Mulheres realizadas falam sobre como é trabalhar com o que amam

Neste Dia Internacional da Mulher, que tal enaltecer histórias de quem trabalha com o que ama? A profissão de professora, por exemplo, é muito bonita e engrandecedora!
Neste Dia Internacional da Mulher, que tal enaltecer histórias de quem trabalha com o que ama? A profissão de professora, por exemplo, é muito bonita e engrandecedora!

Tem coisa melhor que trabalhar com aquilo que a gente ama? É muito mais fácil ser feliz quando temos uma profissão que nos motiva no dia a dia! Para celebrar este Dia Internacional da Mulher, nós separamos três histórias inspiradoras de mulheres empoderadas, que são realizadas na profissão e na vida. Dá uma olhada!

Bianca Zaila, de 41 anos, trabalha como enfermeira e é apaixonada pelo que faz

Quem trabalha na área da saúde sabe como é desafiador lidar com vidas no dia a dia. Afinal de contas, esse tipo de profissão exige muita responsabilidade, né? Bianca Zaila, de 41 anos, entende bem como esse tipo de trabalho funciona.

"Sou enfermeira e trabalho em dois hospitais: no INTO, na área do CTI (onde cuido do pós-operatório ortopédico e de pacientes clínicos crônicos) e no CTI do HCN, lidando com bebês recém-nascidos. O trabalho é bem dinâmico - são muitas internações de pacientes, com vários procedimentos até eles se recuperarem e terem alta. O problema é que, infelizmente, às vezes o resultado não é tão positivo e perdemos o paciente. Diariamente, realizo cuidados com a higiene, administro medicação, observo sinais vitais, realizo procedimentos necessários e faço supervisão do serviço prestado pelos técnicos de enfermagem. É uma rotina bem agitada!", conta Bianca.

"Eu me considero muito realizada no trabalho. Faço aquilo que gosto, lido com seres humanos e sei que todo o meu cuidado é importante e que ele impacta diretamente na melhora e no restabelecimento do paciente", complementa a enfermeira.

Apesar de todas as dificuldades da profissão (como os famosos plantões de 24 horas), Bianca destaca que existem muitos momentos bonitos no dia a dia de trabalho. "Ver um paciente recuperado e restabelecido voltando bem para casa, com sua família, é algo incrível. A experiência de acompanhar e ajudar um bebezinho prematuro (que passa um tempo no CTI para se tornar mais "maduro") também é maravilhosa! Principalmente quando a mãe já pode levar o seu neném tão esperado para casa. É realmente uma sensação inexplicável", finaliza a enfermeira.

Aryanne Paiva, de 33 anos, atua como professora e destaca o papel transformador da educação

Não tem como deixar de exaltar uma das profissões mais bonitas que existem, não é mesmo? A Aryanne Paiva, de 33 anos, atua como professora em uma escola municipal de Araruama, município do Rio de Janeiro. Ela faz dinâmicas de leituras e artes com turmas da educação infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Bem bonito, né?

"A educação sempre esteve presente em todas as minhas ações de trabalho. Fazer Pedagogia foi incrível, maravilhoso, apaixonante - e o meu contato com a universidade, com os professores e a turma, foi ótimo. Foi na reta final da faculdade que eu entrei em uma onda de fazer os concursos da área de educação", conta Aryanne.

"Atuar hoje como professora, para mim, é algo muito especial. Gosto muito do que faço e acredito que temos que ter um olhar pelo outro. Claro que nem tudo são flores e as coisas nem sempre são fáceis. Você se esbarra às vezes com questões de gestão que não são tão bacanas, como falta de material e de estrutura. Mas eu acredito muito na potência da escola pública e sei que ela pode ser muito transformadora. Por isso, justamente, sou muito apaixonada pelo que faço", finaliza a professora.

Tamyres Carvalho, de 31 anos, afirma ter se encontrado na profissão de analista de qualidade

A Tamyres Carvalho, de 31 anos, tem uma profissão bem diferente, que pouca gente conhece. Ela atua como analista de qualidade em uma empresa - isto é, tem a responsabilidade de trabalhar nas melhorias dos produtos e garantir que as entregas finais tenham maior qualidade.

"Eu comecei na área de processos e qualidade através de uma oportunidade que surgiu, em uma empresa que eu trabalhava. O bom é que eu me identifiquei muito rápido com as atividades e rotinas da área e posso afirmar que gosto muito do que faço", afirma Tamyres.

"Minha graduação (em Pedagogia), embora não tenha sido na área, me ajudou muito, porque atualmente preciso replicar conhecimento e instruir pessoas. É uma área, geralmente, com poucos profissionais, mas a maioria são mulheres. Das pessoas que trabalharam comigo, percebi que os rapazes possuíam um perfil mais técnico, enquanto as meninas tinham um perfil mais diplomático", adiciona a analista.

"A área interage com toda a empresa - seja padronizando processos, orientando pessoas, apoiando a alta direção com o plano de negócio, avaliações de risco, melhorias etc. Na verdade, acho que quando você lida com pessoas, é fundamental ser diplomático", finaliza a profissional.

E aí, viu como é bom trabalhar com o que amamos? Neste dia 8 de março, nada melhor que conhecer histórias de mulheres realizadas na profissão. Que tal, então, aproveitar e se inspirar a fazer o mesmo?

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

Obtido através da casca das sementes da Plantago ovata (importante planta medicinal), o psyllium é um tipo de farinha sem glúten (isto é, pode ser usado na...

> Leia mais
Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais