além de muito benéficas para a saúde, elas são ricas em fibras, proteínas, vitaminas e minerais. Além disso, são fontes de ômega 3 e 6, que ajudam a reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL) e aumentar o bom (HDL). Lembrando que seu consumo não deve ser exagerado, então caso queira saber quantas porções pode comer por dia consulte um nutricionista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais