De ágar-ágar a nori: conheça as vantagens das algas para a saúde

Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares

Muito característica da gastronomia asiática - em especial a japonesa e a chinesa -, a alga vem ganhando cada vez mais espaço em pratos brasileiros. Afinal, ela é muito versátil, podendo aparecer inclusive como um ingrediente que substitui os de origem animal. Pois é, não é de se estranhar que vegetarianos e veganos a utilizem na hora de fazer os seus pratos. Mas um detalhe que muita gente não sabe é que há diversos tipos de alga que são comestíveis, e não apenas uma vendida de diferentes maneiras. Para cada espécie existe uma utilização diferente, mas não há como negar que todas elas são excelentes para a saúde. Conheça algumas das mais famosas e saiba como incorporá-las na sua alimentação:

Ágar-ágar pode substituir a gelatina

Nos últimos tempos essa alga caiu no gosto popular e passou a ser cada vez mais utilizada. Afinal, ela é um excelente substituto da gelatina, que por sua vez possui origem animal e não é consumida por veganos. Inclusive, no Nordeste o ágar-ágar passou a ser muito utilizado na produção de doces, que ficam muito mais saudáveis com o uso desse ingrediente. Afinal, ele é indicado para quem quer emagrecer, já que é rico em fibras, evitando aquela sensação de inchaço no corpo, e ainda produz a sensação de saciedade. Além disso, possui as vitaminas A, B1, B2, C e D e diversos minerais, como magnésio, cálcio e zinco. Por fim, tem colágeno, sendo um alimento essencial na firmeza da pele.

Wakame possui um sabor mais suave

Para quem não está acostumado a comer algas, mas quer dar uma chance a esse alimento, talvez seja melhor começar experimentando o wakame. Isso porque o seu sabor não é muito forte, o que faz com que ela tenha apreciadores em todo o mundo. Ainda assim, não é preciso comê-lo cru, e ele em geral é utilizado no preparo de sopas, molhos e saladas. Seja aonde for incluído, esse ingrediente é altamente benéfico para a saúde, sendo rico nas vitaminas A e algumas do complexo B. Também é fonte dos minerais cálcio, ferro e manganês e possui proteínas em abundância. Outro benefício do wakame é que ele é indicado a pessoas com hipertensão, já que evita que a pressão arterial fique muito elevada.

Kombu possui alto teor de iodo

Talvez você nunca tenha visto essa alga, mas se gosta de comida japonesa provavelmente já a consumiu. Isso porque o kombu é muito usado para fazer molhos que são utilizados no sushi. Um detalhe que chama a atenção é que ele possui grande quantidade de iodo, e por isso atua diretamente na tireoide e ajuda a promover o metabolismo. Além disso, também é rico nos minerais fósforo, magnésio e cálcio. De qualquer forma, em geral é indicado utilizá-lo no preparo de leguminosas, especialmente no que diz respeito ao feijão, já que diminui os gases presentes nesses alimentos. Isso sem falar que também é rico em fibras, auxiliando ainda mais o sistema digestório.

Nori é a alga utilizada no preparo de sushis

Por fim temos o nori, alga que talvez seja a mais conhecida do mundo porque é utilizada no preparo do sushi. Além disso, seu formato em pó é usado em pratos como o yakisoba, que também é muito popular na gastronomia asiática. Embora seja uma característica geral das algas possuir iodo, no nori esse mineral aparece em menor quantidade. Mas, assim como as outras, é rico em fibras e proteínas. Em relação às vitaminas, possui boas quantidades da A e das do complexo B. Por fim, assim como ocorre com os frutos do mar em geral, é muito rica em ômega 3, algo que ajuda a regular a pressão arterial e a prevenir problemas cardiovasculares.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais