Frutos secos e carnosos: quais as diferenças entre eles?

Os frutos secos são subdivididos em dois grupos: sementes comestíveis, também chamadas de oleaginosas, e frutos desidratados
Os frutos secos são subdivididos em dois grupos: sementes comestíveis, também chamadas de oleaginosas, e frutos desidratados
Os frutos secos são subdivididos em dois grupos: sementes comestíveis, também chamadas de oleaginosas, e frutos desidratados
Os frutos secos são subdivididos em dois grupos: sementes comestíveis, também chamadas de oleaginosas, e frutos desidratados
Os frutos secos são subdivididos em dois grupos: sementes comestíveis, também chamadas de oleaginosas, e frutos desidratados

Se procurarmos nos livros de biologia vamos descobrir que os frutos são responsáveis pela proteção das sementes das angiospermas, nome do grupo vegetal que compreende as plantas floríferas. Eles são liberados para consumo assim que ficam maduros - e, pelo alto valor nutritivo, são indispensáveis na rotina de quem quer seguir uma alimentação saudável.

Mas, além dessas informações, você sabia que os frutos podem ser divididos em dois grupos, os carnosos e os secos? O primeiro, como o nome já deixa indicar, se destaca por ser mais suculento, enquanto o segundo tem uma aparência mais ressecada. Entenda melhor a diferença entre eles:

Frutos carnosos têm camada externa suculenta e se subdivide em baga ou drupa

A principal característica dos frutos carnosos é a camada externa - conhecida cientificamente como pericarpo -, que é mais suculenta. E é justamente daí que vem o nome que denomina o grupo, já que é essa característica que garante uma aparência polposa ao alimento.

Além desse detalhe, os frutos do tipo carnoso ainda se subdividem em baga ou drupa - classificação feita levando em consideração as sementes. Nos primeiros, elas se separam com facilidade do fruto por ficarem soltas na parte comestível (mesocarpo), enquanto as segundas têm apenas uma semente bem no meio, na área que leva o nome de endocarpo. Para entender melhor o tipo baga, é só considerar a melancia, a laranja e o tomate, por exemplo. Já com o grupo das drupas, a dica é pensar em frutos como pêssego, manga e abacate.

Frutos secos se caracterizam pelo pericarpo mais ressecado

Como o próprio nome já indica, os frutos desse tipo têm a parte externa mais seca. Para você ter uma ideia, eles até conseguem se abrir sozinhos na fase em que as sementes estão devidamente maduras - algo que não acontece com os carnosos. No entanto, eles também se subdividem em dois grupos - sementes comestíveis ou desidratados -, mas o que determina essa diferença é o modo de consumo e não a posição ou quantidade desses grãos.

As sementes comestíveis, também chamadas de oleaginosas, são aquelas que são envolvidas por uma casca bem dura e podem ser consumidas "in natura", como as nozes, amêndoas e avelãs. Os frutos desidratados, por sua vez, se originam da secagem de outros frutos frescos - como a ameixa e a uva, por exemplo.

Conheça os benefícios dos frutos carnosos e secos

Agora que você já entendeu a diferença entre os dois tipos de frutos, também vale saber um pouco mais sobre os benefícios de cada um:

Os frutos carnosos são os mais comuns no dia a dia, seja para completar o café da manhã ou para funcionar como uma sobremesa depois do almoço ou no lanche da tarde. Ricos em substâncias nutritivas, eles são indispensáveis na dieta de quem quer usar a alimentação para manter a saúde em dia com todos os nutrientes que precisa.

A melancia, por exemplo, se destaca pela ação hidratante no corpo - já que é composta por mais de 80% de água - e por contar com as vitaminas A e do complexo B. O abacate, por sua vez, tem o benefício de ajudar quem tem problemas cardiovasculares por ser rico em vitamina E.

Os frutos secos, muito consumidos em ocasiões especiais, como as festas de fim de ano, também são ricos em nutrientes importantes - como vitaminas do complexo B, gorduras boas, zinco, fibras e o tão falado ômega 3, por exemplo. No entanto, devem ser consumidos com moderação por causa do alto valor calórico.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que comer depois do jejum intermitente

O que comer depois do jejum intermitente O que comer depois do jejum intermitente

Quando feito de forma adequada e com acompanhamento nutricional, o jejum intermitente pode ajudar a desintoxicar o organismo e trazer outros benefícios (como...

> Leia mais
3 formas de preparar maionese vegana

3 formas de preparar maionese vegana 3 formas de preparar maionese vegana

Que tal conhecer algumas opções de maionese vegana para incluir no cardápio? Você pode aproveitar os benefícios e sabores de uma dieta sem alimentos de...

> Leia mais
Suco de couve: conheça os benefícios e 3 ideias para preparar

Suco de couve: conheça os benefícios e 3 ideias para preparar Suco de couve: conheça os benefícios e 3 ideias para preparar

Tomar suco verde detox todos os dias é ótimo para eliminar as impurezas do sangue, aumentar a imunidade e fornecer nutrientes para o organismo. A couve, em...

> Leia mais
Suflê de chuchu: 2 receitas fit

Suflê de chuchu: 2 receitas fit Suflê de chuchu: 2 receitas fit

O suflê de chuchu é o preparo perfeito para quem está de dieta, ainda mais se for feito com o Chuchu Orgânico Taeq! É um prato saboroso, pouco calórico,...

> Leia mais
Para que serve o ômega 3

Para que serve o ômega 3 Para que serve o ômega 3

Encontrado em diferentes peixes (salmão, cavala, atum, sardinha, arenque), castanhas e sementes, o ômega 3 é um tipo de ácido graxo essencial (uma gordura...

> Leia mais
Café faz bem: 7 benefícios da bebida

Café faz bem: 7 benefícios da bebida Café faz bem: 7 benefícios da bebida

Tomar café regularmente de forma moderada (no máximo, 3 xícaras por dia) pode trazer uma série de benefícios para a saúde, sabia? Isso porque a bebida é...

> Leia mais
Arginina: para que serve e onde encontrar

Arginina: para que serve e onde encontrar Arginina: para que serve e onde encontrar

As refeições diárias estão cheias de nutrientes essenciais e superimportantes que nem imaginamos, como é o caso da arginina! Essa substância está presente no...

> Leia mais
Barra de frutas: o que é e como consumir

Barra de frutas: o que é e como consumir Barra de frutas: o que é e como consumir

A barra de frutas é uma fonte de energia e tanto, principalmente em dias mais corridos! Incluir o alimento no cardápio é sinônimo de saúde e saciedade para o...

> Leia mais
Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Ótimo para preparar vitaminas, smoothies e incrementar saladas, o iogurte natural é um ingrediente bem nutritivo que ajuda a manter o organismo em...

> Leia mais
Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Você já conhece o sabor do patê de berinjela? Além de todos os benefícios que o alimento apresenta para o organismo, o legume também agrada o paladar de um...

> Leia mais