Boxe, muay thai e MMA: as diferenças entre essas lutas populares em academias

O MMA é a mistura de diversas lutas, o que inclui o boxe e o muay thai
O MMA é a mistura de diversas lutas, o que inclui o boxe e o muay thai

Tudo bem que quando se trata de praticar atividades físicas qualquer exercício é válido. Mas no que diz respeito às lutas, muita gente fica com uma dúvida: afinal, qual a diferença entre boxe, muay thai e MMA? As três modalidades são encontradas com frequência em academias, e por isso ganharam muitos adeptos no Brasil nos últimos anos. Ainda assim, quem ainda não decidiu ainda qual delas quer praticar pode ficar confuso devido às suas semelhanças. Para que isso não ocorra, nós preparamos uma lista mostrando as principais vantagens e diferenças entre cada uma delas:

Boxe usa apenas os punhos em combate

Durante muito tempo essa foi a única modalidade conhecida entre as três. Isso se deve a lutadores que fizeram história, como Muhammad Ali, que chegou a ser eleito "O Desportista do Século" por uma revista estadunidense. Além disso, o sucesso do filme "Rocky" (1976) ajudou a popularizar ainda mais esse tipo de esporte. E aqui no Brasil não poderíamos nos esquecer de Popó, que se tornou um ícone para todas as categorias e não apenas as que ele competia. Mas afinal, o que caracteriza o boxe?

Também conhecido como pugilismo, ele chama a atenção porque apenas os punhos podem ser utilizados durante o combate. Sua prática remonta à Grécia Antiga, já que ele fazia parte dos Jogos Olímpicos da Antiguidade, embora ainda não tivesse as regras e nem o nome que conhecemos hoje. E mesmo que apenas as mãos sejam utilizadas no ataque, isso não significa que quem o pratique possua apenas braços fortes. Ao se movimentar com rapidez, a musculatura de coxas, glúteos e panturrilhas também são trabalhadas, fazendo com que o corpo se exercite como um todo.

Aliás, há alguns boatos relacionados ao boxe que precisam ser desmistificados. O primeiro deles é que o esporte é muito violento, algo que fez com que os homens o dominassem por muito tempo. Mas felizmente nos últimos anos ele ganhou muitas adeptas em todo o Brasil, e isso ajudou a acabar com o mito. Outra questão importante é que ele não era considerado seguro, mas atualmente muitas regras visam o bem-estar do atleta, o que inclui um tempo limitado de rounds. Isso sem falar que não é permitido bater em determinados lugares, como a nuca ou as costas, o que deixa claro que essa ideia de perigo não faz sentido.

Muay thai, ou boxe tailandês, utiliza mais partes do corpo, mas as lutas são sempre em pé

Durante muito tempo, o muay thai era conhecido apenas como "boxe tailandês". O nome também está correto, afinal, embora muay signifique "unir" ele pode ser traduzido para "boxe" ou "luta", e como foi criado na Tailândia o termo também é aplicável. Mas neste caso não são apenas os punhos que são utilizados, já que cotoveladas, chutes e joelhadas são absolutamente permitidos. Mas vale ressaltar que o atleta em momento algum vai ao chão. Assim como ocorre com outros esportes, em especial lutas, sua prática ajuda a desestressar e ainda garante maior velocidade de explosão, além de melhorar o condicionamento físico de quem o pratica. Isso sem falar que também colabora para o desenvolvimento mental.

Mas é claro que ele também possui seus mitos. Um dos mais conhecidos é que quem pratica muay thai tem como objetivo participar de competições. Essa confusão possivelmente se deve ao fato de Anderson Silva ser praticante dessa luta mas ter feito sucesso mundial ao participar de torneios de MMA. A verdade é que assim como ocorre com qualquer arte marcial, é absolutamente opcional participar deles ou não. Aliás, o muay thai também possui graduação, mas as faixas são menores e ficam presas no braço, e não na cintura, como ocorre com o caratê ou o jiu-jitsu, por exemplo.

MMA é a mistura de diversas artes marciais

Por fim temos o MMA, que se popularizou graças ao sucesso relativamente recente do UFC, o Ultimate Fighting Championship, que é a organização responsável pelas competições dessa luta no mundo todo. Aliás, muita gente acha que MMA e muay thai são a mesma coisa, mas esse é um engano comum. O próprio nome entrega sua principal característica, já que MMA significa, em inglês, Artes Marciais Mistas. Logo, ele é uma junção de outras lutas. Isso significa que possui característica não apenas do muay thai, mas também do jiu-jitsu, do caratê, do judô, do wrestling (ou luta profissional), do boxe e até da capoeira, originária do Brasil.

Só tem um problema: muitos acreditam que o MMA se trata de trata de um vale-tudo que ganhou popularidade. Bem, mais ou menos. Embora parte de sua origem seja essa, a luta possui regras claras, e não adianta um simplesmente sair batendo no outro sem se preocupar com o bem-estar mínimo do adversário. A grande questão é que vale utilizar qualquer estilo de luta, mas não fazer qualquer coisa para ganhar. Aliás esse esporte também surgiu graças aos esforços da família Gracie, conhecida por ser a precursora do jiu-jitsu brasileiro. Pois é, nosso país possui parte do mérito da criação da luta.

Se o seu objetivo é começar praticar o MMA, prepare-se para utilizar técnicas tanto em pé quanto no chão. Os treinos são intensos, já que muitas técnicas diferentes precisam ser aprendidas. Com isso, ele também é excelente para tonificar os músculos, ganhar agilidade e, de quebra, perder peso. Isso sem falar na confiança em saber se defender em algum momento de necessidade. Lembrando que você não precisa seguir para o ramo profissional, como fizeram os brasileiros Vitor Belfort, José Aldo e Junior Cigano dos Santos, por exemplo. Afinal, ninguém irá obrigá-lo a competir caso esse não seja o seu interesse.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

5 plantas para ter em casa cujas folhas preparam ótimos chás

5 plantas para ter em casa cujas folhas preparam ótimos chás 5 plantas para ter em casa cujas folhas preparam ótimos chás

Você já pensou em cultivar plantas medicinais em casa? Existem ervas que são fáceis de cuidar, rendem excelentes chás e também podem ser usadas como tempero....

> Leia mais
Não é o só o peixe! 4 alimentos que são poderosas fontes de ômega 3

Não é o só o peixe! 4 alimentos que são poderosas fontes de ômega 3 Não é o só o peixe! 4 alimentos que são poderosas fontes de ômega 3

Apesar de associarmos o ômega 3 (substância importante para o cérebro e o coração) aos peixes como salmão, sardinha e atum, existem muitos outros alimentos...

> Leia mais
6 superalimentos pouco conhecidos que você deveria incluir na dieta

6 superalimentos pouco conhecidos que você deveria incluir na dieta 6 superalimentos pouco conhecidos que você deveria incluir na dieta

O termo superalimento vem se popularizando cada vez mais entre pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável. Afinal, ele caracteriza uma série de...

> Leia mais
Licopeno: para que serve e em quais alimentos encontrá-lo

Licopeno: para que serve e em quais alimentos encontrá-lo Licopeno: para que serve e em quais alimentos encontrá-lo

Você já ouviu falar no licopeno? Ele é um dos antioxidantes mais poderosos que existem e faz parte do grupo dos carotenoides (substâncias responsáveis pela...

> Leia mais
Alho-poró: 5 benefícios dessa hortaliça na sua dieta

Alho-poró: 5 benefícios dessa hortaliça na sua dieta Alho-poró: 5 benefícios dessa hortaliça na sua dieta

Muito usado em diferentes culinárias ao redor do mundo, o alho-poró é um ótimo tempero para massas, molhos, carnes, risotos, sopas e pratos diversos. Ele é...

> Leia mais
Semana Santa saudável: como não abrir mão da dieta durante o feriado de Páscoa

Semana Santa saudável: como não abrir mão da dieta durante o feriado de Páscoa Semana Santa saudável: como não abrir mão da dieta durante o feriado de Páscoa

Uma das melhores partes da Páscoa é se deliciar com os pratos (receitas de peixes, como bacalhau, arroz colorido, carnes, massas e o que mais você preferir),...

> Leia mais
Ovo de Páscoa: como preparar uma versão mais saudável do doce

Ovo de Páscoa: como preparar uma versão mais saudável do doce Ovo de Páscoa: como preparar uma versão mais saudável do doce

A Páscoa é uma das épocas mais animadas e gostosas do ano, né? É o melhor momento para comer muitas trufas, bombons e, é claro, os famosos ovos de chocolate....

> Leia mais
4 maneiras de evitar o envelhecimento precoce com simples atitudes no dia a dia

4 maneiras de evitar o envelhecimento precoce com simples atitudes no dia a dia 4 maneiras de evitar o envelhecimento precoce com simples atitudes no dia a dia

Você sabia que existem formas de preservar o corpo e a elasticidade da pele? É verdade que não há uma fórmula mágica para fugir do envelhecimento - afinal,...

> Leia mais
6 benefícios do maracujá que vão além do efeito calmante

6 benefícios do maracujá que vão além do efeito calmante 6 benefícios do maracujá que vão além do efeito calmante

Você já deve ter ouvido falar no potencial calmante do maracujá - alimento que ajuda a tranquilizar a mente e tratar problemas como a insônia, por exemplo....

> Leia mais
Carne de jaca: aprenda a preparar essa receita adorada por veganos

Carne de jaca: aprenda a preparar essa receita adorada por veganos Carne de jaca: aprenda a preparar essa receita adorada por veganos

Muito usada na culinária vegana, a carne de jaca é uma ótima alternativa ao frango (até possui uma textura semelhante). Ela pode ser usada em receitas como...

> Leia mais