Flexitarianismo: o que é e como montar um cardápio equilibrado

Para seguir uma alimentação flexitariana, é necessário dar preferência para frutas, verduras, legumes (alimentos naturais) e reduzir o consumo de carnes
Para seguir uma alimentação flexitariana, é necessário dar preferência para frutas, verduras, legumes (alimentos naturais) e reduzir o consumo de carnes
Caroline Codonho

Consultor:

Caroline Codonho

Formada no Centro Universitário São Camilo, tem 3 pós-graduações: Saúde da Família e Comunidade (IEP Albert Einstein), Fisiologia e Metabolismo Aplicados a Nutrição e Atividade Física (ICB-USP) e Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia (VP/ UNICSUL)

Enquanto o veganismo propõe o corte total do consumo de produtos de origem animal, o flexitarianismo chega com uma ideia menos radical: reduzir o consumo de carnes e dar um foco maior para alimentos naturais e integrais. O estilo de vida flexitariano é bem simples e pode ser seguido de diferentes formas, sabia? Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com a nutricionista Caroline Codonho, que falou mais sobre as particularidades desse tipo de alimentação. É só continuar lendo!

Flexitarianismo: o que é e quais seus benefícios

O termo "flexitarianismo" foi criado em 1990 pela nutricionista norte-americana Dawn Jackson Blatner, autora do livro "The Flexitarian Diet", que se baseia em três pilares principais para uma boa alimentação: saúde, equilíbrio e sustentabilidade. O flexitarianismo vai muito além de ter hábitos alimentares saudáveis - a ideia é seguir um estilo de vida balanceado e também preocupado com o meio ambiente. Bem bacana, né?

A dieta flexitariana não pode ser considerada propriamente vegana ou vegetariana. Afinal, embora o seu cardápio seja composto basicamente por frutas, legumes, verduras, água e alimentos naturais e integrais (característica do vegetarianismo), também é possível comer carnes e produtos de origem animal em alguns momentos, sempre de forma equilibrada.

Por ter esse pilar de equilíbrio, a alimentação flexitariana tende a ser muito benéfica para o organismo: faz bem para os sistemas circulatório, nervoso, imunológico, respiratório e traz uma sensação de bem-estar e leveza para o corpo. Outro ponto positivo do flexitarianismo é que ele ajuda a combater o desperdício de alimentos, tendo em vista que a proposta é se alimentar justamente de forma equilibrada, sem exageros.

Vale destacar, no entanto, que para montar um plano alimentar flexitariano e usufruir de seus benefícios, é muito importante consultar um nutricionista - de modo que você possa selecionar os melhores alimentos para suas necessidades e planejar refeições que sejam completas nutricionalmente. Fica a dica!

Qual a quantidade de carne que um flexitariano pode comer?

Quando se trata de reduzir as carnes nas refeições, é comum que as pessoas se perguntem qual o limite desse consumo. De acordo com a nutricionista Caroline Codonho, não existe uma regra para a quantidade de carne a ser consumida. No entanto, é possível estabelecer 3 níveis de consumo de carne que cada um pode seguir:

"Tecnicamente não existe um percentual fixo de proteínas de origem animal recomendado, uma vez que o flexitarianismo, mais do que uma dieta, é um estilo de vida. A criadora da dieta chamada flexitariana (Dawn Jackson Blatner) recomenda três níveis de exclusão de carnes: iniciante, que propõe 2 dias na semana sem carne; avançado, que consiste em passar de 3 a 4 dias sem carne; e o expert, constituindo 5 dias sem carne", explica a profissional.

Flexitarianismo saudável: opte por carnes magras e controle o seu consumo

Uma dica importante para quem quer aderir ao flexitarianismo é ir reduzindo as carnes nas refeições de forma gradual. Além disso, escolher bem o tipo de carne também é importante - afinal, algumas opções são mais gordurosas e menos saudáveis que outras. De acordo com a nutricionista, atentar a essa questão é um dos pontos mais importantes.

"Além da retirada de carne, recomenda-se que quando ocorra a presença desse alimento, este seja de origem mais saudável, de pastagem ou orgânica. A principal diferença é contabilizar a presença da proteína animal na dieta e reduzir não somente a frequência, mas também as porções", recomenda Caroline.

Quais os alimentos mais importantes para uma dieta flexitariana?

Na hora de montar um cardápio flexitariano, existem alguns grupos alimentares que são considerados indispensáveis. De acordo com a nutricionista, beber bastante líquido e dar preferência para alimentos naturais (preferencialmente orgânicos) é o primeiro passo. "Vegetais, grãos, feijões, sementes, frutas, verduras frescas e muita água. As fontes de proteína acabam sendo provenientes dos feijões e sementes", explica Caroline.

Lista de alimentos para adotar o flexitarianismo

Na hora de comprar os alimentos para a dieta flexitariana, você pode fazer uma lista de vegetais preferencialmente orgânicos, leguminosas, sementes, oleaginosas e outros que são bem saudáveis e nutritivos. Seguem alguns exemplos certeiros:

- Alface

- Rúcula

- Espinafre

- Couve

- Brócolis

- Quiabo

- Beterraba

- Berinjela

- Abobrinha

- Cenoura

- Arroz integral

- Feijão

- Grão-de-bico

- Banana

- Mamão

- Limão

- Laranja

- Sementes de chia

- Sementes de linhaça

- Oleaginosas (castanhas, nozes e amêndoas)

- Salmão

- Ovos orgânicos

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais