Escalada esportiva: conheça as modalidades desse novo esporte olímpico

Escalada esportiva é um novo esporte olímpico que reúne modalidades de velocidade, dificuldade e bouldering
Escalada esportiva é um novo esporte olímpico que reúne modalidades de velocidade, dificuldade e bouldering

Se você é uma daquelas pessoas apaixonadas por adrenalina, é bem possível que já tenha ouvido falar sobre a escalada esportiva! Cada vez mais conhecida e praticada no Brasil, ela foi considerada recentemente um novo tipo de esporte olímpico que enquadra modalidades de velocidade, dificuldade e bouldering (a famosa "escalada em rocha", mas que pode ser feita em ambientes internos). Para entender um pouco mais sobre essa prática esportiva, nós conversamos com Victor González, que atua como guia instrutor de escalada no Rio de Janeiro.

Afinal, o que é escalada esportiva?

Para quem não tem nenhum conhecimento sobre o assunto, a escalada é um esporte praticado individualmente ou em grupo que utiliza técnicas e movimentos do montanhismo. Ela pode ser dividida em duas principais categorias: a escalada indoor (modalidade das Olimpíadas) e outdoor (praticada em ambientes naturais e abertos, como rochas).

Victor González, de 35 anos, conheceu essa prática esportiva em 2003, quando fez um curso de assistente de guia de montanha na Patagônia chilena. Através desse curso, ele foi chamado para trabalhar no Parque Nacional da região e começou a se aprofundar na escalada em rocha, que é a modalidade que ele pratica. Desde 2011, trabalha em tempo integral com o esporte no Brasil, sendo um dos guias instrutores do morro do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro.

Quais são as modalidades da escalada esportiva?

De acordo com o especialista, existem basicamente quatro modalidades de escalada no Brasil: a tradicional, esportiva, de boulder e "big wall" (o nome vem do inglês "grande parede" e define um estilo livre de escalada em uma grande parede de rocha).

"Dessas quatro modalidades, o boulder não precisa de corda, ele é a escalada praticada em rochas pequenas e geralmente se pratica em grupo - se você cair, alguém vai estar atrás te segurando. No caso do boulder, não precisa de conhecimento técnico, é só escalar! Já para praticar a escalada esportiva você precisa de um pouco mais de equipamento, mas são escaladas curtas, onde o foco é a dificuldade. A tradicional é aquela escalada longa, de mais de 30 metros. Pode ser 1000 metros, por exemplo, mas se passar dos 30 já é considerado escalada tradicional. E a escalada de big wall é aquela que você vai ficar mais de um dia pendurado na parede, vai depender da sua logística e da montanha que você estiver escalando", explica Victor Gonzáles.

Segundo o profissional, na categoria de escalada esportiva também há algumas submodalidades específicas. "A escalada esportiva é a que entrou para os Jogos Olímpicos. Nela, será praticada a escalada de boulder (ou bouldering), a esportiva de dificuldade - onde os escaladores competem para ver quem chega mais alto - e a escalada de velocidade, na qual se equipa uma via com agarras e quem chegar primeiro lá em cima ganha. Na de velocidade, geralmente tem uma parede de mais ou menos 20 metros e o pessoal escala muito rápido, a melhor velocidade acho que é de 5 segundos", afirma.

Praticar esse novo esporte olímpico traz diversos benefícios para a saúde

Que qualquer tipo de esporte faz bem para saúde, não é novidade para ninguém. Mas, de acordo com Victor Gonzáles, praticar a escalada esportiva é o mesmo que fazer uma atividade física completa, isto é, que reúne benefícios que vão desde o esforço dos músculos a questões de prazer e bem-estar mental, além de criar uma conscientização positiva em relação ao meio ambiente.

"Na escalada não adianta você ter força se não tiver a parte psicológica bem trabalhada, porque se você tiver muito medo, você não vai sair do chão. Então ela é uma boa ferramenta para você trabalhar o medo. Tem a parte da consciência com a natureza também que eu acho muito importante. A partir do momento que eu comecei a estudar montanhismo e escalada, eu me transformei em uma pessoa mais consciente com a natureza e todas as pessoas que eu conheço de certa forma se transformaram um pouco. Porque é o nosso meio, né? É onde a gente pratica e vive e, por isso, tendemos a mantê-lo da melhor maneira possível", afirma.

* Victor González é guia instrutor certificado pela AGUIPERJ, a Associação de Guias, Instrutores e Profissionais de Escalada do Estado do Rio de Janeiro.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais
Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Originário do sudeste asiático, o mangostão (ou mangostin) é uma fruta exótica bem suculenta, de sabor suave e altamente benéfica para a saúde. Além de ser...

> Leia mais
Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Fonte de propriedades nutritivas e calmantes, o chá de erva-doce é uma bebida cheia de benefícios para a saúde! Assim como os de camomila e alfazema, ele é...

> Leia mais
Como fazer compota de berinjela sem erros

Como fazer compota de berinjela sem erros Como fazer compota de berinjela sem erros

Feita geralmente com a polpa de frutas, legumes e outros vegetais, a compota é um tipo de conserva (que pode ser salgada ou doce) que costuma ser servida com...

> Leia mais
4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes 4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

Você já deve ter reparado que existem tantos tipos de frutas ao redor do mundo que listar todas elas parece uma tarefa impossível. Mas para explorar um...

> Leia mais
Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Está procurando um exercício simples e eficiente para fazer em casa? Indicado para fortalecer os glúteos e a musculatura da perna, o exercício de ponte pode...

> Leia mais