Fome emocional: entenda como nossos sentimentos podem gerar compulsão alimentar

A fome emocional consiste na vontade exagerada de comer, especialmente quando se trata de doces, como sorvetes e chocolates
A fome emocional consiste na vontade exagerada de comer, especialmente quando se trata de doces, como sorvetes e chocolates

Você já ouviu falar em fome emocional? Ela geralmente acontece quando estamos ansiosos ou estressados e, por conta disso, acabamos descontando na comida. O problema é que, quando isso ocorre, muita gente costuma abusar nos doces - chocolates, balas, sorvetes e sobremesas com açúcar refinado, que, em excesso, são maléficos ao organismo. Para entender melhor como ocorre a fome emocional, nós conversamos com a psicóloga Maria Varnier. Confira!

De acordo com a psicóloga, a fome emocional está diretamente ligada às sensações do indivíduo

Perceber a ocorrência da fome emocional é algo simples, pois ela ocorre geralmente quando o estado de espírito da pessoa está desequilibrado. De acordo com a psicóloga Maria Varnier, é importante ficarmos atentos às nossas próprias sensações: "Quando percebemos muita vontade de comer e essa sensação causa estranhamento, angústia, ou é entendida como efeito de uma certa ansiedade, vemos que há um possível sentido e uma causa psíquica relacionados a esse excesso", explica a profissional.

De forma resumida, a fome emocional consiste na vontade excessiva de comer, que pode durar horas. Ou seja, mesmo que a pessoa se alimente bem, a sensação de saciedade parece nunca surgir. Isso pode ser perigoso, pois o indivíduo pode acabar ganhando muito peso ou até mesmo intoxicar o organismo com alimentos maléficos.

Segundo a psicóloga, a fome emocional se manifesta de forma diferente em cada um e, por isso, deve ser tratada de forma individualizada. "Não se trata então de sentir fome, mas de uma manifestação comportamental relacionada a algum conteúdo interno do indivíduo. Sua causa será única em cada caso e, consequentemente, precisa ser analisada de acordo com as especificidades de cada um", complementa Maria Varnier.

O primeiro passo é tentar entender de onde vem a sensação excessiva de fome

Antes de tudo, o mais importante é buscar entender de onde (e por que) essa fome emocional vem. Para isso, o ideal é que a pessoa consulte um psicólogo e investigue melhor quais são os problemas que estão ocasionando isso. "O caminho está em buscar entender de onde vem a vontade de comer, que parece responder a uma angústia ou ansiedade. Sentir uma excessiva vontade de comer pode ser o sinal de que algo não vai bem, um aviso para o qual devemos voltar a nossa atenção", afirma a psicóloga.

Praticar exercício físico é uma boa forma de aliviar a ansiedade e o estresse

Para aliviar sintomas de estresse e ansiedade - grandes causadores da fome emocional - uma ótima alternativa é praticar exercícios físicos. São várias as opções que surtem um bom efeito: corrida ou caminhada diária, academia, dança, esportes (como vôlei ou luta) e até mesmo passeios de bicicleta diários.

Quando nos exercitamos, nosso corpo fica mais oxigenado e relaxado, prevenindo instabilidades emocionais. Por isso, caso você esteja sentindo que está exagerando na comida, uma dica interessante é buscar se exercitar. A psicóloga Maria Varnier também destacou a importância de fazer um acompanhamento com um profissional: "Caso a pessoa identifique uma vontade desmedida de comer, muito além das suas necessidades nutricionais, outra boa alternativa é buscar suporte psicológico", finaliza Maria Varnier.

* Maria Varnier (CRP 05/54645) é formada em Psicologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e é pós-graduanda em Psiquiatria e Psicanálise com Crianças e Adolescentes pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Usar cogumelos para incrementar receitas veganas ou vegetarianas é sempre uma boa opção. Afinal, eles acrescentam muito em termos nutricionais e agregam mais...

> Leia mais
Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Você sabia que a mozarela de búfala é um dos tipos de queijos brancos mais consumidos do mundo? Conhecida pela sua textura cremosa e suculenta, ela tem como...

> Leia mais
Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Você sabia que é possível preparar receitas de macarrão sem necessariamente usar farinha de trigo? Quem é celíaco, por exemplo, deve passar longe de pratos...

> Leia mais
6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora 6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

Às vezes pode parecer difícil seguir uma dieta vegana e ter tempo para preparar lanches sem ingredientes de origem animal durante a correria do dia a dia....

> Leia mais
O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

Se você gosta de experimentar comidas típicas de diferentes regiões do Brasil, é bem provável que já conheça o sagu - uma sobremesa feita com vinho tinto...

> Leia mais
Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Fruto da aroeira-vermelha, a pimenta-rosa é uma planta brasileira de ardência leve, sabor adocicado e aparência delicada. Mas além de características e...

> Leia mais
4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas 4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

Considerado um superalimento, o coco é uma fruta das frutas mais nutritivas que existe. Ele é rico em minerais importantes como cálcio, magnésio, cobre,...

> Leia mais
5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos 5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

Criar o hábito de ler livros de diferentes temas no dia a dia pode ser mais benéfico do que você imagina. Além de ser uma forma de aprender, desenvolver...

> Leia mais
Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Para muitas pessoas, receber o diagnóstico de diabetes é sinônimo de restrições alimentares e complicações de saúde a longo prazo. Basta receber a notícia...

> Leia mais
Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Deixar leguminosas (como feijão, lentilha ou ervilha) e outros grãos de molho é fundamental para eliminar os antinutrientes - substâncias que podem...

> Leia mais