Mais saudáveis e felizes! Ex-anoréxicas contam como venceram o distúrbio

Ajuda dos amigos pode ser essencial para vencer a anorexia
Ajuda dos amigos pode ser essencial para vencer a anorexia

A anorexia é um distúrbio de imagem que faz com que a pessoa se enxergue de maneira muito distorcida da qual ela é de fato (geralmente, com maior peso e maior tamanho). Ainda não se chegou a um consenso sobre o que motiva de fato a anorexia nervosa, embora vários fatores psicológicos possam contribuir, além de ambientais e da influência midiática e social.

Para atingir seu objetivo, pessoas anoréxicas exercitam-se com muita frequência e em excesso, cortam os alimentos em pedaços minúsculos no prato e fazem uso constante de diuréticos e laxantes. É natural que anoréxicos também desenvolvam bulimia (um distúrbio de compensação, que consiste em induzir vômitos e uso de laxantes para expelir o que já comeu).

Apesar da pressão social (e muitas vezes familiar) pela obsessão do corpo perfeito, cada vez mais as pessoas estão se conscientizando que ser saudável - mantendo uma alimentação balanceada e praticando exercícios físicos - é o que realmente importa e proporciona bem-estar físico e psicológico. Para entender melhor sobre esse problema e como superá-lo, conversamos com ex-anoréxicas que conseguiram vencer o distúrbio e hoje mantém uma vida mais saudável e feliz.

Sara, 19 anos: 'Comecei pulando os almoços'

Muitas vezes a anorexia é desencadeada por fatores externos, como o bullying escolar, ou comentários de familiares e amigos. É o que conta Sara*, de 19 anos. "Eu nunca fui gorda, mas também não era magrinha, e isso nunca tinha realmente me incomodado até as pessoas começarem a comentar. Era geralmente algum tipo de comentário meio bobo, tipo 'você vai comer isso tudo?' ou 'tira um pouco de molho dessa pizza porque você vai ficar gorda'. Eu tinha 13 anos e isso começou a virar uma obsessão, sabe?".

Sara diz que apesar de não ver o corpo gordo como algo ruim ou feio, isso era sempre dito a ela de forma pejorativa, o que fez com que ela se enxergasse de uma forma cada vez mais negativa. "Eu comecei pulando os almoços. Comia de manhã e lanchava a noite. Meus pais não estavam em casa no almoço, e por isso não percebiam, então estava tudo bem pra mim (apesar da tontura que eu percebi que tinha quando parava de comer por muito tempo)", relata. "Mas aí eu ia emagrecendo e olhando no espelho e criando a necessidade de me pesar todos os dias, de manhã e de noite, e não importava o quanto meu peso diminuísse, eu continuava me vendo horrível e gigante".

A obsessão pela magreza fez com que Sara passasse a criar hábitos perigosos, como se pesar com muita frequência, contar calorias, pular refeições e progressivamente, parar de comer durante períodos inteiros. "A anorexia é sobre uma falsa sensação de controle, sabe? Você conta as calorias e estabelece metas diárias pra se sentir no controle do seu corpo, enquanto é a doença que tá te controlando".

Mariana, 24 anos: 'Fiquei por alguns anos controlando tudo que eu comia'

Pessoas que têm ou já tiveram anorexia geralmente relatam o excesso de controle sobre calorias e exercícios físicos até a exaustão. Mariana*, de 24 anos, relata ter adoecido na tentativa de evitar olhares e investidas masculinas, emagrecendo e ficando menos corpulenta, e isso se tornou compulsivo quando começou a se exceder na dieta. "Fiquei por alguns anos controlando tudo que eu comia, as calorias, me exercitando muito mais do que o necessário, comendo muito menos do que deveria, porque aquele corpo esguio, na minha cabeça, ia me 'resguardar' de um monte de abusos e de um monte de situações", lembra.

Joana, 27 anos: 'Passava fome o dia todo'

Para Joana*, de 27 anos, a anorexia surgiu de um relacionamento abusivo, em que seu ex namorado a coagia a emagrecer cada vez mais, dizendo que isso a deixaria mais bonita. "Pra chegar aos 50 kg, ele me oferecia presentes e dinheiro", conta. "Eu passava fome o dia todo, lembro de ter uma agenda na qual anotava minha pesagem todo dia pela manhã, a roupa que eu estava usando, se tinha evacuado ou não." A consequência de tanto controle foi perigosa, e arriscou a vida de Joana. "Eu estava pesando 43 kg com 1,68 m na pior fase da doença. Não cheguei a ser internada, porque por pouco consegui de algum modo voltar a comer o mínimo para a sobrevivência".

Terapia e uma alimentação mais saudável ajudaram a superar a doença

Superar a anorexia não é um processo fácil e demanda esforço e força de vontade. "Essas coisas ficam meio que pra sempre na cabeça, a terapia é meio que um paliativo", conta Mariana, que hoje já possui um peso saudável. É consenso que o acompanhamento psicológico fez diferença fundamental no processo de melhora. "Eu faço terapia hoje em dia e tenho uma rede de amigos incrível, muito mesmo, e acho que a maioria das barras eles que seguraram", revela Joana, que hoje voltou a ter um peso saudável. "Esse ano li 'O Mito da Beleza' e consegui ter uma visão maior das coisas, que não sou só eu essa vítima da ditadura da beleza, que o índice de anoréxicas cresce a cada dia e que isso vende produtos".

Para ela, o apoio foi fundamental, algo que também é destacado por Sara. "Eu tenho um amigo que me ajudou muito com isso, apesar de nunca falarmos disso diretamente". Sara ainda faz uso de vitaminas para repor os nutrientes perdidos no período da doença, faz tratamento psicológico e psiquiátrico e se recupera aos poucos. Mariana também relata fazer terapia até hoje, mas revela que mudar a alimentação também foi decisivo. "Eu tento priorizar coisas mais saudáveis na medida do possível", finaliza a assistente de comunicação.

*Todos os nomes foram modificados para preservar a identidade das entrevistadas

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais