De ágar-ágar a nori: conheça as vantagens das algas para a saúde

Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares

Muito característica da gastronomia asiática - em especial a japonesa e a chinesa -, a alga vem ganhando cada vez mais espaço em pratos brasileiros. Afinal, ela é muito versátil, podendo aparecer inclusive como um ingrediente que substitui os de origem animal. Pois é, não é de se estranhar que vegetarianos e veganos a utilizem na hora de fazer os seus pratos. Mas um detalhe que muita gente não sabe é que há diversos tipos de alga que são comestíveis, e não apenas uma vendida de diferentes maneiras. Para cada espécie existe uma utilização diferente, mas não há como negar que todas elas são excelentes para a saúde. Conheça algumas das mais famosas e saiba como incorporá-las na sua alimentação:

Ágar-ágar pode substituir a gelatina

Nos últimos tempos essa alga caiu no gosto popular e passou a ser cada vez mais utilizada. Afinal, ela é um excelente substituto da gelatina, que por sua vez possui origem animal e não é consumida por veganos. Inclusive, no Nordeste o ágar-ágar passou a ser muito utilizado na produção de doces, que ficam muito mais saudáveis com o uso desse ingrediente. Afinal, ele é indicado para quem quer emagrecer, já que é rico em fibras, evitando aquela sensação de inchaço no corpo, e ainda produz a sensação de saciedade. Além disso, possui as vitaminas A, B1, B2, C e D e diversos minerais, como magnésio, cálcio e zinco. Por fim, tem colágeno, sendo um alimento essencial na firmeza da pele.

Wakame possui um sabor mais suave

Para quem não está acostumado a comer algas, mas quer dar uma chance a esse alimento, talvez seja melhor começar experimentando o wakame. Isso porque o seu sabor não é muito forte, o que faz com que ela tenha apreciadores em todo o mundo. Ainda assim, não é preciso comê-lo cru, e ele em geral é utilizado no preparo de sopas, molhos e saladas. Seja aonde for incluído, esse ingrediente é altamente benéfico para a saúde, sendo rico nas vitaminas A e algumas do complexo B. Também é fonte dos minerais cálcio, ferro e manganês e possui proteínas em abundância. Outro benefício do wakame é que ele é indicado a pessoas com hipertensão, já que evita que a pressão arterial fique muito elevada.

Kombu possui alto teor de iodo

Talvez você nunca tenha visto essa alga, mas se gosta de comida japonesa provavelmente já a consumiu. Isso porque o kombu é muito usado para fazer molhos que são utilizados no sushi. Um detalhe que chama a atenção é que ele possui grande quantidade de iodo, e por isso atua diretamente na tireoide e ajuda a promover o metabolismo. Além disso, também é rico nos minerais fósforo, magnésio e cálcio. De qualquer forma, em geral é indicado utilizá-lo no preparo de leguminosas, especialmente no que diz respeito ao feijão, já que diminui os gases presentes nesses alimentos. Isso sem falar que também é rico em fibras, auxiliando ainda mais o sistema digestório.

Nori é a alga utilizada no preparo de sushis

Por fim temos o nori, alga que talvez seja a mais conhecida do mundo porque é utilizada no preparo do sushi. Além disso, seu formato em pó é usado em pratos como o yakisoba, que também é muito popular na gastronomia asiática. Embora seja uma característica geral das algas possuir iodo, no nori esse mineral aparece em menor quantidade. Mas, assim como as outras, é rico em fibras e proteínas. Em relação às vitaminas, possui boas quantidades da A e das do complexo B. Por fim, assim como ocorre com os frutos do mar em geral, é muito rica em ômega 3, algo que ajuda a regular a pressão arterial e a prevenir problemas cardiovasculares.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Em outras palavras, as pessoas que seguem esse cardápio diferenciado se adequam a uma dieta sem carboidrato. É uma...

> Leia mais
Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Conciliar um café da manhã saudável com uma rotina mais corrida não precisa ser um problema. Você sabia que existem opções nutritivas bem rápidas de...

> Leia mais
Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Muito usado no preparo de saladas, refogados, molhos (como o vinagrete), risotos e moquecas, o pimentão verde é um tipo de vegetal bem nutritivo e saboroso,...

> Leia mais
Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde? Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Para reduzir o consumo de carboidratos, muita gente prefere evitar pães (e outras massas) e dar preferência a receitas com tapioca nos lanches. Mas será que...

> Leia mais
Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Que tal fazer leite de castanha do Pará para aproveitar os benefícios da oleaginosa? É sempre bom ter opções diferentes de receitas para incluir na rotina...

> Leia mais
Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Quantas receitas com ervilha você conhece? E com ervilha congelada? Apesar da enorme praticidade que o legume apresenta, nem todos sabem como usá-lo no dia a...

> Leia mais
Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Você sabe quais e quantos são os tipos de tomate? A famosa fruta compõe as mais variadas receitas de saladas e é um dos orgânicos queridinhos para...

> Leia mais
Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

De sabor adocicado levemente picante, a geleia de pimenta é um ótimo acompanhamento para lanches com queijos, pães e carnes, pois concede um toque mais...

> Leia mais
Chá verde: para que serve?

Chá verde: para que serve? Chá verde: para que serve?

Muito indicado para fazer um detox no organismo, o chá verde é uma bebida rica em propriedades medicinais, vitaminas e outros nutrientes importantes para o...

> Leia mais
6 exercícios de academia para fazer em casa

6 exercícios de academia para fazer em casa 6 exercícios de academia para fazer em casa

Não é todo mundo que gosta de frequentar academia regularmente, mas fazer musculação, exercícios aeróbicos, de força e resistência é fundamental para se...

> Leia mais