Como armazenar cogumelos corretamente para fazê-los durarem mais

Você pode conectar os cogumelos por um fio e pendurá-los para que eles desidratem naturalmente com a ação do vento
Você pode conectar os cogumelos por um fio e pendurá-los para que eles desidratem naturalmente com a ação do vento

Produto recomendado

Cogumelo shimeji branco orgânico Taeq 150g

Cogumelo shimeji branco orgânico Taeq 150g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Os cogumelos fazem parte da nossa culinária há milênios, e são usados como alimento pelo homem há pelo menos 13 mil anos. Além de serem encontrados em quase todos os continentes, suas variações comestíveis são muitas, permitindo diversas combinações que irão tornar os pratos não só mais saborosos como saudáveis. O único problema é que eles têm uma vida útil pequena, mas isso pode ser contornado caso você saiba como guardá-los, aumentando a sua durabilidade sem que eles percam nutrientes.

Armazenamento pode ser feito de diferentes formas

Em primeiro lugar é preciso dizer que há mais de uma forma de armazenar os cogumelos, e por isso talvez o ideal seja você testá-las até saber qual se adequa mais a você. Além disso, se você os comprou no mercado a forma de guardá-los é uma, e se ganhou ou recolheu um silvestre é outra. Portanto, fique atento para não acabar tendo que jogá-los fora simplesmente porque eles estragaram.

Antes de mais nada, é bom ressaltar que os cogumelos absorvem muita água, e que se você pretende armazená-los por muito tempo o ideal é retirar o máximo possível de seu líquido. Se você optou por utilizar cogumelos silvestres essa regra acaba não valendo, já que o ideal é comê-los logo. Com isso em mente, recolha apenas os que for utilizar em poucos dias. Aqui, é importante que eles fiquem úmidos, pois apenas isso irá determinar o período que eles poderão ser usados. Para mantê-los nessa condição por uma semana basta colocá-los em um saco de papel e guardá-los na gaveta da geladeira sem fechar a abertura completamente. Não se esqueça de ter total certeza que os cogumelos são comestíveis, pois há muitas espécies tóxicas que podem ser confundidas com outras que não são.

Se você quer manter os cogumelos que comprou no mercado frescos por muito tempo uma boa ideia é congelá-los. Mas saiba que quando for tirá-los do freezer eles devem estar prontos para consumo. Por isso, é importante decidir previamente para que eles serão utilizados antes de serem preparados para o congelamento. Uma das opções é cozinhá-los, algo que permite que eles durem até seis meses. Se o cogumelo em si for muito grande você pode cortá-lo em dois ou até em quatro. Lembrando que se ele não estiver inteiro o tempo de preparo é maior. E se você não quer que eles mudem de cor, deixe-os previamente de molho por cinco minutos no suco de limão. Depois basta cozinhá-los por aproximadamente quatro minutos, deixar eles esfriarem, secá-los bem e só então embalá-los em um saco plástico ou em um pote fechado e colocá-los no freezer.

Outra opção é fritá-los, mas nesse caso a sua durabilidade é menor. Aqui há duas formas de fazer. A primeira é simplesmente colocar os cogumelos na frigideira com um pouco de manteiga, esperá-los esfriar e depois armazená-los. Nesse caso, ele deve se manter fresco por aproximadamente três meses. Já a segunda opção é já deixá-lo temperado, o que o torna ainda mais pronto para consumo, mas tem sua durabilidade reduzida a menos de uma semana. Neste caso você precisa primeiro cortar o cogumelo em pequenos pedaços e colocá-los em uma frigideira com cebola e manteiga. Depois é só acrescentar as ervas que quiser e congelar toda a mistura no fim. Essa opção é perfeita para quem quer fazer um creme com os cogumelos, desde que seja logo, claro.

Desidratar cogumelos é ótimo para quem quer se livrar da geladeira

Agora, se você não quer saber de geladeira há o método que consiste em desidratar o cogumelo. Para isso você terá que colocá-lo em algum lugar que faça com que ele seque, já que sem água alguma eles demoram bem mais para apodrecer. O primeiro passo é limpá-lo completamente, mas sem usar líquido algum. Em seguida você pode escolher o método que preferir para fazer com que sua água evapore completamente.

Saiba que é possível utilizar o forno nesse processo, mas o fogo deverá permanecer baixo e você deve ficar muito atento para eles não queimarem. Outra sugestão é conectá-los por um fio e pendurá-los para que eles desidratem naturalmente com a ação do vento. Lembrando que esse método não funciona em lugares úmidos, ok? A última opção é colocá-los diretamente no Sol, mas tenha certeza que nenhum animal, seja inseto ou não, irá tocar neles, pois isso pode contaminá-los. Lembrando que cogumelos desidratados costumam durar até um ano sem estragar.

Benefícios aumentam de acordo com a espécie

Seja qual for o método que você escolher, a verdade é que ter um cogumelo fresquinho sempre pronto para para ser consumido é ótimo. Afinal, esse fungo comestível é uma grande fonte de vitaminas, sendo muito rico em complexo B. Além disso, oferece grande concentração de minerais, como potássio, iodo, cálcio e fósforo. E dependendo da espécie que você escolher os benefícios são ainda maiores. O shitake, por exemplo, é bom para a pressão arterial e ainda pode ser considerado um afrodisíaco. Já o paris, também conhecido como champignon, é rico em fibras e ajuda no bom funcionamento do intestino. Por fim, o porcini, ou funghi secchi, ajuda a acelerar o metabolismo. E isso só para citar os cogumelos mais famosos! Vale a pena experimentar diferentes espécies e acrescentá-las no seu cardápio diário para ter uma dieta ainda mais balanceada.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Você sabia que a mozarela de búfala é um dos tipos de queijos brancos mais consumidos do mundo? Conhecida pela sua textura cremosa e suculenta, ela tem como...

> Leia mais
Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Você sabia que é possível preparar receitas de macarrão sem necessariamente usar farinha de trigo? Quem é celíaco, por exemplo, deve passar longe de pratos...

> Leia mais
6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora 6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

Às vezes pode parecer difícil seguir uma dieta vegana e ter tempo para preparar lanches sem ingredientes de origem animal durante a correria do dia a dia....

> Leia mais
O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

Se você gosta de experimentar comidas típicas de diferentes regiões do Brasil, é bem provável que já conheça o sagu - uma sobremesa feita com vinho tinto...

> Leia mais
Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Fruto da aroeira-vermelha, a pimenta-rosa é uma planta brasileira de ardência leve, sabor adocicado e aparência delicada. Mas além de características e...

> Leia mais
4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas 4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

Considerado um superalimento, o coco é uma fruta das frutas mais nutritivas que existe. Ele é rico em minerais importantes como cálcio, magnésio, cobre,...

> Leia mais
5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos 5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

Criar o hábito de ler livros de diferentes temas no dia a dia pode ser mais benéfico do que você imagina. Além de ser uma forma de aprender, desenvolver...

> Leia mais
Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Para muitas pessoas, receber o diagnóstico de diabetes é sinônimo de restrições alimentares e complicações de saúde a longo prazo. Basta receber a notícia...

> Leia mais
Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Deixar leguminosas (como feijão, lentilha ou ervilha) e outros grãos de molho é fundamental para eliminar os antinutrientes - substâncias que podem...

> Leia mais
Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão

Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão

Presente em todas as partes do abacaxi (polpa, casca e caule), a bromelina é um tipo de enzima que auxilia na digestão e também é usada para fins medicinais....

> Leia mais