Lanche ou sobremesa? Veja os doces mais indicados para o intervalo das refeições

Com responsabilidade e moderação, nós podemos sim comer um docinho na hora do lanche ou em sobremesas. Veja os alimentos mais indicados
Com responsabilidade e moderação, nós podemos sim comer um docinho na hora do lanche ou em sobremesas. Veja os alimentos mais indicados

Produto recomendado

Uva passa orgânica Taeq 200g

Uva passa orgânica Taeq 200g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Quando bate aquela vontade de um docinho, fica difícil resistir a fome, não é mesmo? Seja em sobremesas após as principais refeições ou no meio da tarde, como um lanchinho especial, parece que existem horas certas para adoçar a nossa alimentação. Por isso, descubra quais são as opções mais indicadas para esses momentos e os cuidados necessários para o consumo dessas delícias no dia a dia.

Um pedacinho de chocolate, um mix de frutas ou de oleaginosas... Será que existe um momento adequado para cada uma dessas porções na nossa alimentação saudável? Sim, sempre tem! Segundo a nutricionista Glasiele Medeiros, os doces - principalmente os mais calóricos - podem até ser consumidos, moderadamente, após uma refeição completa e variada, desde que sejam ricos em nutrientes que colaborem com o nosso bem-estar:

"Dessa forma o açúcar é absorvido mais lentamente, evitando assim picos de glicemia e de insulina. Além disso, como o doce costuma ser mais calórico, quando a pessoa se satisfaz com a refeição primeiro, sente-se mais saciada e tende a ingerir quantidades de menores do que consumiria caso estivesse em jejum, ou substituindo uma refeição pelo doce", explica a profissional.

Lanche ou sobremesa: Veja os doces indicados!

Segundo a nutricionista, os doces são considerados sobremesas quando são consumidos após as refeições principais, tais como o almoço e o jantar. Já o lanche, deve ser composto por alimentos que ajudem a inibir a fome para a próxima refeição: "Além disso, o consumo de doces concentrados em açúcares e gorduras saturadas e trans, como opção de lanche, não é recomendado", completa a especialista, ressaltando, todavia, uma boa variedade de novas versões de doces mais saudáveis e menos calóricos:

"Atualmente existe uma grande variedade de doces de melhor qualidade nutricional, feitos à base de ingredientes naturais e sem adição de açúcares ou adoçantes artificiais, que podem ser consumidos, eventualmente, como parte de uma alimentação saudável e equilibrada", completa a profissional.

- Lanches: Entre o café da manhã e o almoço, como lanche da tarde ou para completar o jantar, Glasiele Medeiros indica frutas secas ou in natura, como banana-passa, damascos, ameixas e uva-passas. "Acompanhadas por castanhas, nozes ou amêndoas são uma boa opção de lanche por possuírem alto teor de nutrientes e grande poder de saciedade, além de serem práticos para transportar e consumir", indica a nutricionista.

- Sobremesas: Para quem não resiste à esse complemento maravilhoso das refeições principais, a Dra. Glasiele indica: "As melhores opções para as sobremesas do dia a dia são as frutas in natura, de preferência aquelas que se encontram no período de safra, pois são mais ricas nutricionalmente e tem menor custo", analisa.

E o chocolate? Pode?

Entretanto, para quem não abre mão de um chocolate, eis uma recomendação importante: "Chocolates amargos (70 % cacau ou superiores), quando consumidos com moderação, conferem benefícios à saúde e são uma boa opção de sobremesa", enfatiza Glasiele.

Outras recomendações - Para Glasiele, é importante ressaltar que o consumo de doces deverá ser eventual e reservado para situações especiais. "Sempre que possível, deve-se dar preferência às preparações caseiras, já que elas não incluem tantas substâncias químicas", finaliza a especialista.

*Glasiele Medeiros (CRN 4 09101150) é Nutricionista Clínica com atuação em hospital e consultório particular. É formada pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e pós-graduanda em Nutrição Clínica Funcional pelo Centro VP de Nutrição Funcional. Instagram: /glasimedeirosnutri

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Também conhecido como "erva de bruxa", o guaco é uma planta medicinal originária da América do Sul que se destaca, principalmente, por auxiliar no tratamento...

> Leia mais
Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Você sabia que é possível diminuir a acidez do organismo através da alimentação? A dieta alcalina, para quem não conhece, propõe uma alimentação mais natural...

> Leia mais
Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais
Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Originário do sudeste asiático, o mangostão (ou mangostin) é uma fruta exótica bem suculenta, de sabor suave e altamente benéfica para a saúde. Além de ser...

> Leia mais
Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Fonte de propriedades nutritivas e calmantes, o chá de erva-doce é uma bebida cheia de benefícios para a saúde! Assim como os de camomila e alfazema, ele é...

> Leia mais
Como fazer compota de berinjela sem erros

Como fazer compota de berinjela sem erros Como fazer compota de berinjela sem erros

Feita geralmente com a polpa de frutas, legumes e outros vegetais, a compota é um tipo de conserva (que pode ser salgada ou doce) que costuma ser servida com...

> Leia mais