De ágar-ágar a nori: conheça as vantagens das algas para a saúde

Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares
Nori possui um alto teor de ômega 3, algo que ajuda a prevenir problemas cardiovasculares

Muito característica da gastronomia asiática - em especial a japonesa e a chinesa -, a alga vem ganhando cada vez mais espaço em pratos brasileiros. Afinal, ela é muito versátil, podendo aparecer inclusive como um ingrediente que substitui os de origem animal. Pois é, não é de se estranhar que vegetarianos e veganos a utilizem na hora de fazer os seus pratos. Mas um detalhe que muita gente não sabe é que há diversos tipos de alga que são comestíveis, e não apenas uma vendida de diferentes maneiras. Para cada espécie existe uma utilização diferente, mas não há como negar que todas elas são excelentes para a saúde. Conheça algumas das mais famosas e saiba como incorporá-las na sua alimentação:

Ágar-ágar pode substituir a gelatina

Nos últimos tempos essa alga caiu no gosto popular e passou a ser cada vez mais utilizada. Afinal, ela é um excelente substituto da gelatina, que por sua vez possui origem animal e não é consumida por veganos. Inclusive, no Nordeste o ágar-ágar passou a ser muito utilizado na produção de doces, que ficam muito mais saudáveis com o uso desse ingrediente. Afinal, ele é indicado para quem quer emagrecer, já que é rico em fibras, evitando aquela sensação de inchaço no corpo, e ainda produz a sensação de saciedade. Além disso, possui as vitaminas A, B1, B2, C e D e diversos minerais, como magnésio, cálcio e zinco. Por fim, tem colágeno, sendo um alimento essencial na firmeza da pele.

Wakame possui um sabor mais suave

Para quem não está acostumado a comer algas, mas quer dar uma chance a esse alimento, talvez seja melhor começar experimentando o wakame. Isso porque o seu sabor não é muito forte, o que faz com que ela tenha apreciadores em todo o mundo. Ainda assim, não é preciso comê-lo cru, e ele em geral é utilizado no preparo de sopas, molhos e saladas. Seja aonde for incluído, esse ingrediente é altamente benéfico para a saúde, sendo rico nas vitaminas A e algumas do complexo B. Também é fonte dos minerais cálcio, ferro e manganês e possui proteínas em abundância. Outro benefício do wakame é que ele é indicado a pessoas com hipertensão, já que evita que a pressão arterial fique muito elevada.

Kombu possui alto teor de iodo

Talvez você nunca tenha visto essa alga, mas se gosta de comida japonesa provavelmente já a consumiu. Isso porque o kombu é muito usado para fazer molhos que são utilizados no sushi. Um detalhe que chama a atenção é que ele possui grande quantidade de iodo, e por isso atua diretamente na tireoide e ajuda a promover o metabolismo. Além disso, também é rico nos minerais fósforo, magnésio e cálcio. De qualquer forma, em geral é indicado utilizá-lo no preparo de leguminosas, especialmente no que diz respeito ao feijão, já que diminui os gases presentes nesses alimentos. Isso sem falar que também é rico em fibras, auxiliando ainda mais o sistema digestório.

Nori é a alga utilizada no preparo de sushis

Por fim temos o nori, alga que talvez seja a mais conhecida do mundo porque é utilizada no preparo do sushi. Além disso, seu formato em pó é usado em pratos como o yakisoba, que também é muito popular na gastronomia asiática. Embora seja uma característica geral das algas possuir iodo, no nori esse mineral aparece em menor quantidade. Mas, assim como as outras, é rico em fibras e proteínas. Em relação às vitaminas, possui boas quantidades da A e das do complexo B. Por fim, assim como ocorre com os frutos do mar em geral, é muito rica em ômega 3, algo que ajuda a regular a pressão arterial e a prevenir problemas cardiovasculares.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa

Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa Como montar uma tábua de frios saudável para receber os amigos em casa

Receber os amigos em casa é sempre algo divertido, né? Mas para que o encontro seja ainda mais agradável, nada melhor que preparar um lanchinho ou uma mesa...

> Leia mais
5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar

5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar 5 programas que são a cara do outono e que você deveria adotar

A chegada do outono é sempre gostosa, né? A estação traz consigo uma temperatura mais amena e um climinha ótimo para fazer um pouco de tudo - ficar em casa...

> Leia mais
Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Você já ouviu falar no abrótano? De nome científico Artemisia abrotanum, essa planta medicinal é muito usada no preparo de chás. Ela é originária da Ásia,...

> Leia mais
Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Existem algumas receitas saborosas - como frituras e doces - que acabam sendo muito calóricas e maléficas para o organismo. Isso porque elas são fontes de...

> Leia mais
Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Para quem é vegano ou vegetariano é muito importante incluir leguminosas no cardápio diário. Elas são fontes importantes de ferro, proteínas e garantem uma...

> Leia mais
Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Pertencente ao universo das plantas medicinais, a unha de gato é uma erva muito usada em tratamentos fitoterápicos - sendo consumida em forma de chá ou...

> Leia mais
Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Com que frequência você bebe refrigerante? No caso da cineasta Nathália Souza, de 26 anos, a resposta é "todos os dias". "Na época de faculdade bebia de duas...

> Leia mais
Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância de tomar sol. Afinal, a exposição aos raios solares ativa a produção de vitamina D que, por sua vez,...

> Leia mais
Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Experimentar pratos de culinárias diferentes é sempre algo interessante. As comidas coreanas, em especial, vêm se popularizando bastante no Brasil -...

> Leia mais
Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Existem muitos vegetais - como jiló, berinjela e agrião - que têm um sabor mais amargo e, por isso, não agradam o paladar de muitas pessoas (principalmente o...

> Leia mais