Cromoterapia: conheça o tratamento que usa cores para equilibrar corpo e mente

Cromoterapia é uma técnica reconhecida pela OMS que usa as sete cores do arco-íris para tratar problemas tanto do corpo quanto da mente
Cromoterapia é uma técnica reconhecida pela OMS que usa as sete cores do arco-íris para tratar problemas tanto do corpo quanto da mente

Usando as sete cores do arco-íris como aliadas, a cromoterapia é um tratamento que visa o equilíbrio entre o corpo e a mente. Nela, cada tom é responsável por atuar em um chakra e em um determinado órgão para impedir o aparecimento de problemas emocionais e até mesmo de doenças mais sérias - já que, com essa técnica, acredita-se que todo o organismo consegue ser afetado pela energia e o poder curativo das cores. Ficou curioso? Confira a matéria para saber mais detalhes sobre o assunto!

Cromoterapia, tratamento com as setes cores do arco-íris, pode ter surgido na Antiguidade

A cromoterapia é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 1976, mas, segundo alguns historiadores, ela surgiu na Antiguidade - com gregos, egípcios, indianos e chineses - como a primeira forma de terapia. Especulações à parte sobre sua origem, o que se sabe é que a técnica tem sido muito popularizada hoje em dia como um método eficaz para equilibrar as emoções e atuar em determinadas áreas do corpo para evitar problemas físicos e mentais.

O tratamento é feito aplicando uma das sete cores do arco-íris - vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e violeta - em áreas específicas do corpo para tratar os pontos de energia que recebem o nome de chakra. Assim, com cada tom responsável por uma determinada função, tanto a mente quanto o organismo voltam ao equilíbrio para que fiquem livres de problemas emocionais e até físicos. No entanto, vale lembrar que a cromoterapia não substitui os métodos convencionais - apenas funciona como um complemento para que os resultados positivos cheguem de forma mais rápida.

A função das cores

As sessões de cromoterapia são feitas com um bastão com uma lâmpada de 25 watts, que reflete a cor ideal - a 5cm da pele por, aproximadamente, três minutos - nos pontos do corpo que precisam ser tratados. Como já falado, o tom que será usado em cada chakra é escolhido levando em consideração as características específicas de cada um. Conheça os significados:

Azul combate o estresse

Por ser uma cor que transmite paz e tranquilidade, o azul é usado para tratar problemas relacionados ao sistema nervoso e muscular. Além disso, também é um aliado para combater o estresse e a insônia.

Amarelo estimula o intelecto

Assim como o azul, o amarelo também atua no sistema nervoso - mas sua função específica é a de ajudar a estimular o intelecto e a criatividade. Na parte física, a cor ajuda a aliviar males relacionados aos ossos.

Vermelho atua no sistema cardiovascular

Vibrante e cheio de energia, o vermelho é usado na cromoterapia para tratar problemas ligados ao sistema cardiovascular e à circulação sanguínea. Na parte emocional, ele traz melhora para depressão por ajudar a ativar o sistema nervoso. No entanto, deve ser utilizado com cautela durante as sessões por causar irritabilidade quando aparece em excesso.

Laranja alivia sintomas de doenças respiratórias

Alegre, a cor laranja é aliada da cromoterapia para tratar a depressão e o desânimo, dando mais disposição e bom humor. Além disso, ela ainda ajuda a fortalecer o sistema nervoso e a aliviar os sintomas de doenças respiratórias.

Verde transmite tranquilidade

A cor é usada para tratar problemas relacionados ao coração e ao sistema circulatório. Mas não para por aí: por transmitir uma sensação de tranquilidade e segurança, também ajuda a diminuir as chances de insônia.

Índigo ameniza sintomas da ansiedade

Também chamado de azul anil, o índigo se destaca na cromoterapia por suas propriedades analgésicas, por ajudar a purificar o sangue e tratar o pulmão. Durante a sessão, ele também tem a função de amenizar os sintomas da ansiedade.

Violeta ajuda a evitar neuroses

Essa cor age diretamente nos nervos, dando uma maior estabilidade emocional e ajudando a evitar neuroses. Além disso, também é muito utilizada na cromoterapia para eliminar as impurezas que causam complicações no organismo.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Você já ouviu falar no abrótano? De nome científico Artemisia abrotanum, essa planta medicinal é muito usada no preparo de chás. Ela é originária da Ásia,...

> Leia mais
Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Existem algumas receitas saborosas - como frituras e doces - que acabam sendo muito calóricas e maléficas para o organismo. Isso porque elas são fontes de...

> Leia mais
Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Para quem é vegano ou vegetariano é muito importante incluir leguminosas no cardápio diário. Elas são fontes importantes de ferro, proteínas e garantem uma...

> Leia mais
Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Pertencente ao universo das plantas medicinais, a unha de gato é uma erva muito usada em tratamentos fitoterápicos - sendo consumida em forma de chá ou...

> Leia mais
Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Com que frequência você bebe refrigerante? No caso da cineasta Nathália Souza, de 26 anos, a resposta é "todos os dias". "Na época de faculdade bebia de duas...

> Leia mais
Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância de tomar sol. Afinal, a exposição aos raios solares ativa a produção de vitamina D que, por sua vez,...

> Leia mais
Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Experimentar pratos de culinárias diferentes é sempre algo interessante. As comidas coreanas, em especial, vêm se popularizando bastante no Brasil -...

> Leia mais
Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Existem muitos vegetais - como jiló, berinjela e agrião - que têm um sabor mais amargo e, por isso, não agradam o paladar de muitas pessoas (principalmente o...

> Leia mais
GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá

GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá

Você sabia que o plástico leva 100 anos para se decompor na natureza e que o tempo do isopor é indeterminado? Foi pensando no bem-estar do nosso planeta que...

> Leia mais
5 receitas lights que você pode preparar sem medo

5 receitas lights que você pode preparar sem medo 5 receitas lights que você pode preparar sem medo

Para quem quer seguir um estilo de vida mais saudável - com alimentos leves e nutritivos - uma boa dica é procurar por receitas lights. O problema é que...

> Leia mais