Ginkgo biloba: as propriedades medicinais dessa planta que é símbolo no Japão

Embora traga diversos benefícios para a saúde, aqui no Brasil a ginkgo biloba é vendida apenas em pó dentro de cápsulas
Embora traga diversos benefícios para a saúde, aqui no Brasil a ginkgo biloba é vendida apenas em pó dentro de cápsulas

Você conhece a fitoterapia? Essa prática é conhecida por utilizar as plantas como medicamento ao invés de optar pelos remédios produzidos pela indústria. Claro que dependendo da doença eles são altamente necessários, mas se o desconforto não for tão grande assim em geral é possível resolvê-lo apenas com a alimentação. Algumas plantas de uso medicinal são velhas conhecidas, como a camomila e a erva-doce. Ainda assim, há aquelas que embora sejam muito benéficas para a saúde começaram a ganhar agora popularidade Brasil. Esse é caso da ginkgo biloba, também conhecida como nogueira-do-japão e árvore-avenca.

Nativa da Ásia, essa planta é lembrada por ter sido a primeira a crescer em Hiroshima, no Japão, após a bomba atômica ser lançada na cidade. Mas além de ter se tornado uma espécie de símbolo da longevidade ao mostrar que apesar de tudo a vida continua, elas também é conhecida pelas suas propriedades medicinais, que são aproveitadas há séculos.

Ginkgo biloba é bom para a memória

Embora volta e meia a gente escute que determina comida é boa para a memória, esse benefício, no caso do ginkgo biloba, é comprovado. O motivo está diretamente ligado à biologia do corpo humano. Nós possuímos no nosso cérebro uma molécula chamada acetilcolina, que é um neurotransmissor. Seu objetivo é transmitir impulsos nervosos entre as células que estão no nosso sistema nervoso. A grande questão é que para ela se formar é preciso que a colina, nutriente presente no complexo B, esteja no neurônio. Tudo bem, mas o que o ginkgo biloba tem a ver com isso? Tudo! Isso porque ele permite que a colina entre na acetilcolina, e o resultado a gente já sabe: o cérebro trabalha melhor e a memória é aprimorada.

Ajuda a evitar o câncer

Por ser um antioxidante, o ginkgo biloba combate os radicais livres, que são moléculas tóxicas que impedem que o nosso corpo funcione bem. Com isso, a planta possui substâncias que irão fortalecer o sistema imunológico e consequentemente evitar algumas doenças, como a gripe ou mesmo o câncer. Os dois agentes que trabalham para impedir o aparecimento de um tumor são os bioflavonóides e os terpenóides, que por atuarem diretamente na célula não apenas combatem os radicais livres como também impedem o envelhecimento precoce. Isso sem falar que essa planta sobreviveu à radiação do bombardeio atômico em Hiroshima, o que sugere que ela talvez possa atacar tumores, mas os estudos ainda não são conclusivos.

Consumo de ginkgo biloba permite o bom funcionamento do sistema circulatório

De uma forma geral o ginkgo biloba possui uma ação vasodilatadora, o que permite que o sangue circule melhor no corpo, especialmente no que diz respeito às áreas que não estão próximas do coração. Isso significa, por exemplo, que ele irriga melhor o labirinto, estrutura localizada no nosso ouvido responsável pelo nosso equilíbrio. Portanto, ele pode combater problemas como a labirintite, que causa tontura, e ainda evitar zumbidos. Em alguns casos também pode acabar com algumas dores, que estão relacionadas a áreas em que o sangue não é bombeado de forma eficaz.

Consulte o médico antes de consumir ginkgo biloba

Não se engane: o ginkgo biloba também pode ter efeitos colaterais caso seja ingerido em grandes quantidades. Não é à toa que aqui no Brasil ele é vendido em pó dentro de cápsulas. Enxaquecas e enjoos são apenas alguns dos problemas que ele pode causar se o seu consumo não for controlado. Se você se interessou por esse alimento medicinal converse com o seu médico, pois essas cápsulas possuem tarja vermelha e só poderão ser compradas com receita.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais
Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Presente na nossa alimentação antes mesmo de o Brasil ser descoberto pelos portugueses, a mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim) é uma raiz...

> Leia mais
6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente 6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

Separar poucos minutos do dia para meditar, relaxar o corpo e a mente pode ser algo muito benéfico, sabia? Cuidar da saúde mental e emocional requer pequenos...

> Leia mais
Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os minerais, de uma forma geral, são muito importantes para a saúde dos sistemas nervoso, muscular, esquelético e digestivo, além de garantirem equilíbrio...

> Leia mais