Dia das Mulheres: 8 cuidados que toda mulher precisa ter com a sua saúde!

A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
A data, dedicada às lutas feministas por direitos iguais e a conscientização do papel das mulheres na sociedade, também deve enfatizar a atenção da mulher com a sua saúde!
Carine Rodrigues

Consultor:

Carine Rodrigues

Formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é pós-graduanda em Terapia Nutricional Enteral e Parenteral pela Faculdade Faveni.

8 de março, Dia Internacional das Mulheres! A data, dedicada às lutas e conquistas femininas na sociedade, com causas que abrangem, por exemplo, igualdade de direitos, respeito e maior conscientização, também é fundamental para enfatizar e enaltecer a importância que toda mulher deve dar ao seu corpo. Seja alta ou baixa, magrinha ou mais gordinha, o importante é estar com a autoestima em alta, bem consigo mesma e, claro, mantendo a qualidade de vida sempre saudável, afinal, "sexo frágil" deveria ser um termo usado apenas para quem não está com a saúde em dia!

Marcado por chocolates, flores, poemas e muitas felicitações, o Dia Internacional das Mulheres nasceu nos Estados Unidos, em meados do século XIX (mais precisamente a partir de 1975) com o intuito de celebrar às causas feministas ao longo das décadas. Aderido pelo mundo inteiro, a data também é utilizada como forma de conscientização aos cuidados peculiares à saúde das mulheres, como períodos hormonais, autoexames e as fases pré e pós gestação. Segundo a nutricionista Carine Rodrigues o mundo feminino é rodeado de atenções especiais para promover a saúde e garantir, bem-estar e qualidade de vida:

"Hoje em dia, a mulher possui inúmeras atribuições, ela é ao mesmo tempo profissional, mãe, dona de casa, esposa, e conciliar tudo isso em 24 horas não é uma tarefa fácil. Muitas vezes pela falta de tempo, a sua saúde é deixada de lado, mas é preciso dedicar alguns minutos ou horas do dia para cuidar de si, o seu bem-estar físico e mental deve ser uma das suas prioridades. Alguns exames específicos como o Papa Nicolau e a Mamografia, devem ser realizados periodicamente, para garantir a saúde da mulher", analisa a nutricionista enumerando cuidados fundamentais para o bem-estar feminino. Confira:

8 cuidados essenciais para a saúde e o bem-estar da mulher

1 - Durma bem: Uma boa noite de sono, pode fazer muita diferença na vida da mulher que vive com os dias corridos e cheio de atividades: "A necessidade de sono varia de uma mulher para a outra, mas se você tem dificuldade para sair da cama, se cansa facilmente ou tem dificuldade de concentração, você provavelmente não está dormindo o suficiente. Recomenda-se de 6 a 8 horas de sono por dia", indica a profissional.

2 - Reduza a ingestão de sal e aumente o consumo de água: Pequenas mudanças nos seus hábitos diários podem contribuir com a sua saúde e melhorar o funcionamento do organismo: "O excesso de sal pode comprometer a saúde, além de contribuir para o inchaço de pés, pernas, barriga e outras regiões do corpo. A retenção de líquidos provocada pelo consumo excessivo de sal, sobrecarrega o coração, os rins, os vasos sanguíneos e pode levar a hipertensão. Já a ingestão contínua de água é fundamental para manter o metabolismo, as atividades celulares e funcionamento do intestino", alerta a Dra. Carine Rodrigues.

3 - Alimente-se bem: A escolha dos alimentos que vão no seu prato é um dos pontos centrais para se ter uma melhor qualidade de vida. "Dê preferência aos alimentos in natura ou minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultraprocessados. Ou seja, opte por água, leite e frutas no lugar de refrigerantes e bebidas lácteas. Não troque comida feita na hora (caldos, sopas, saladas, arroz e feijão, macarronada, refogados de legumes e verduras, farofas, tortas) por produtos que dispensam preparação culinária (sopas "de pacote", macarrão "instantâneo", pratos congelados, sanduíches, frios e embutidos). Fique com sobremesas caseiras, dispensando as industrializadas", ressalta a nutricionista.

4 - Mexa-se: Os exercícios físicos devem fazer parte da rotina, inclusive, daquelas que não precisam perder peso. "Abandonar o sedentarismo diminui o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, obesidade, além de conferir mais disposição e energia para o dia a dia", recomenda a especialista.

5 - Controle o seu peso: Chegar ao peso ideal é o desejo de todas as mulheres, não só por questões de estética, mas principalmente por saúde: "A partir dos 40 anos, o metabolismo da mulher fica mais lento e as necessidades calóricas diminuem. Uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos regulares irão te ajudar a manter o peso adequado. O sobrepeso e a obesidade, aumentam o risco de diabetes, acidente vascular cerebral (AVC), hipertensão, apneia do sono e diversos tipos de câncer", alerta.

6 - Pare de fumar: Todos os cuidados com o nosso corpo e saúde começam com hábitos saudáveis e parar de fumar deve ser um dos primeiros passos para as mulheres que desejam melhorar a qualidade de vida: "O consumo de derivados do tabaco causa doenças principalmente as cardiovasculares (infarto, angina), o câncer e as doenças respiratórias obstrutivas crônicas (enfisema e bronquite). O hábito de fumar enfraquece o cabelo e faz secar a pele, reduz o paladar e o olfato", explica a nutricionista.

"Além do envelhecimento precoce da pele, devido à falta de oxigenação, o tabaco também inibe a produção de colágeno e elastina, que impedem a flacidez. É comum nas mulheres que fumam surgirem precocemente imensas rugas em volta dos lábios. A mulher fumante tem um risco maior de infertilidade, câncer de colo de útero, menopausa precoce (em média 2 anos antes) e dismenorreia (sangramento irregular)", completa.

7 - Faça avaliações periódicas de saúde: Ir ao médico regularmente, fazer o autoexame e procurar qualquer ajuda profissional é um ato de amor próprio, é querer o nosso próprio bem-estar e prevenir o desenvolvimento de diversas doenças: "Algumas consultas médicas devem ser feitas anualmente, como câncer de colo de útero, mamas e pele. Deixe em dia as consultas com ginecologista, dermatologista, cardiologista, oftalmologista e clínico geral", ressalta a Dra. Carine.

8 - Aprenda a gostar de você: Se olhe no espelho e se ache linda, por dentro e por fora: "Trabalhe a sua autoestima e seu autoconhecimento para viver melhor. O conceito que temos sobre nós mesmos define como nos colocamos e nos portamos na vida, define o valor que damos a nossa pessoa, ao nosso trabalho, as nossas opiniões, as nossas vontades, e aos cuidados para o nosso corpo e nossa saúde"

Gestantes: Ser mulher é ter o dom da vida!

Além de todas as atribuições naturais da mulher, gerar uma vida é mais uma dádiva feminina! Mais uma responsabilidade, um tipo diferente de amor e muitas vezes, mais um grande sonho! Por isso, as mamães, futuras mamães e gestantes também devem estar sempre atentas à sua saúde para proporcionar uma melhor qualidade de vida para seu filho. Ser mãe é um presente precioso, é ter uma outra vida no ventre e zelar por ela.

Nada de empecilhos! Criar hábitos saudáveis é extremamente necessário!

Ser mulher não é fácil, muitas obrigações e pouquíssimo tempo para executá-las, mas para que tudo saia da forma que planejamos, é necessário ter saúde e muita disposição! "É necessário criar uma rotina, reservar um horário diariamente para cuidar de si e fazer com que esse momento seja sempre prazeroso. O primeiro passo é o querer, querer mudar, se cuidar, estar disposto a adotar novos hábitos. Caso julgue necessário, deve-se procurar a ajuda de profissionais", finaliza a Dra. Carine.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

6 hábitos simples para criar uma criança saudável

6 hábitos simples para criar uma criança saudável 6 hábitos simples para criar uma criança saudável

Uma das maiores preocupações de quem tem filhos é a saúde deles. Educar uma criança exige muita responsabilidade e cuidado para que ela cresça saudável e...

> Leia mais
Síndrome de Prader-Willi: como tratar essa doença que gera fome excessiva

Síndrome de Prader-Willi: como tratar essa doença que gera fome excessiva Síndrome de Prader-Willi: como tratar essa doença que gera fome excessiva

Uma doença praticamente desconhecida pelas pessoas e que tem como sintoma a compulsão alimentar: essa é a síndrome de Prader Willi, um distúrbio raro que...

> Leia mais
Como incrementar o pão caseiro e deixar o café da manhã mais nutritivo

Como incrementar o pão caseiro e deixar o café da manhã mais nutritivo Como incrementar o pão caseiro e deixar o café da manhã mais nutritivo

Um bom café da manhã é composto por frutas, sucos, iogurtes e, é claro, pães macios e saudáveis. Mas, em vez de comprar pães prontos, você já pensou em fazer...

> Leia mais
Manteiga de girassol é alternativa para veganos! Aprenda a prepará-la

Manteiga de girassol é alternativa para veganos! Aprenda a prepará-la Manteiga de girassol é alternativa para veganos! Aprenda a prepará-la

Para seguir uma dieta vegana de forma saudável (e nutritiva) é importante variar bastante nos alimentos - vegetais, leguminosas, frutas, oleaginosas e por aí...

> Leia mais
Mulungu: os benefícios dessa erva medicinal que combate a depressão e o estresse

Mulungu: os benefícios dessa erva medicinal que combate a depressão e o estresse Mulungu: os benefícios dessa erva medicinal que combate a depressão e o estresse

Você conhece o mulungu? Também conhecida como corticeira, canivete ou bico-de-papagaio, essa erva tem sido objeto de vários estudos e recentemente foi...

> Leia mais
Os alimentos livres de carboidratos para quem prepara receitas low carb

Os alimentos livres de carboidratos para quem prepara receitas low carb Os alimentos livres de carboidratos para quem prepara receitas low carb

Você já ouviu falar na dieta Whole 30? Muito adotada por quem pratica crossfit, ela propõe uma restrição alimentar bem radical, com o corte de carboidratos e...

> Leia mais
As causas da alergia à aveia e o que fazer para tratar o problema

As causas da alergia à aveia e o que fazer para tratar o problema As causas da alergia à aveia e o que fazer para tratar o problema

Além das alergias ao glúten e à lactose - que a maioria das pessoas já conhece - existem outros processos alérgicos alimentares que muita gente nem sabe que...

> Leia mais
O que comer com a torrada? 5 ideias para caprichar no lanche da tarde

O que comer com a torrada? 5 ideias para caprichar no lanche da tarde O que comer com a torrada? 5 ideias para caprichar no lanche da tarde

São muitas opções possíveis de cobertura para as torradas, sabia? Geleias, pastas, diferentes tipos de queijos e até frutas combinam superbem com o lanche. O...

> Leia mais
Carne-seca vegana: como preparar essa receita com diferentes ingredientes

Carne-seca vegana: como preparar essa receita com diferentes ingredientes Carne-seca vegana: como preparar essa receita com diferentes ingredientes

Vegano só come folha? Que nada! Hoje em dia o que não faltam são alternativas para quem optou por não comer mais produtos de origem animal. Cada vez mais...

> Leia mais
Intolerância à lactose tem cura? Descubra se é possível voltar a consumir leite

Intolerância à lactose tem cura? Descubra se é possível voltar a consumir leite Intolerância à lactose tem cura? Descubra se é possível voltar a consumir leite

Quem sofre com intolerância à lactose sabe que a restrição aos alimentos derivados do leite precisa ser bem rígida. Afinal, o consumo da substância pode...

> Leia mais