Diabéticos podem comer doce? Descubra boas opções para a alimentação sem açúcar

Diabéticos podem ou não comer doce? Descubra como manter o equilibrío de açúcar na dieta sem abrir muita mão de um docinho na alimentação!
Diabéticos podem ou não comer doce? Descubra como manter o equilibrío de açúcar na dieta sem abrir muita mão de um docinho na alimentação!
Caroline Miranda

Consultor:

Caroline Miranda

Formada em Nutrição pela UNIRIO, possui pós-graduação em Clínica Funcional, em Fitoterapia Funcional e é coach de Emagrecimento e Qualidade de Vida

Pessoas diabéticas podem comer doce? A boa notícia é que esse velho dilema da vida de quem precisa controlar diariamente as taxas de açúcar no sangue, não precisa ser tão radical assim. Cada vez mais, com o maior conhecimento científico sobre a doença e às adaptações da gastronomia saudável, é possível manter, com os devidos cuidados, uma dieta alimentar sem eliminar as deliciosas receitas doces no dia a dia!

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, cerca de 13 milhões de brasileiros são portadores da doença, 69% da população. E, dentre as principais causas do problema, são justamente os níveis elevados de glicose na corrente sanguínea que dificultam o trabalho do organismo em produzir a insulina necessária para absorver a glicose ingerida e transportá-la para as células do corpo. Por isso, a restrição do açúcar é tão importante, devendo ser consumido moderadamente, como explica a nutricionista Caroline Miranda:

"Ao receber o diagnóstico de diabetes, uma das primeiras orientações em relação à alimentação é cortar os doces, o que gera tristeza e escolhas equivocadas de produtos para substituí-los. É fundamental que a partir do diagnóstico, as pessoas deem atenção especial a composição das suas refeições, pois o descontrole do nível de açúcar no sangue ao longo do tempo pode gerar complicações ainda mais graves nos olhos, rins, nervos, coração e casos sanguíneos. Além de episódios de hipoglicemia e hiperglicemia em curto prazo", explica a profissional, ressaltando outros cuidados dos diabéticos com o açúcar refinado:

"Além da preocupação da quantidade de carboidratos presente nos alimentos, é importante associar a qualidade também. Desta forma é possível incluir doces na dieta para diabéticos desde que respeitem determinados itens como: ausência de açúcar refinado sendo este substituído pelo adoçante dietético Stévia. É importante associar fontes de fibras na preparação como: biomassa de banana verde, farinha de linhaça, farinha de maracujá, aveia e outras. Desta forma, a adesão a uma alimentação saudável é facilitada e consequentemente gera controle da doença e melhor qualidade de vida", completa a profissional destacando, abaixo, 5 exemplos de sobremesas para incluir no dia a dia dos diabéticos.

5 opções de doces para a dieta de diabéticos:

1 – Mousse de Cacau

Ingredientes

- 5 colheres de sopa de abacate (que ele esteja maduro - mais cremoso - para misturar bem

com o restante dos ingredientes)

- 5 colheres de chá cheias de cacau em pó

- 4 colheres de chá de estévia em pó

- 1 colher de chá de semente de chia

Modo de preparo: Triture tudo em um mixer. Coloque em tacinhas e deixe na geladeira. Consuma gelada.

2 - Creme de Manga com Coco

Ingredientes

- 2 mangas bem maduras;

- 200 ml de leite de coco;

- 2 colheres de sopa de gel de chia;

- 1 colher de sopa de coco ralado;

- 1 colher de sopa de Stévia

Modo de Preparo: Liquidificar tudo, exceto o coco ralado que deverá ser acrescentado manualmente por último e levar a geladeira.

3 – Bolo de Banana com Canela de Micro-ondas

Ingredientes

- 1 Banana amassada

- 1 Ovo

- 5 colheres de sobremesa de Aveia em Flocos

- Canela a gosto

Modo de Preparo: Misturar todos os ingredientes

4- Bolo de cacau sem farinha

Ingredientes

- 3 colheres (sopa) de azeite de oliva ou óleo de coco

- 5 ovos

- 1 xícara (chá/250g) de biomassa de banana verde

- 1 xícara (chá) adoçante em pó para forno

- 3 colheres (sopa) de cacau em pó

- 4 colheres (sopa) de coco ralado

- 1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo: No liquidificador, bata o azeite e os ovos por 3 minutos e passe na peneira. Volte a bater essa mistura com a biomassa, o adoçante e o cacau. Coloque em uma fôrma de bolo inglês antiaderente e untada e asse em forno preaquecido a 180oC por 30 minutos.

5- Cupcake de coco

Ingredientes

- 1 colher (sopa) de óleo de coco

- 1 ovo

- 2 colheres (sopa) de água

- 4 colheres (sopa) de farinha de coco

- 1 colher (sopa) de coco ralado

- 1/2 colher (café) de fermento em pó

Modo de preparo: Coloque a mistura em caneca e leve por 2 minutos no micro-ondas

Cuidados necessários para o controle da Diabetes

Segundo a nutricionista, alguns cuidados são de suma importância, já que a doença possui duas variações: Diabetes tipo 1 e tipo 2: "Por exemplo, no Diabetes tipo 2, o tratamento pode acontecer apenas com dieta e atividade física, ou com medicações orais e insulina. Já, no Diabetes tipo 1 são utilizadas múltiplas doses de insulina e neste caso a atenção a quantidade de carboidrato associada com a dose de insulina para cada refeição será de extrema importância", explica a profissional.

"A contagem de carboidratos é a chave do tratamento do diabetes e deve ser inserida no contexto de uma alimentação saudável. Esses carboidratos devem vir principalmente das frutas, dos vegetais e de grãos integrais de forma equilibrada. Há restrição do açúcar (presentes em biscoitos, bolos, doces, pão branco e outros). Em geral o consumo de açúcar total (presentes em todos os alimentos) pode chegar até 10% do valor calórico ideal para cada pessoa sendo o consumo recomendado variável de acordo com o controle da glicose. Dessa forma, a monitoração das glicemias ainda é considerada um guia eficaz para identificar as respostas específicas de cada alimento sobre a glicemia de cada pessoa. Procure orientação nutricional em caso de dúvidas", finaliza a Dra. Caroline Miranda.

Mais noticias com...
Receitas:
Ovo
Ver Mais

Últimas Matérias

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais
Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Originário do sudeste asiático, o mangostão (ou mangostin) é uma fruta exótica bem suculenta, de sabor suave e altamente benéfica para a saúde. Além de ser...

> Leia mais
Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Fonte de propriedades nutritivas e calmantes, o chá de erva-doce é uma bebida cheia de benefícios para a saúde! Assim como os de camomila e alfazema, ele é...

> Leia mais
Como fazer compota de berinjela sem erros

Como fazer compota de berinjela sem erros Como fazer compota de berinjela sem erros

Feita geralmente com a polpa de frutas, legumes e outros vegetais, a compota é um tipo de conserva (que pode ser salgada ou doce) que costuma ser servida com...

> Leia mais
4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes 4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

Você já deve ter reparado que existem tantos tipos de frutas ao redor do mundo que listar todas elas parece uma tarefa impossível. Mas para explorar um...

> Leia mais
Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Está procurando um exercício simples e eficiente para fazer em casa? Indicado para fortalecer os glúteos e a musculatura da perna, o exercício de ponte pode...

> Leia mais