Comer em casa: 8 fatores importantes para prepararmos a nossa própria refeição

Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a "pilotar" o fogão e transformar a sua cozinha em um laboratório de sabores!
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a
Fazer a própria comida em casa, além de ser uma prática muito gostosa, é economicamente vantajosa e muito saudável para a nossa rotina alimentar. Veja fatores importantes para começar a

Cozinhar. Para muitos é um hobby, para outros, profissão, mas, para a maioria das pessoa, necessidade. O fato é que quando fazemos a própria comida em casa, a nossa alimentação ganha em vários aspectos, que vão da simples economia do dia a dia à preferência do paladar de cada um. Por isso, preparar o almoço e o jantar também é um estilo de vida ideal para mantermos nossa alimentação saudável, nutritiva e do jeitinho que desejamos! Aprenda algumas dicas e os benefícios para você transformar a sua cozinha em um laboratório de sabores!

Quando falamos em cotidiano, dia a dia de trabalho e afazeres da rotina, disposição e falta tempo parecem ser contrários a vontade de cozinhar a própria refeição. Por isso, comer na rua virou hábito e "solução" das pessoas para uma alimentação prática e funcional. Contudo, a nutricionista Érica Moreira, separou fatores extremamente relevantes para darmos uma atenção a mais para fazer a comida em casa. Veja!

Veja dicas e benefícios para preparar a sua refeição em casa!


Opte por alimentos naturais:
Quando preparamos nossas comidas em casa a tendência é darmos preferência aos alimentos frescos, naturais, e às preparações mais saudáveis, diferente daquilo que é normalmente oferecido nas ruas. Geralmente optamos por receitas mais práticas, como saladas, para levar aquela tradicional marmita ao trabalho, por exemplo.

- Opçõs aumentam: A possibilidade de criar em casa o prato de sua preferência é muito maior do que na rua. Inovar e combinar alimentos aumentam o leque de opções e tornam a nossa rotina alimentar mais versátil e prazerosa.

- Abuse dos temperos naturais: Você pode usar alho, cebola, salsa, manjericão, ervas, alho poró, especiarias, conferindo sabor e nutrientes aos alimentos, de forma saudável e natural.

- Maior economia: Fica muito mais barato comer em casa do que em restaurantes, ainda mais porque você evita comprar bebidas e a sobremesa, que encarecem qualquer conta na rua. Além disso, se preparar uma comida gostosa para levar, o prazer em consumir será muito maior.

- Maior conforto: Se você tiver a facilidade de comer em casa, vai comer com mais tranquilidade, sem pressa. Isso gera maior sensação de saciedade e relaxamento. Então aproveite este momento e se conecte com você.

- Prática na cozinha: Ninguém nasce "mestre-cuca". A maioria das pessoas reclamam que não tem prática em cozinhar e isso é óbvio, pois a prática se ganha com o tempo. Comece testando receitas mais simples nos finais de semana e não tenha medo de tentar. "Tenho certeza que a prática leva à perfeição, por isso desejo que vocês sintam prazer de cultivar bons hábitos alimentares para que sintam vitalidade e que seu corpo e mente funcionem na potência máxima", destaca a Dra. Érica.

- Organização e aproveitamento dos alimentos: Quem cozinha em casa sabe que esse processo deve acontecer de 2 a 3 vezes por semana. Não é necessário cozinhar todo santo dia, faça uma quantidade maior e congele em porções individuais. No final do mês você terá diversas opções no seu congelador.

- Planejamento de mercado: Este é o ponto principal para tudo acontecer, você precisa determinar o momento que você irá ao mercado, o dia da semana de comprar frutas, legumes e verduras. "Sempre falo para os meus pacientes que a incorporação de hábitos saudáveis é aos poucos, mas o cumprimento do planejamento é fundamental. Você precisa parar um dia da semana, o que for mais tranquilo para você e decidir o que irá comer na semana seguinte, escrever a lista de compras e executar", finaliza a profissional.


Mais noticias com...
Receitas:
Cebola
Ver Mais

Últimas Matérias

Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas

Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas

Ter uma alimentação rica em vitaminas é fundamental para fortalecer a imunidade e garantir o bom funcionamento do organismo como um todo. O complexo K, em...

> Leia mais
Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta

Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta

Preparar sucos naturais é uma ótima alternativa para refrescar nos dias mais quentes e manter o corpo hidratado. E, para variar no cardápio de bebidas, que...

> Leia mais
Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa

Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa

Tem coisa melhor que passar o Dia dos Pais junto com a família contando histórias, comendo, fazendo jogos e brincadeiras? A melhor parte é que nem é preciso...

> Leia mais
Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Usar cogumelos para incrementar receitas veganas ou vegetarianas é sempre uma boa opção. Afinal, eles acrescentam muito em termos nutricionais e agregam mais...

> Leia mais
Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Você sabia que a mozarela de búfala é um dos tipos de queijos brancos mais consumidos do mundo? Conhecida pela sua textura cremosa e suculenta, ela tem como...

> Leia mais
Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Você sabia que é possível preparar receitas de macarrão sem necessariamente usar farinha de trigo? Quem é celíaco, por exemplo, deve passar longe de pratos...

> Leia mais
6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora 6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

Às vezes pode parecer difícil seguir uma dieta vegana e ter tempo para preparar lanches sem ingredientes de origem animal durante a correria do dia a dia....

> Leia mais
O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

Se você gosta de experimentar comidas típicas de diferentes regiões do Brasil, é bem provável que já conheça o sagu - uma sobremesa feita com vinho tinto...

> Leia mais
Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Fruto da aroeira-vermelha, a pimenta-rosa é uma planta brasileira de ardência leve, sabor adocicado e aparência delicada. Mas além de características e...

> Leia mais
4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas 4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

Considerado um superalimento, o coco é uma fruta das frutas mais nutritivas que existe. Ele é rico em minerais importantes como cálcio, magnésio, cobre,...

> Leia mais