Carboidratos x glicose: Como regular o açúcar no sangue com a alimentação?

O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.

Quando falamos no consumo diário de carboidratos, principalmente à noite, um dos temas mais abordados em relação às fontes dessas substâncias é como regular nosso apetite com o índice glicêmico de açúcar no sangue, sem perder ou, propriamente, tirarmos esses alimentos das nossas dietas mais eficazes. A boa notícia é: isso é possível, e melhor, bem acessível e, até, prazeroso de se fazer!

Atualmente, o corte de carboidratos virou uma das principais medidas adotadas por quem faz dietas de emagrecimento e, principalmente, diabéticos. Mas, além de importantes fontes de energia para o corpo, essas substâncias também são essenciais para o bom funcionamento do organismo.

Os carboidratos mais simples, encontrados em cereais, massas, arroz, batatas, frutas, laticínios e legumes, entram na corrente sanguínea mais depressa e são considerados de alto índice glicêmico (IG), que é o indicador da velocidade dessa ação. Já o açúcar dos carboidratos complexos, com menos calorias e ricos em fibras, atingem a corrente sanguínea mais lentamente e, por este motivo, são considerados de "baixo IG". "Alimentos com baixo IG podem diminuir as chances de picos de açúcar no sangue, e dessa forma ajudam a manter os níveis normais de glicose no geral", explica a nutricionista Fábia Massarani.

Invista em combinações diferentes!


Dentre os nutrientes, uma alimentação rica em fibras é fundamental para quem quer controlar os níveis de açúcar no sangue, segundo Fábia. "As fibras na verdade ajudam no controle natural dos níveis de açúcar no sangue. Agem como uma forma de obstáculo para que o açúcar não seja disponibilizado diretamente no sangue, evitando a elevação de seus níveis. Por isso, focar no consumo de folhas, vegetais, frutas e alimentos integrais é tão importante", explica.

Investir em alimentos que bloqueiam a glicose é uma ótima ideia para balancear as refeições. As oleaginosas, como as nozes e amêndoas, podem ser combinadas a frutas para que o IG destas seja menor. Além disso, outras fontes de carboidratos também podem ser utilizadas como alternativas aos carboidratos de arroz e pães.

"A batata doce, além de conter antioxidantes e fibras que ajudam a regular a digestão e melhorar a saúde geral, também assume a função de liberação do açúcar mais gradualmente, sendo uma excelente forma de equilibrar o IG de uma refeição", sugere Fábia.

Bons hábitos também colaboram para regular o açúcar

Para manter o corpo nutrido na medida e os níveis de açúcar normais, é importante não pular refeições, pois a atitude não só atrapalha a dieta como também desregula os níveis de diversos componentes na corrente sanguínea. Fábia Massarani explica que fazer refeições regulares, espaçadas e planejadas além de lanches em intervalos do café da manhã, almoço e jantar são ótimos hábitos para manter níveis normais de glicose no sangue.
Mais noticias com...
Receitas:
Arroz
Ver Mais

Últimas Matérias

Endometriose: entenda como a alimentação pode aliviar seus sintomas

Endometriose: entenda como a alimentação pode aliviar seus sintomas Endometriose: entenda como a alimentação pode aliviar seus sintomas

Você sabia que março é considerado o Mês Mundial da Conscientização da Endometriose? Essa doença se desenvolve quando o endométrio (tecido que reveste o...

> Leia mais
Os alimentos que aliviam problemas menstruais e que as mulheres devem consumir

Os alimentos que aliviam problemas menstruais e que as mulheres devem consumir Os alimentos que aliviam problemas menstruais e que as mulheres devem consumir

O período menstrual é aquela fase em que o corpo das mulheres fica mais sensível - podem surgir sintomas de cólica, instabilidade emocional e muitas também...

> Leia mais
Benefícios do maxixe: os motivos para passar a consumir esse fruto

Benefícios do maxixe: os motivos para passar a consumir esse fruto Benefícios do maxixe: os motivos para passar a consumir esse fruto

Se te oferecessem um fruto verde, com formato oval e coberto de espinhos você comeria? Embora a aparência em um primeiro momento cause alguma estranheza, a...

> Leia mais
Meditação: 5 coisas que você precisa saber antes de adotar a prática

Meditação: 5 coisas que você precisa saber antes de adotar a prática Meditação: 5 coisas que você precisa saber antes de adotar a prática

Meditação pode ser muito engrandecedora, sabia? É um momento de conexão com si próprio, que garante mais paz de espírito e autoconhecimento. Só que antes de...

> Leia mais
Quer fazer as frutas amadurecerem mais rápido? Veja os melhores truques!

Quer fazer as frutas amadurecerem mais rápido? Veja os melhores truques! Quer fazer as frutas amadurecerem mais rápido? Veja os melhores truques!

Nos dias quentes, muito característicos do verão, é bem comum sofrermos com o amadurecimento acelerado de frutas, verduras e legumes - o que faz com que...

> Leia mais
Plantas medicinais: conheça as principais e seus benefícios para o nosso corpo

Plantas medicinais: conheça as principais e seus benefícios para o nosso corpo Plantas medicinais: conheça as principais e seus benefícios para o nosso corpo

A natureza realmente fornece tudo que precisamos para viver bem - as plantas medicinais, por exemplo, são provas vivas de que isso é verdade, pois funcionam...

> Leia mais
Dia da Incontinência Urinária: como a alimentação ajuda a resolver esse problema

Dia da Incontinência Urinária: como a alimentação ajuda a resolver esse problema Dia da Incontinência Urinária: como a alimentação ajuda a resolver esse problema

Você sabia que existe o Dia Mundial da Incontinência Urinária? Pois é, em todo o mundo, o dia 14 de março é destinado para trazer informações, debates e...

> Leia mais
O que são lignanas e em quais alimentos podemos encontrá-las

O que são lignanas e em quais alimentos podemos encontrá-las O que são lignanas e em quais alimentos podemos encontrá-las

Se você tem o costume de comer linhaça, talvez até não saiba, mas já conhece de perto os benefícios das lignanas - substâncias conhecidas por prevenir o...

> Leia mais
Tomar muito leite é realmente bom? Conheça mitos e verdades dessa bebida

Tomar muito leite é realmente bom? Conheça mitos e verdades dessa bebida Tomar muito leite é realmente bom? Conheça mitos e verdades dessa bebida

Item comum em qualquer geladeira, o leite atualmente divide opiniões sobre seus reais benefícios. Há quem diga que ele é uma das maiores fontes de cálcio, o...

> Leia mais
7 alimentos fontes de vitamina C que você deve comer com frequência

7 alimentos fontes de vitamina C que você deve comer com frequência 7 alimentos fontes de vitamina C que você deve comer com frequência

Entre toda uma gama de vitaminas, a C é, provavelmente, a que ganhou maior notoriedade. Afinal, ela costuma ser indicada para quem está sofrendo com uma...

> Leia mais