Diabéticas e saudáveis: mulheres contam como convivem bem com a doença

Para quem convive com a diabetes, o mais importante é manter uma rotina de alimentação saudável e balanceada
Para quem convive com a diabetes, o mais importante é manter uma rotina de alimentação saudável e balanceada

Viver com diabetes não precisa ser um problema, sabia? Apesar de a doença demandar cuidados extras com a alimentação, é possível ter uma rotina equilibrada e saudável sem muitas complicações. Para mostrar o dia a dia de quem passa por isso, a gente conversou com duas mulheres que têm diabetes mellitus tipo 1 - na qual o corpo não produz insulina (ou em pouquíssima quantidade) e, por isso, precisa receber doses diárias do hormônio. Conheça essas histórias:

Sheila tem um ótimo controle dos carboidratos que ingere

A jornalista Sheila Vasconcellos, de 49 anos, convive com a diabetes há 33 anos. Desde o diagnóstico, ela vive uma rotina de alimentação bem regrada: "Eu fui diagnosticada com diabetes mellitus tipo 1 quando eu tinha 15 anos e, na época, a dieta que foi implementada para mim foi muito restritiva... Eu realmente não comia doce, só coisas diet (com adoçante). Alguns alimentos como batata inglesa, doce, arroz branco, pão branco, biscoito, sucos naturais (por conta do excesso do açúcar) também foram abolidos do meu cardápio. Em contrapartida, eu comecei a comer mais frutas in natura, legumes e verduras", conta a jornalista.

Além de ter uma rotina de alimentação mais saudável, Sheila também se preocupa em ter o total controle de carboidratos e alimentos que ingere no dia a dia: "Antes de todas as refeições - seja antes do café, almoço, lanche ou janta - eu meço a glicemia e conto os carboidratos da refeição. Ou seja, olho para o prato que estou prestes a comer e calculo a quantidade total de carboidratos que tem ali. Eu preciso dessa informação para colocar na bomba de insulina, que é um aparelho pequeno responsável por administrar a quantidade certinha de insulina que eu preciso por dia. Além disso, eu vou ao endocrinologista de três em três meses para fazer um acompanhamento", completa.

Outro ponto positivo é que a Sheila também participa de encontros sobre a diabetes, já que ela é vice presidente da Associação dos Diabéticos da Lagoa (ADILA), no Rio de Janeiro. "Por conta dessa doença, eu procurei estudar para aprender mais sobre o assunto. Fiz um curso sobre alimentação saudável, sobre contagem de carboidratos e, por isso, consigo viver bem melhor hoje em dia", conta.

Engana-se quem pensa que é necessário excluir muita coisa da dieta quando se tem diabetes mellitus 1. A Sheila é a prova viva de que com equilíbrio dá para conviver com a doença de forma saudável: "Não há uma restrição alimentar rígida. Eu só preciso calcular e administrar a minha insulina. Mesmo assim, eu cortei algumas coisas do meu cardápio: não bebo refrigerante, evito sucos de fruta (o de laranja, por exemplo, aumenta demais a glicemia) e também evito o pão francês e o arroz branco, sempre preferindo os alimentos integrais. Essas escolhas têm deixado a minha vida bem mais saudável", explica Sheila.

Caroline Frankenberger aprendeu a cuidar mais de si com a diabetes

Caroline Frankenberger, de 20 anos, é mais um exemplo de quem consegue lidar superbem com a diabetes. Estudante de Comunicação Social na UFRJ, ela conta que a doença é algo que está sempre como prioridade na sua vida: "O meu diabetes é do tipo 1 e ele afeta totalmente a minha vida. Costumo dizer que já me acostumei e faz parte do meu dia a dia, como mais uma responsabilidade que preciso sempre priorizar", comenta Caroline.

Encarar as coisas de maneira positiva é outro ponto que facilita a convivência com a doença. "Sou insulino dependente, então pra onde quer que eu vá, carrego minhas insulinas, meu glicosímetro, fitas de medição e agulhas. É como uma roupa, não saio sem! E tenho sempre que estar pensando nisso: ao comer, ao fazer atividade física, ao sair... Mas tento enxergar de uma maneira sempre positiva. A diabetes me influenciou a buscar conhecer mais o meu próprio corpo e cuidar de verdade da minha saúde. É uma missão de vida", relata a estudante.

A universitária também destacou a importância do equilíbrio para ter uma alimentação mais saudável: "Inicialmente, como minhas taxas estavam bem descontroladas, eu cortei bastante os doces, massas e lanches, evitando sempre ao máximo. Quando elas começaram a se normalizar e fui conhecendo mais sobre a doença, enxerguei que não precisava ser tão radical. Que eu precisava me cuidar, fazer boas escolhas, optar por alimentos saudáveis quando eu pudesse, mas que também poderia comer outras coisas. É tudo questão de equilíbrio!", finaliza Caroline.

É importante lembrar: Para garantir um convívio saudável com a diabetes, é fundamental que a pessoa se consulte sempre com nutricionistas e endocrinologistas. Além disso, a rotina de alimentação deve ser planejada junto com o médico, de modo a garantir um estilo de vida 100% saudável e sem riscos.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Comer carne uma vez por semana é suficiente? Aprenda a substituir o alimento

Comer carne uma vez por semana é suficiente? Aprenda a substituir o alimento Comer carne uma vez por semana é suficiente? Aprenda a substituir o alimento

Na hora de montar o prato do almoço tem gente que ama caprichar na quantidade de carne, né? Só que isso não é algo muito indicado para quem busca uma...

> Leia mais
Para que serve o anis-estrelado e quais seus benefícios para a nossa saúde

Para que serve o anis-estrelado e quais seus benefícios para a nossa saúde Para que serve o anis-estrelado e quais seus benefícios para a nossa saúde

Originário da China e do Vietnã, o anis-estrelado é uma planta medicinal fonte de nutrientes importantes e rica em propriedades terapêuticas: auxilia na...

> Leia mais
Como incrementar a farofa para deixá-la mais saudável e saborosa

Como incrementar a farofa para deixá-la mais saudável e saborosa Como incrementar a farofa para deixá-la mais saudável e saborosa

É difícil associar a farofa a uma alimentação saudável, né? Afinal, esse prato (que não costuma faltar no churrasco brasileiro) é geralmente preparado com...

> Leia mais
Uso do celular durante as refeições faz mal à saúde! Entenda os malefícios

Uso do celular durante as refeições faz mal à saúde! Entenda os malefícios Uso do celular durante as refeições faz mal à saúde! Entenda os malefícios

Imagine esta cena: você está em um restaurante, e observa algumas pessoas, seja um grupo de amigos ou uma família, em volta de uma mesa com suas refeições,...

> Leia mais
7 alimentos que você pode (e deve) comer com casca

7 alimentos que você pode (e deve) comer com casca 7 alimentos que você pode (e deve) comer com casca

Para aproveitar todos os nutrientes que os alimentos têm a oferecer, é importante que você consuma não apenas a polpa, mas também as suas cascas e sementes....

> Leia mais
Seitan ao forno, à parmegiana e mais: as melhores formas de preparar a proteína

Seitan ao forno, à parmegiana e mais: as melhores formas de preparar a proteína Seitan ao forno, à parmegiana e mais: as melhores formas de preparar a proteína

É muito bom descobrir maneiras novas de preparar os alimentos, né? Seja usando temperos ou métodos de cozimento variados, é sempre possível inovar na...

> Leia mais
Os perigos do Bisfenol A e como identificar se ele foi usado nos potes plásticos

Os perigos do Bisfenol A e como identificar se ele foi usado nos potes plásticos Os perigos do Bisfenol A e como identificar se ele foi usado nos potes plásticos

Encontrado em diversos tipos de plástico, policarbonato, resina e alumínio, o Bisfenol A - também chamado de BPA - é uma substância química utilizada para...

> Leia mais
Como ter um sono tranquilo? 5 chás para tomar à noite antes de dormir

Como ter um sono tranquilo? 5 chás para tomar à noite antes de dormir Como ter um sono tranquilo? 5 chás para tomar à noite antes de dormir

Para quem sofre com insônia ou problemas para dormir, tomar chás calmantes na parte da noite é uma ótima dica. Existem diversas plantas medicinais, frutas e...

> Leia mais
Os alimentos que contêm elastina e retardam o envelhecimento da pele

Os alimentos que contêm elastina e retardam o envelhecimento da pele Os alimentos que contêm elastina e retardam o envelhecimento da pele

O maior órgão do nosso corpo é a pele. Sendo assim, nada mais justo do que se preocupar com a sua saúde. Uma das substâncias que ajudam a cuidar da...

> Leia mais
Tomar suco de melancia à noite faz mal? Saiba em que momentos consumir a bebida

Tomar suco de melancia à noite faz mal? Saiba em que momentos consumir a bebida Tomar suco de melancia à noite faz mal? Saiba em que momentos consumir a bebida

A melancia é uma das frutas preferidas dos brasileiros: conhecida pelo seu sabor doce e grande quantidade de água, ela é muito consumida por ser um alimento...

> Leia mais