Equilíbrio alimentar: o que devemos evitar, moderar e sempre comer no dia a dia?

O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta
O que nós podemos comer sem culpa no dia a dia? Veja opções de alimentos liberados para consumo, além daqueles que devemos controlar na dieta

O primeira passo para seguirmos direitinho os mandamentos de uma alimentação saudável é ter equilíbrio. Elaborar um cardápio funcional, de acordo com as suas necessidades, e investir em alimentos certos para cada momento do dia, é fundamental para a melhor qualidade de vida. Por isso, é preciso controlar o consumo de alguns produtos, assim como, em alguns caso, abrir mão de ingredientes que não fazem tão bem à saúde. Veja um menu de opções com o que podemos comer tranquilamente e o que precisamos controlar ou cortar de vez das nossas dietas.

Manter uma alimentação saudável e funcional às demandas do dia a dia, significa dar prioridade aos alimentos 100% naturais e orgânicos, montar pratos coloridos e com a maior diversidade de nutrientes essenciais, garantindo o bom desenvolvimento do organismo e aquela ótima sensação de bem-estar e satisfação após a refeição.

O que pode comer à vontade? Veja quais são os alimentos liberados para comer sem culpa

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o consumo de frutas, hortaliças e verduras frescas, em uma quantidade aproximada de 400 g/dia. De acordo com a entidade, esses alimentos atuam na prevenção de doenças, promovem o equilíbrio do corpo e melhoram as funções do organismo, devendo estar presente diariamente no plano alimentar. São eles:

- Frutas: Banana, morango, laranja, limão, uva, melancia ou seja qualquer outra de sua preferência, as frutas são alimentos ricos em fibras alimentares, que ajudam a saúde do coração e também facilitam o trânsito intestinal. Esse grupo alimentar também é conhecido por sua alta concentração de vitamina C, substância responsável por manter o sistema imunológico fortalecido, ou seja, livre de doenças e enfermidades, como gripes e resfriados.

- Proteínas: Seja de origem vegetal (soja, quinoa, oleaginosas) ou de origem animal (carne, queijos, leite), as proteínas atuam na síntese dos nossos músculos, garantindo assim um desenvolvimento natural e saudável. As proteínas também são essenciais para o fornecimento de energia do corpo e o controle hormonal.

- Verduras e hortaliças: Brócolis, couve, espinafre, batata doce, abóbora e tantos outros pertencentes desses grupos se tornam fundamentais. Eles são ricos em minerais como cálcio, ferro, magnésio e fósforo que auxiliam na prevenção da anemia, no fortalecimento de ossos e músculos e melhoram o funcionamento do cérebro, ativando a memória e o raciocínio lógico.

Alimentos para consumo moderado: afinal, uma vez ou outra não faz mal, não é mesmo?

Fugir vez ou outras das dietas também pode ser saudável. Sem excessos, alguns alimentos possuem boas concentrações de nutrientes, mas, precisam ser controlados com mais ênfase porque podem ter quantidades de substâncias nocivas bem acima do recomendado (calóricas, gorduras, açúcares, sódio, etc), gerando um efeito contrário ao nosso organismo.

- Café: Resistir ao cafezinho nos dias atuais parece praticamente impossível. Afinal, ele nos ajuda a manter o sistema imunológico saudável, melhora o humor e garante energia ao longo de um dia cansativo e cheio de atividade. Porém, tudo com cautela! O consumo ideal de café é de 3 a 4 xícaras por dia, não ultrapassando 400 mg de cafeína.

- Chocolate: Para adoçar o dia, como sobremesa ou para as mulheres que desejam amenizar os sintomas da TPM, uma barrinha de chocolate pode ajudar bastante, não é mesmo? Saudável, ele possui alto nível de flavonoides que tornam a saúde cardiovascular mais forte e ajudam a acelerar o metabolismo. Para inclui-lo como sobremesa, dê preferência pelas versões que possuem 70% ou mais de cacau, para assim adquirir os benefícios e, claro, não exagere na quantidade.

- Carboidratos: Eles geram energia, fazem bem ao coração e beneficiam o cérebro. Mas também, quando não consumidos de maneira correta, podem ajudar no ganho de peso. Encontrado nas massas, pães e arroz, por exemplo, a quantidade, por dia, não deve ultrapassar 6g. Uma boa maneira de controlar o consumo dos carboidratos é fazer a contagem deles e optar pela versão integral desses alimentos que, aumentam a ingestão de fibras alimentares no dia a dia.

O que devemos evitar: saiba os alimentos que podem atrapalhar o nosso plano alimentar

"Menos é mais", já ouviu falar? Nessa célebre frase, quanto menos alguns alimentos estão presentes, mais saúde teremos ao longo da vida. Eles podem inflamar o organismo e ainda serem responsáveis pelo aparecimento de doenças. Descubra quais são:

- Álcool: Uma vez ou outra, tudo bem, mas nada de exageros! O consumo frequente de bebidas alcoólicas diminuem as funções do fígado, prejudicando as células e podendo levar ao desenvolvimento da cirrose. O álcool também prejudica as capacidade cerebrais, causando alterações de humor. Ele não é proibido, mas deve ser consumido com cuidado e, sempre que possível, prefira sucos naturais.

- Gorduras trans: Encontrada nos sorvetes, salgadinhos, batatas congeladas e margarina, por exemplo, essa gordura aumenta os níveis de colesterol "ruim" no corpo, o LDL, aumentando os riscos de desenvolvimento das doenças cardiovasculares. Para isso, dê preferência pelas gorduras "boas", encontradas em alimentos como abacate, salmão, etc, ou opte pelas preparações mais saudáveis desses alimentos.

- Alimentos industrializados: Esses alimentos carregam consigo uma infinidade de conservantes e aditivos químicos que prejudicam a nossa saúde e, podem ainda, atrapalhar a absorção de outros nutrientes. Seja sucos, carnes ou qualquer outro alimento, sempre dê preferência pela preparação mais próxima ao natural possível.

* Outras informações sobre a quantidade de alimentos recomendados diariamente para um adulto saudável, pode ser visto no site da OMS, Organização Mundial de Saúde .

Receitas:
Banana
Ver Mais

Últimas Matérias

Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta

Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta

Nada mais gostoso que um suco de maracujá para relaxar, não é mesmo? A fruta é famosa pelo seu sabor inigualável e suas propriedades calmantes. Mas o que...

> Leia mais
Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta

Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta

A pitaya é uma fruta deliciosa e ainda pouco conhecida por muita gente. Apelidada de "fruta do dragão", por suas cores diferentes e chamativas e seu aspecto...

> Leia mais
Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina

Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina

Ao ler o nome oca talvez você pense que estamos falando sobre a moradia tradicional indígena, mas não! Também conhecida como oca do Peru, esse tubérculo é...

> Leia mais
Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você provavelmente já passou por ele sem nem perceber várias vezes. Isso porque esse ingrediente se disfarça sob várias "identidades": realçador de sabor,...

> Leia mais
Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Você com certeza já ouviu falar do flúor na hora de ir ao dentista, ou nas indicações para comprar algum creme ou enxaguante bucal. Porém, apesar de não...

> Leia mais
Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

A gente sabe que ser saudável não é uma tarefa fácil em um primeiro momento. Afinal, para que ter trabalho levando comida de casa para o trabalho ou...

> Leia mais
Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Quando você chega do mercado o que faz com as compras? Provavelmente guarda cada alimento no seu respectivo destino, certo? O problema é que às vezes surge...

> Leia mais
Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

A cada quatro mães de recém-nascidos brasileiras, uma sofre de depressão pós-parto. Com os hormônios ainda em reajuste, a mulher pode experimentar um período...

> Leia mais
5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado 5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

A água representa 70% do nosso organismo e é essencial para o nosso corpo. Inclusive, beber água é, muitas vezes, receituário médico em diversas situações....

> Leia mais
10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer 10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

Se tem uma coisa que não pode faltar na casa do brasileiro, decididamente, é o feijão. E por aqui a gente tem vários tipos: feijão preto, branco, manteiga,...

> Leia mais