Carboidratos de baixo índice glicêmico: uma lista com legumes, frutas e farinhas

Além de legumes com baixo índice glicêmico, verduras como espinafre, repolho e brocólis também podem fazer parte das refeições. Pães integrais também são boas opções!
Além de legumes com baixo índice glicêmico, verduras como espinafre, repolho e brocólis também podem fazer parte das refeições. Pães integrais também são boas opções!

Carboidratos de baixo índice glicêmico existem e eles não são os vilões da alimentação, muito pelo contrário. Todos os alimentos possuem um indicador de índice glicêmico, que mede a velocidade que o organismo leva para transformar o carboidrato ingerido em açúcar no sangue (glicemia). Funciona assim: quanto menor o valor que um ingrediente apresenta, mais lenta a liberação de açúcar do sangue. Isso significa mais saúde para o organismo e é ótimo para quem sofre com diabetes, por exemplo. Então, veja agora a lista de alimentos ricos em carboidratos com baixo índice glicêmico para aproveitar bons ingredientes no dia-a-dia.

1. Cenoura crua ralada é um dos legumes com baixo índice glicêmico

A cenoura crua e ralada é superbenéfica para o organismo. Afinal, o ingrediente apresenta bons nutrientes, como fibras, potássio, carotenoides e antioxidantes em sua composição e não promove aumento exagerado da glicemia. É ótimo na proteção do coração e da pele e ainda aumenta a imunidade. Quando cozida também possui baixo índice glicêmico e serve bem no cardápio em refeições principais.

Ainda sobre legumes com baixo índice glicêmico, vale apostar também em alimentos como batata doce cozida com casca, abobrinha, milho cozido, feijão, lentilha, soja cozida, entre outros. Incrementar o prato com bons ingredientes nunca é demais!

2. Farinha de coco é nutritiva e tem destaque entre farinhas com baixo índice glicêmico

Para evitar o aumento acelerado da glicemia no sangue, optar por farinhas com baixo índice glicêmico é fundamental, principalmente para diabéticos e celíacos. A farinha de coco é bem nutritiva, pois é fonte de fibras, vitamina C e do complexo B, ferro e selênio, e se destaca nos preparos. O ingrediente aumenta a imunidade, melhora o sistema nervoso e fornece energia para o organismo. Ainda é livre de glúten!

Como a farinha é um dos ingredientes que quase nunca faltam em casa, ter opções mais saudáveis à disposição é sempre agradável. Além de farinha de coco, invista também em aveia em flocos, farinha de aveia e farinha de amêndoas para o dia-a-dia.

3. Maçã é uma das frutas com menor índice glicêmico indicadas para diabéticos

A maçã é uma das frutas com menor índice glicêmico e serve perfeitamente para lanches ao longo do dia, inclusive a versão desidratada do alimento. Fonte de fibras, vitaminas do complexo B, fósforo e ferro, o ingrediente tem destaque dentre os frutos. É ótimo para regularizar a pressão arterial, prevenir a constipação e proteger o coração. Quem sofre com diabetes pode acrescentar a maçã no cardápio para obter os benefícios!

Há muitas frutas com baixo índice glicêmico que podem incrementar as refeições. Selecione outras opções entre cereja, tomate, laranja, pêra, pêssego, damasco, morango e até suco de laranja para ampliar a absorção de carboidratos mais saudáveis.

4. Iogurte natural desnatado apresenta baixo índice glicêmico e é livre de gorduras

Que tal ampliar ainda mais a lista de alimentos de baixo índice glicêmico? Um dos ingredientes indicados para um café da manhã saudável, o iogurte desnatado é cheio de benefícios. O alimento é rico em proteínas, vitaminas do complexo B, cálcio e fósforo. Tais nutrientes são responsáveis por fortalecer os ossos, aumentar a imunidade e melhorar os reflexos. Também ajuda a melhorar o humor!

Além do iogurte desnatado, dá para investir em diferentes tipos de bebidas que sejam derivadas do leite ou opções alternativas. Varie a alimentação com iogurte natural, leite integral e/ou desnatado, bebida de soja ou de aveia.

5. Castanha de caju também está entre carboidratos com baixo índice glicêmico

As oleaginosas também estão incluídas na lista. A castanha de caju é muito nutritiva, pois é rica em antioxidantes, gorduras saudáveis, ferro, magnésio e zinco. O ingrediente é aliado do coração, combate doenças cardiovasculares, e estimula o bom funcionamento do sistema nervoso. Faz muito bem para a imunidade também! É possível variar o cardápio com amendoim e nozes, desde que o consumo seja sem exageros.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais