Camarão, caranguejo e lagosta: por que incluir os crustáceos na alimentação

Lagosta, caranguejo e camarão possuem alguns benefícios em comum, como o fato de serem ricos em ômega 3
Lagosta, caranguejo e camarão possuem alguns benefícios em comum, como o fato de serem ricos em ômega 3

Os benefícios dos frutos do mar para a saúde são comprovados há muito tempo. Tanto é que eles fazem parte da dieta mediterrânea, que garante uma maior longevidade às pessoas que a aderem. Mas em geral quando falamos de animais marinhos os peixes vem logo à mente, já que são mais facilmente encontrados em mercados e trazem diversos benefícios para a saúde. Quem também merece o seu lugar de destaque são os crustáceos, como camarões, caranguejos e lagostas. Afinal, eles também são muito nutritivos e sua inclusão na dieta é muito bem-vinda.

Camarão possui nutrientes que podem aliviar até casos mais brandos de depressão

Velho conhecido dos brasileiros, o camarão se tornou um ingrediente muito utilizado em diversas receitas, seja como parte do recheio ou servindo de acompanhamento. Outra vantagem é que ele é muito acessível, sendo encontrado em empadinhas vendidas na praia, em molhos de macarrão ou mesmo em sua forma com casca servindo como complemento de um prato. Mas além de muito saboroso, ele também possui diversos nutrientes que devem estar presentes na nossa alimentação diária.

Se você não gosta de comer a casca do camarão é melhor pensar de novo, já que ela é feita por fibras, que por sua vez auxiliam no bom funcionamento do intestino. Mas mesmo que você prefira retirá-la ou comprá-lo já "limpo", ainda assim seus benefícios são muitos. Em primeiro lugar, ele é rico em ômega 3, ácido graxo essencial que previne doenças cardiovasculares, como hipertensão e infartos. Além disso, é rico em diversos minerais, que vão de potássio a iodo, o que significa que ele atua tanto na defesa do organismo quanto evita que a tireoide tenha problemas. Por fim, também combate a artrite e a artrose e previne o câncer graças aos seus antioxidantes, que vêm do selênio e da vitamina B12.

Como se não fosse suficiente, ele ainda pode prevenir problemas que atingem diretamente o humor e a forma de se relacionar com outras pessoas, como é o caso da depressão. Isso se deve à vitamina B6, que trabalha na síntese de hormônios que ajudam a controlar problemas como ansiedade e distúrbios do sono. Lembrando que ela pode ajudar apenas em casos leves de depressão, e que de forma alguma substitui a orientação médica.

Caranguejo é um alimento muito proteico

Presente principalmente em regiões litorâneas, o caranguejo possui uma carne muito apreciada e que ao mesmo é altamente nutritiva. Dentre essas substâncias benéficas, algumas são as mesmas que estão presentes no camarão, como é o caso do ômega 3 e do selênio. Isso sem falar que ele é rico em fibras, mas esses não são seus únicos benefícios.

Ele é altamente proteico, praticamente tendo a mesma quantidade de proteínas que as oferecidas na carne vermelha. Também possui bastante fósforo, que quando combinado com o cálcio ajuda a formar ossos e dentes. Portanto, o caranguejo também ajuda a prevenir problemas como a osteoporose. Além disso, é rico em vitamina B2, ou riboflavina, que dá mais energia para o nosso corpo, sendo ótimo para quem pratica atividades físicas. Ele também é rico em ferro, sendo muito bom para tratar a anemia.

Lagosta é rica em vitaminas do complexo B

Por fim chegamos à lagosta, que ao contrário do que ocorre com o camarão e com o caranguejo, é considerada uma carne mais refinada. Sim, assim como outros frutos do mar, ela também é rica em ômega 3. Mas talvez o que mais a caracterize seja o complexo B. Afinal, ela possui boas quantidades das vitaminas B3, B6, B9 e B12. Lembrando que somadas elas não auxiliam apenas o metabolismo como também são bons antioxidantes e ainda reduzem os efeitos do estresse no cérebro e permitem que o sistema nervoso funcione corretamente. Isso sem falar que a lagosta é rica em vitamina E, que auxilia a absorção das vitaminas A e C.

Ela também é muito proteica e possui baixo teor de gordura, sendo indicada a pessoas que estão fazendo dieta. Além disso, é rica em minerais, possuindo boas quantidades de magnésio, potássio, zinco e fósforo. O único fator que pode ser considerado negativo em relação a esse fruto do mar é que ele possui sódio demais. Mas é importante lembrar que esse mineral não é maléfico para o nosso corpo, pelo contrário, é muito importante para a nossa sobrevivência. É apenas necessário saber dosá-lo bem para não ter nenhum efeito colateral.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais