Emagrecer comendo gordura é possível! Entenda como funciona essa dieta

Algumas carnes, como a de cordeiro, são ricas em gordura, o que não as impede de fazer parte de uma dieta de emagrecimento
Algumas carnes, como a de cordeiro, são ricas em gordura, o que não as impede de fazer parte de uma dieta de emagrecimento

Quando se fala em perder peso, cortar os alimentos ricos em gordura costuma ser um dos primeiros cuidados de quem vai começar a apostar em um cardápio mais equilibrado e saudável. No entanto, você sabia que é possível aproveitar esse mesmo componente para emagrecer? Esse método inusitado é aplicado, inclusive, em dietas muito faladas no momento - como a low carb. Entenda como é possível perder algumas medidas usando a gordura a seu favor:

'Dieta da gordura' é justificada pela ação do componente na insulina

Emagrecer comendo gordura parece uma ideia inusitada, mas essa é justamente a proposta do método criado pela nutricionista e personal trainer Zana Morris - que até lançou o livro "The High Fat Diet" em 2015 ("Dieta da Gordura" em tradução livre) para explicar o assunto. Mas, se você ainda não tinha ouvido falar em nada disso, provavelmente está se perguntando: como será possível usar esse componente, que é sempre visto como o grande vilão das dietas, para perder peso?

A justificativa está na ação da gordura na insulina - o hormônio responsável por mandar a glicose para dentro da célula. O que acontece é o seguinte: como ele é liberado durante a alimentação, o tipo de comida ingerido influencia diretamente no seu nível no sangue. Carboidratos e açúcares em excesso, por exemplo, causam um considerável aumento, enquanto as proteínas sobem os níveis de maneira mais leve. Já a gordura, por sua vez, pode funcionar como uma aliada por não causar nenhum tipo de alteração na insulina - o que faz com que a glicose não seja transformada em energia. Com isso, ela precisa ser retirada de outros lugares, como dos lipídios, o que contribui para a queima de gordura.

Dieta low carb também eleva o consumo de gordura além de diminuir os carboidratos

Uma das dietas mais faladas do momento, a low carb, também aproveita os benefícios de aumentar a quantidade de gordura para que haja diminuição de peso. O conceito é exatamente o de reduzir o nível de glicose consumindo menos carboidrato e mais gordura para que o corpo gaste o que está acumulado e, assim, perca medidas. Alguns exemplos de alimentos low carb são ovos, couve, cebola e cogumelos.

"Em condições normais, o sistema nervoso depende de glicose como fonte de energia", explica a nutricionista Sheila Basso. "No caso dessa dieta, a glicose não está tão disponível pelo fato de ser ingerido pouco carboidrato. Portanto, na falta dela, o cérebro utiliza os corpos cetônicos, provenientes da degradação dos ácidos graxos (como ômega 3 e 6)".

Para atingir esse objetivo, cada substância dessa dieta aparece com uma porcentagem específica, como aponta a nutricionista. "Há uma elevada quantidade de gordura (80%), pouca quantidade de carboidrato (5%) e ingestão de proteína de até 1g/kg por peso corpóreo (15%), para preservar o crescimento e a incorporação de massa muscular", diz. É bom lembrar que lipídio (gordura), proteína e carboidrato são as três fontes de energia utilizadas no processo metabólico.

Quer seguir essa dieta? Acompanhamento com nutricionista é indispensável

Mesmo com uma média do quanto deve ser consumido de gordura, carboidrato e proteína, quem quer apostar nesse tipo de dieta precisa do acompanhamento de um nutricionista para que ele indique o cardápio ideal para cada caso. De acordo com Sheila Basso, além do consumo de produtos ricos em gordura e pobre em carboidratos, também é importante adicionar alguns nutrientes por se tratar de uma dieta desequilibrada nutricionalmente.

"Os pacientes também devem receber as doses diárias recomendadas de vitaminas e minerais (em formulações sem açúcar), bem como a suplementação de cálcio. As quantidades exatas dos alimentos para o plano alimentar devem ser calculadas com base em dados individuais de cada um", afirma.

*Sheila Basso (CRN 21.557) é nutricionista com especialização em Obesidade, Emagrecimento e Saúde pela pela Universidade Federal de São Paulo e é responsável pelo blog Benvenutri.

Mais noticias com...
Receitas:
Ovo
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais