Ilustradora conta como a alimentação saudável a ajudou no combate à depressão

Para tratar a depressão, é importante buscar uma dieta mais saudável e equilibrada, com legumes, vegetais e alimentos fontes de triptofano (precursor do
Para tratar a depressão, é importante buscar uma dieta mais saudável e equilibrada, com legumes, vegetais e alimentos fontes de triptofano (precursor do "hormônio do bem-estar")
Cláudia Pardellas

Consultor:

Cláudia Pardellas

Cláudia Pardellas (CRP 05/18044) é graduada em Psicologia pela Universidade Gama Filho com formação em Teoria Cognitivo Comportamental, possui pós-graduação em Hipnose Clínica e é pós-graduanda em Neuropsicologia

Você sabia que a alimentação pode ser uma grande aliada no combate à depressão? Os alimentos ditam o funcionamento do nosso organismo, dão mais energia, disposição e podem afetar diretamente o nosso humor - tudo depende da dieta que cada um segue! Para entender melhor o assunto, nós conversamos com a ilustradora Ana Paula Moreira, de 31 anos, que conseguiu tratar a depressão com a ajuda da alimentação. Quer saber mais sobre essa história? É só continuar lendo!

Ana Paula mudou a dieta radicalmente e passou a consumir suplementos alimentares para o tratamento

O primeiro passo para mudar a rotina de alimentação é recorrer à ajuda de um nutricionista - assim, você não corre o risco de cortar nutrientes importantes ou de criar hábitos errados. Para tratar a depressão e se sentir bem consigo mesma, a ilustradora Ana Paula resolveu consultar uma profissional para mudar a dieta completamente.

"Minha nutricionista propôs reduzir significativamente o açúcar refinado e alguns outros alimentos para introduzir novos hábitos. Eu comecei a comer mais legumes (inclusive uns que eu não gostava anteriormente) e fui descobrindo novas receitas. Nesse processo, eu também mudei muito a forma de ver os alimentos de uma forma geral", conta a ilustradora.

Ana Paula também destacou que a alimentação - feita de forma estratégica e equilibrada - foi essencial para trazer mais ânimo à sua rotina. "A minha nutricionista me solicitou exames (como o de sangue), identificou algumas alterações e, então, receitou alguns suplementos alimentares que me fizeram muito bem, porque me deram mais energia. Eu vivia cansada e, quando comecei a me alimentar melhor, passei a ficar mais disposta para fazer as coisas", complementa.

Para tratar a depressão, também é importante contar com o devido acompanhamento de um psicólogo

Não é apenas com a ajuda da alimentação que a depressão deve ser tratada, ok? De acordo com a psicóloga Cláudia Pardellas, o tratamento contra a doença precisa ser mais completo, abrangente e deve ser feito com o devido acompanhamento profissional.

"A alimentação pode interferir na produção de serotonina, que ajuda diretamente no tratamento da depressão. Porém, é importante destacar que ela não substitui o tratamento psicológico e psiquiátrico. A depressão, que é caracterizada por uma sensação de tristeza profunda, deve ser tratada através de medicamentos receitados por um psiquiatra e também por sessões de psicoterapia feitas por um psicólogo", explica a profissional.

No que diz respeito à alimentação, por outro lado, a psicóloga destacou a importância de consumir alimentos que garantem mais bem-estar e alegria ao paciente. "É necessário frisar que a consulta com um nutricionista torna-se essencial para a correta administração da dieta específica para cada caso. Os alimentos que podem auxiliar na produção de serotonina são aqueles ricos em triptofano (aminoácido), magnésio, cálcio (minerais), vitamina B6 e ácido fólico", complementa.

Uma alimentação saudável e equilibrada, junto com outros fatores, garante bem-estar e ajuda no combate à depressão

Buscar uma alimentação saudável rende ótimos frutos a longo prazo - principalmente para quem está lutando contra a depressão. De acordo com Ana Paula, uma dieta regrada funciona como ótima aliada para tratar a doença.

"Com o tempo, eu realmente comecei a sentir mudanças no meu humor. Claro que foi por conta de um conjunto de fatores, mas eu acredito que a alimentação me ajudou muito a perceber melhor como o meu corpo funcionava. Antes eu comia algo, passava mal e nem me tocava disso. Depois que eu comecei a me alimentar bem, comecei a me sentir muito melhor... Principalmente com relação ao funcionamento da minha cabeça", conta a ilustradora.

Mas nem sempre é fácil realizar mudanças na dieta, né? Para a Ana Paula, em especial, foi mais difícil acrescentar certos alimentos do que cortar outros. "A minha maior dificuldade nesse processo foi introduzir os legumes, porque antes eu não gostava de muitos deles. Mas cortar o açúcar refinado, pelo menos, acabou sendo bem mais fácil do que eu esperava", explica.

De acordo com Ana Paula, o autocuidado é um dos segredos para superar a depressão

É muito gostoso praticar o autocuidado, né? Ou seja, sentir que estamos destinando tempo (e recursos) para o nosso próprio bem-estar. De acordo com a Ana Paula, a busca por uma alimentação saudável partiu justamente dessa necessidade de cuidar mais de si própria. "O objetivo maior, com certeza, era passar a me sentir bem comigo mesma. Eu estava me sentindo bloqueada, incapaz e muito mal. E aí, quando busquei essa orientação para uma alimentação boa, minha cabeça mudou completamente... Foi como se tivesse virado uma chavinha dentro da minha cabeça dizendo que eu estava me tratando bem e cuidando de mim", conta.

"A alimentação ajuda em termos de planejamento contra a depressão. Porque para comer bem você precisa se planejar, se organizar e eu acho que esse planejamento acaba se ramificando e ajudando em outras partes também (pois é algo que passa a ocupar a sua mente). A minha depressão, por exemplo, me desestruturou e desorganizou de diversas maneiras... Eu não tinha rotina, vontade de fazer as coisas. Então comer bem deu uma organização e um certo propósito. Hoje em dia, eu sinto que foi uma das partes mais importantes do meu tratamento", finaliza a ilustradora.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer o cabelo crescer: 10 alimentos que podem ajudar

Como fazer o cabelo crescer: 10 alimentos que podem ajudar Como fazer o cabelo crescer: 10 alimentos que podem ajudar

Ter uma rotina de alimentação balanceada é a principal dica de como fazer o cabelo crescer! A saúde das mechas e da pele é diretamente influenciada pelo...

> Leia mais
Alimentos congelados agilizam o dia a dia! Conheça os congelados Taeq

Alimentos congelados agilizam o dia a dia! Conheça os congelados Taeq Alimentos congelados agilizam o dia a dia! Conheça os congelados Taeq

Você sabia que a comida congelada pode ser saudável e trazer uma série de vantagens para o dia a dia? Além das carnes - como frangos e peixes - que devem ser...

> Leia mais
Leite zero lactose: mitos e verdades

Leite zero lactose: mitos e verdades Leite zero lactose: mitos e verdades

O que você sabe sobre leite sem lactose? O produto vem ganhando relevância nos últimos anos e promete segurança no consumo de laticínios, especialmente para...

> Leia mais
Meu filho não quer comer: o que fazer? 4 atitudes para reverter esse quadro

Meu filho não quer comer: o que fazer? 4 atitudes para reverter esse quadro Meu filho não quer comer: o que fazer? 4 atitudes para reverter esse quadro

Incentivar a criança a comer de forma saudável não precisa ser tão difícil - afinal, existem alguns truques que ajudam a tornar a hora da refeição bem mais...

> Leia mais
Flavonoides: o que são, onde encontrar e por que devemos consumi-los

Flavonoides: o que são, onde encontrar e por que devemos consumi-los Flavonoides: o que são, onde encontrar e por que devemos consumi-los

Os flavonoides provavelmente fazem parte da sua alimentação diária mesmo que você não saiba disto! Substâncias de origem vegetal, eles estão presentes em boa...

> Leia mais
Quiche saudável: 2 receitas e 2 pratos Taeq para simplificar o almoço

Quiche saudável: 2 receitas e 2 pratos Taeq para simplificar o almoço Quiche saudável: 2 receitas e 2 pratos Taeq para simplificar o almoço

Ninguém resiste a uma quiche saudável acompanhada de uma salada de verduras fresquinhas! Perfeito para o dia a dia, no almoço ou no jantar, esse prato também...

> Leia mais
Alimentos que dão energia: a lista definitiva para incluir no seu dia a dia

Alimentos que dão energia: a lista definitiva para incluir no seu dia a dia Alimentos que dão energia: a lista definitiva para incluir no seu dia a dia

Começar o dia bem disposto é muito bom, né? Os alimentos energéticos são conhecidos por oferecer sensação de bem-estar e um combo de ânimo para o organismo!...

> Leia mais
Bolo de batata-doce: 4 versões fit da receita

Bolo de batata-doce: 4 versões fit da receita Bolo de batata-doce: 4 versões fit da receita

Que tal fazer uma receita de bolo de batata-doce para comer no lanche com uma xícara de café? Se a ideia é apostar em sobremesas diferenciadas - fugindo de...

> Leia mais
Frango com requeijão: a receita de um dos recheios mais queridos e versáteis

Frango com requeijão: a receita de um dos recheios mais queridos e versáteis Frango com requeijão: a receita de um dos recheios mais queridos e versáteis

Que tal deixar o lanche da tarde mais gostoso com uma receita de frango com requeijão? O aperitivo é a indicação perfeita para saciar a fome e ainda cai...

> Leia mais
Geleia de laranja: como fazer e combinar nas refeições

Geleia de laranja: como fazer e combinar nas refeições Geleia de laranja: como fazer e combinar nas refeições

Adicionar a Geleia de Laranja Diet Taeq ao café da manhã é sinônimo de saúde e sabor! Fonte de vitaminas e minerais, o recheio da fruta é muito indicado para...

> Leia mais