Endometriose: entenda como a alimentação pode aliviar seus sintomas

Para amenizar os sintomas da endometriose (ou até mesmo prevenir a doença), uma boa dica é consumir mais alimentos ricos em ômega 3, como o brócolis, couve, espinafre e principalmente peixes
Para amenizar os sintomas da endometriose (ou até mesmo prevenir a doença), uma boa dica é consumir mais alimentos ricos em ômega 3, como o brócolis, couve, espinafre e principalmente peixes

Você sabia que março é considerado o Mês Mundial da Conscientização da Endometriose? Essa doença se desenvolve quando o endométrio (tecido que reveste o útero) aparece em outros lugares do corpo, como nos ovários, trompas e até mesmo em órgãos - o que faz com que surja sangue em locais inapropriados. O problema é que ela pode se desenvolver para quadros mais graves, podendo ocasionar, por exemplo, a infertilidade.

O bom é que existem alimentos e nutrientes que ajudam a evitar a endometriose e aliviar seus sintomas. Aproveitando que estamos no mês de conscientização da doença, resolvemos fazer uma lista de quais são os que podem ajudar - dá uma conferida!

Alimente-se com peixes, oleaginosas e alimentos fontes de ômega 3

Uma boa dica para tratar a endometriose é incluir no cardápio alimentos ricos em ômega 3 - tais como peixes (salmão, atum e sardinha), oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, avelãs etc.) e até folhas verde-escuras, como couve, brócolis e espinafre. Isto porque essa substância atua como anti-inflamatório, amenizando os focos de endometriose no organismo.

Fibras ajudam a diminuir a concentração de estrogênio

Consumir alimentos ricos em fibra também é uma solução para quem está tratando endometriose. Isto porque esse nutriente ajuda a diminuir o nível de estrogênio no organismo - hormônio que "alimenta" a endometriose e pode fazer com que os focos aumentem. Para combater isso, o ideal é que você inclua leguminosas - como feijão, lentilha, grão-de-bico -, grãos integrais (arroz e centeio, por exemplo), nozes, semente, cereais e alguns tipos de frutas, como o abacate e a goiaba.

Outra vantagem dos alimentos fontes de fibra é que eles ajudam a regular o intestino, auxiliando na digestão e, inclusive, prolongando a sensação de saciedade. Para quem sofre com endometriose, é sempre importante manter os órgãos e outras partes do corpo em bom funcionamento.

Vitaminas do complexo B e C também são importantes

Para manter o bom funcionamento das glândulas endócrinas (responsáveis pela produção dos hormônios) e fortalecer o organismo, é fundamental manter uma dieta rica em vitaminas do complexo B e C. Por auxiliarem no controle sobre o funcionamento hormonal, as vitaminas B conseguem conter o estrogênio no organismo - o que ameniza os sintomas da endometriose.

Além disso, a vitamina C é rica em antioxidantes - que combatem a atuação dos radicais livres - e, quando associada a outras substâncias, também ganha propriedades anti-inflamatórias. Por isso, para o combate da endometriose, o ideal é adicionar à dieta frutas cítricas (como a tangerina, limão, abacaxi e laranja), ovos, carnes, leites e outros alimentos ricos nessas vitaminas.

Evite café, frituras, carnes vermelhas e alimentos processados

Além de se alimentar com os alimentos recomendados acima, também é necessário fazer uma reeducação alimentar, cortando (ou ao menos diminuindo) o consumo de alimentos que agravam o quadro de endometriose.

Entre esses alimentos, estão os mais gordurosos - como chocolates, frituras e até mesmo carnes vermelhas e alimentos processados. Isso porque eles podem causar um desequilíbrio no organismo e impulsionar processos inflamatórios. Além disso, existem estudos que relacionam o consumo excessivo de carnes vermelhas e alimentos processados ao surgimento da endometriose.

Outra dica importante é evitar alimentos que tenham fitoestrógenos na composição, como a soja. Isto porque essa substância é quimicamente semelhante ao estrogênio, de modo que pode ser prejudicial ao corpo neste período.

Receitas:
Feijão
Ver Mais

Últimas Matérias

Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você provavelmente já passou por ele sem nem perceber várias vezes. Isso porque esse ingrediente se disfarça sob várias "identidades": realçador de sabor,...

> Leia mais
Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Você com certeza já ouviu falar do flúor na hora de ir ao dentista, ou nas indicações para comprar algum creme ou enxaguante bucal. Porém, apesar de não...

> Leia mais
Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

A gente sabe que ser saudável não é uma tarefa fácil em um primeiro momento. Afinal, para que ter trabalho levando comida de casa para o trabalho ou...

> Leia mais
Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Quando você chega do mercado o que faz com as compras? Provavelmente guarda cada alimento no seu respectivo destino, certo? O problema é que às vezes surge...

> Leia mais
Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

A cada quatro mães de recém-nascidos brasileiras, uma sofre de depressão pós-parto. Com os hormônios ainda em reajuste, a mulher pode experimentar um período...

> Leia mais
5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado 5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

A água representa 70% do nosso organismo e é essencial para o nosso corpo. Inclusive, beber água é, muitas vezes, receituário médico em diversas situações....

> Leia mais
10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer 10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

Se tem uma coisa que não pode faltar na casa do brasileiro, decididamente, é o feijão. E por aqui a gente tem vários tipos: feijão preto, branco, manteiga,...

> Leia mais
Mais saudáveis e felizes! Ex-anoréxicas contam como venceram o distúrbio

Mais saudáveis e felizes! Ex-anoréxicas contam como venceram o distúrbio Mais saudáveis e felizes! Ex-anoréxicas contam como venceram o distúrbio

A anorexia é um distúrbio de imagem que faz com que a pessoa se enxergue de maneira muito distorcida da qual ela é de fato (geralmente, com maior peso e...

> Leia mais
O que comer antes de correr? Descubra como ter mais energia e não passar mal

O que comer antes de correr? Descubra como ter mais energia e não passar mal O que comer antes de correr? Descubra como ter mais energia e não passar mal

Verdade seja dita, a corrida é um dos exercícios mais democráticos que tem. Afinal, não é preciso pagar uma academia para começar a treinar, apenas encontrar...

> Leia mais
6 dicas de alimentação saudável para quem tem epilepsia

6 dicas de alimentação saudável para quem tem epilepsia 6 dicas de alimentação saudável para quem tem epilepsia

A epilepsia é uma doença do sistema nervoso que se caracteriza pela perda de consciência momentânea, a partir de crises convulsivas, que acontecem de tempos...

> Leia mais