Carboidratos x glicose: Como regular o açúcar no sangue com a alimentação?

O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.
O consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo Índice Glicêmico (IG). Saber controlar a alimentação fará com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem para a energia do corpo.

Produto recomendado

Barra de cereal light de morango com chocolate Taeq 66g

Barra de cereal light de morango com chocolate Taeq 66g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Quando falamos no consumo diário de carboidratos, principalmente à noite, um dos temas mais abordados em relação às fontes dessas substâncias é como regular nosso apetite com o índice glicêmico de açúcar no sangue, sem perder ou, propriamente, tirarmos esses alimentos das nossas dietas mais eficazes. A boa notícia é: isso é possível, e melhor, bem acessível e, até, prazeroso de se fazer!

Atualmente, o corte de carboidratos virou uma das principais medidas adotadas por quem faz dietas de emagrecimento e, principalmente, diabéticos. Mas, além de importantes fontes de energia para o corpo, essas substâncias também são essenciais para o bom funcionamento do organismo.

Os carboidratos mais simples, encontrados em cereais, massas, arroz, batatas, frutas, laticínios e legumes, entram na corrente sanguínea mais depressa e são considerados de alto índice glicêmico (IG), que é o indicador da velocidade dessa ação. Já o açúcar dos carboidratos complexos, com menos calorias e ricos em fibras, atingem a corrente sanguínea mais lentamente e, por este motivo, são considerados de "baixo IG". "Alimentos com baixo IG podem diminuir as chances de picos de açúcar no sangue, e dessa forma ajudam a manter os níveis normais de glicose no geral", explica a nutricionista Fábia Massarani.

Invista em combinações diferentes!

Dentre os nutrientes, uma alimentação rica em fibras é fundamental para quem quer controlar os níveis de açúcar no sangue, segundo Fábia. "As fibras na verdade ajudam no controle natural dos níveis de açúcar no sangue. Agem como uma forma de obstáculo para que o açúcar não seja disponibilizado diretamente no sangue, evitando a elevação de seus níveis. Por isso, focar no consumo de folhas, vegetais, frutas e alimentos integrais é tão importante", explica.

Investir em alimentos que bloqueiam a glicose é uma ótima ideia para balancear as refeições. As oleaginosas, como as nozes e amêndoas, podem ser combinadas a frutas para que o IG destas seja menor. Além disso, outras fontes de carboidratos também podem ser utilizadas como alternativas aos carboidratos de arroz e pães.

"A batata doce, além de conter antioxidantes e fibras que ajudam a regular a digestão e melhorar a saúde geral, também assume a função de liberação do açúcar mais gradualmente, sendo uma excelente forma de equilibrar o IG de uma refeição", sugere Fábia.

Bons hábitos também colaboram para regular o açúcar

Para manter o corpo nutrido na medida e os níveis de açúcar normais, é importante não pular refeições, pois a atitude não só atrapalha a dieta como também desregula os níveis de diversos componentes na corrente sanguínea. Fábia Massarani explica que fazer refeições regulares, espaçadas e planejadas além de lanches em intervalos do café da manhã, almoço e jantar são ótimos hábitos para manter níveis normais de glicose no sangue.

Mais noticias com...
Receitas:
Arroz
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais
Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Embora tenha apenas 0,1 gramas de açúcar por porção, o arroz é um alimento caracteristicamente conhecido por influenciar no aumento da glicose. Por isso,...

> Leia mais
4 receitas veganas para preparar no verão

4 receitas veganas para preparar no verão 4 receitas veganas para preparar no verão

Apostar em receitas mais leves, naturais e refrescantes durante o verão é uma dica importante para manter o corpo hidratado e bem nutrido. No entanto, quando...

> Leia mais
4 alimentos que diminuem a absorção de ferro e como melhorá-la

4 alimentos que diminuem a absorção de ferro e como melhorá-la 4 alimentos que diminuem a absorção de ferro e como melhorá-la

Responsável pelo transporte de oxigênio entre as células e importante para o bom funcionamento do metabolismo, o ferro é um tipo de mineral que não pode...

> Leia mais
Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Incluir vegetais verde-escuros na dieta é uma boa dica para aumentar o consumo de ferro, fibras e vitaminas que fortalecem a imunidade. O agrião, por...

> Leia mais
A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

Aproveitar os alimentos em sua totalidade - usando casca, polpa, talo e sementes - é uma ótima forma de ser sustentável (evitando desperdícios) e...

> Leia mais
5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor 5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

Praticar exercícios físicos de forma regular e equilibrada - mesmo em dias mais quentes - é importante para a saúde mental e corporal. No entanto, durante o...

> Leia mais
Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Usada para tratar inflamações e amenizar sintomas de gripes e resfriados, como tosse e coriza, a equinácea (Echinacea ssp.) é uma planta medicinal...

> Leia mais
6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo 6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

Rica em fibras alimentares, ômega 3 e minerais importantes, a chia é uma semente altamente nutritiva geralmente usada em dietas restritivas, já que é...

> Leia mais