Fezes verde pode ser alimentação! Descubra o que fazer

Fezes verdes podem ser causadas pelo consumo excessivo de vegetais verdes, como rúcula, espinafre, couve e escarola
Fezes verdes podem ser causadas pelo consumo excessivo de vegetais verdes, como rúcula, espinafre, couve e escarola
Jéssica Pimentel

Consultor:

Jéssica Pimentel

Graduada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), possui pós-graduação em Nutrição Clínica Funcional pela VP - Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Você tem o hábito de reparar na frequência diária em que vai ao banheiro evacuar? Para garantir a saúde do intestino, é muito importante ter uma alimentação saudável e, ao mesmo tempo, verificar se o processo digestivo está funcionando de forma correta. Sintomas como fezes verdes, por exemplo, podem ser causados por uma dieta desregrada e possíveis problemas digestivos. Aqui, nós conversamos com a nutricionista Jéssica Pimentel para entender por que as fezes esverdeadas ocorrem, como evitá-las e quais são os principais cuidados que devemos tomar com a alimentação.

Afinal, qual o motivo de fezes verdes?

De acordo com a nutricionista Jéssica Pimentel, ficar atento ao aspecto das fezes e ao funcionamento do processo digestivo como um todo é algo fundamental. "Cuidar do nosso intestino é muito importante para a nossa saúde. Observar a cor, a forma, a frequência e o odor (das fezes) se torna um indicador essencial para a avaliação do funcionamento intestinal", destaca. Aqui, ela falou mais sobre os principais fatores que causam esse tipo de problema:

1. Consumo excessivo de vegetais verdes

Você sabia que o consumo excessivo de espinafre, couve, rúcula, agrião, escarola e outras folhas verdes pode alterar a cor das fezes? A nutricionista esclarece por que isso ocorre."Existem muitas razões pelas quais as fezes podem mudar de cor. O cocô verde pode significar excesso de consumo de verduras ou outros alimentos verdes. Nesse caso, é a clorofila da planta que produz a cor verde. No entanto, quem não come muitas verduras deve ficar mais atento, porque o cocô verde pode ser um sinal de que algo não está bem com a digestão", afirma.

2. Problemas no processo de digestão

Caso o processo de digestão não esteja funcionando bem - em especial, de forma muito acelerada -, é possível que as fezes fiquem quebradiças e verdes. A nutricionista explica que existem diversas doenças e problemas que podem causar esse desequilíbrio no organismo.

"Fezes esverdeadas podem sinalizar que você está processando sua comida de forma muito rápida e tendo problemas que geram uma má absorção, por exemplo. As fezes também podem ficar verdes devido ao pigmento da bile. A bile é uma substância verde-clara produzida pelo fígado que auxilia na digestão. Se a comida se move muito rapidamente pelo intestino, o pigmento biliar não consegue se decompor o suficiente pelas bactérias e enzimas no intestino grosso, promovendo essa mudança de cor das fezes", explica Jéssica.

"Algumas das condições que podem acelerar a digestão são: diminuição de bactérias boas no intestino, má absorção, hipertireoidismo, doença inflamatória intestinal, síndrome do intestino irritável, diarreia, intoxicação alimentar, infecções, comer demais, estresse ou exposição ao metal pesado", complementa a especialista.

3. Utilização de antibióticos

Em muitos casos, o uso de medicamentos pode afetar o processo de digestão e, em especial, a cor e o aspecto das fezes. De acordo com a nutricionista, esse é outro fator que deve ser levado em conta. "A utilização de antibióticos também pode causar essa alteração, já que com esse medicamento ocorre a diminuição das bactérias benéficas no nosso intestino, impedindo a decomposição adequada da bile. Parasitas e bactérias ​​podem fazer com que os intestinos funcionem mais rápido do que o normal, afetando a cor das fezes", explica.

Como evitar problemas intestinais e fezes verdes?

A principal dica para garantir que o intestino funcione bem (produzindo fezes de aspecto saudável) é cuidar bastante da alimentação. É sempre válido, inclusive, fazer exames médicos e ter o acompanhamento de um nutricionista para montar uma dieta bem equilibrada. De acordo com Jéssica Pimentel, esse é o principal segredo para fugir de desequilíbrios intestinais.

"Para evitar esse tipo de problema, precisamos cuidar bem do intestino. Consumir muitos vegetais e hortaliças, frutas e proteínas, gorduras saudáveis como azeite, nuts, abacate e evitar excesso de açúcar e farinha branca", recomenda.

"Acompanhe sempre o que está comendo e veja se existe relação entre as refeições com a produção de fezes. Adicionar elementos ácidos à dieta estimula a produção de bile e ajuda no processo de digestão - como vinagre de maçã, limão ou sucos cítricos. Você pode fazer um molho de salada com esses ingredientes, por exemplo. Chás como dente-de-leão, erva-doce e alcachofra ajudam no sistema digestivo. Existem também produtos que podem ser manipulados, como os probióticos, para melhorar as bactérias boas e enzimas que auxiliam na digestão", finaliza a nutricionista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

5 vegetais amargos que você precisa experimentar

5 vegetais amargos que você precisa experimentar 5 vegetais amargos que você precisa experimentar

Alimentos amargos costumam ser apreciados por quem tem o paladar bem seletivo e diferenciado. Apesar de muita gente torcer o nariz, entretanto, muitos...

> Leia mais
Suco de batata-doce ajuda o refluxo! Aprenda a prepará-lo e os seus benefícios

Suco de batata-doce ajuda o refluxo! Aprenda a prepará-lo e os seus benefícios Suco de batata-doce ajuda o refluxo! Aprenda a prepará-lo e os seus benefícios

Você já experimentou alguma receita de suco de batata-doce? Rica em fibras, potássio, cálcio e carboidratos, essa bebida funciona como excelente fonte de...

> Leia mais
O que fazer quando come demais e passa mal? Veja dicas para se sentir melhor

O que fazer quando come demais e passa mal? Veja dicas para se sentir melhor O que fazer quando come demais e passa mal? Veja dicas para se sentir melhor

Exagerar demais na comida ou se alimentar de forma rápida pode desencadear problemas no aparato gastrointestinal, como azia, náusea, dor e dilatação...

> Leia mais
7 frutas com T cheias de benefícios ótimas para variar no cardápio diário

7 frutas com T cheias de benefícios ótimas para variar no cardápio diário 7 frutas com T cheias de benefícios ótimas para variar no cardápio diário

Tangerina, toranja, tâmara, tarumã... Você já parou para pensar em quantas frutas com T existem e podem ser incluídas no cardápio? Para ter uma alimentação...

> Leia mais
Como comer maracujá? 5 dicas para incluí-lo na alimentação

Como comer maracujá? 5 dicas para incluí-lo na alimentação Como comer maracujá? 5 dicas para incluí-lo na alimentação

Suco, smoothie, geleia, compota, mousse... São muitas as receitas que podem ser feitas a partir da polpa e da casca do maracujá, sabia? Para variar cada vez...

> Leia mais
Crossfit ou academia? Veja as diferenças e decida qual a opção ideal para você

Crossfit ou academia? Veja as diferenças e decida qual a opção ideal para você Crossfit ou academia? Veja as diferenças e decida qual a opção ideal para você

Para escolher entre crossfit ou academia, é fundamental levar em conta uma série de fatores - como o estilo de treino, o principal objetivo (queimar calorias...

> Leia mais
7 alimentos que fortalecem o sistema imunológico

7 alimentos que fortalecem o sistema imunológico 7 alimentos que fortalecem o sistema imunológico

Uma alimentação saudável é a chave para o bem-estar, e isso inclui a prevenção de doenças. Por isso, é muito importante que a sua dieta contenha alimentos...

> Leia mais
Como fazer queijo de kefir? A receita para incluir esse probiótico na dieta

Como fazer queijo de kefir? A receita para incluir esse probiótico na dieta Como fazer queijo de kefir? A receita para incluir esse probiótico na dieta

Considerado um ótimo aliado para a saúde do intestino, o queijo de kefir é rico em probióticos, proteínas, cálcio, fósforo, vitamina D e outros nutrientes...

> Leia mais
Testosterona e leite: bebida influencia o hormônio? Nutricionista tira a dúvida

Testosterona e leite: bebida influencia o hormônio? Nutricionista tira a dúvida Testosterona e leite: bebida influencia o hormônio? Nutricionista tira a dúvida

A alimentação, o sono, a prática de exercícios e pequenos hábitos diários tendem a influenciar muito no funcionamento dos hormônios (como a testosterona, o...

> Leia mais
O que é fast-food? Entenda por que faz mal consumi-lo com frequência

O que é fast-food? Entenda por que faz mal consumi-lo com frequência O que é fast-food? Entenda por que faz mal consumi-lo com frequência

Pizza, hambúrguer, batata frita... Você provavelmente já se deliciou com pelo menos um desses alimentos, também chamados de "tentações" ou a "escapada" da...

> Leia mais