Bom para o coração: conheça três tipos de azeite de oliva

<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
Entenda a diferença entre os azeites: No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
<b>Entenda a diferença entre os azeites:</b><span> No azeite comum a acidez varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.</span>
Adriana Lúcia van-Erven Ávila

Consultor:

Adriana Lúcia van-Erven Ávila

Formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo, é especialista em Nutrição em Cardiologia pelo InCor (Instituto do Coração) e em Distúrbios Metabólicos e risco Cardiovascular pelo CEU (Centro de extensão Universitária)

Produto recomendado

Azeite extra virgem orgânico Taeq 500ml

Azeite extra virgem orgânico Taeq 500ml

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Um fio de azeite de oliva pode fazer toda a diferença na hora de temperar e preparar a comida, inclusive quando pensamos em alimentos que ajudam e protegem a saúde do nosso coração. Produzido sem a mistura de outros tipos de óleos, o produto é uma das opções mais saudáveis para ser usado em pratos como peixes, sopas e saladas, sendo o principal ingrediente da dieta mediterrânea, por exemplo.

Obtido, exclusivamente, a partir das azeitonas, o principal benefício do azeite de oliva para a saúde é a proteção que ele traz ao coração. Isso porque ele possui gorduras monoinsaturadas em grandes quantidades (ômega 9), o que ajuda na redução do colesterol ruim (LDL) e dos níveis de triglicerídeos. "Para controlar o colesterol no sangue é preciso cuidar da alimentação e o azeite de oliva é um aliado com quem podemos contar. Ele contem gordura monoinsaturada e devemos dar preferência ao extravirgem", conta a nutricionista Adriana Lúcia van-Erven Ávila.

A especialista ainda indica que o seu consumo seja feito cru. Dessa forma ele trará mais antioxidantes, o que ajudará no combate dos radicais livres, evitando assim o envelhecimento precoce e a formação de células cancerígenas, entre muitos outros benefícios. "Para preparar os alimentos quentes podemos usar os óleos de canola, girassol, milho ou soja", completou a profissional.

Azeite faz bem, mas use com moderação!

Mesmo assim, o azeite de oliva deve ser consumido em moderação, em uma dieta balanceada e saudável, principalmente para aquelas pessoas quem estão mais preocupadas em perder peso. Isso porque ele tem muitas calorias em sua composição. "Devemos preferir os azeites acondicionados em vidros verdes ou marrons escuros para ficarem protegidos da luz, guardados fechados no armário da cozinha e longe do fogão, para que não haja perda de seus nutrientes", explicou a nutricionista. Veja abaixo uma pequena lista com os principais azeites e suas composições.

Descubra os tipos de azeite de oliva!

Azeite extravirgem: Azeite com menor acidez, não podendo que seja maior que 0,8%. Esse é o tipo que mantém mais seus nutrientes, por não passar por nenhum refinamento químico.

Azeite virgem: Sua acidez fica entre 0,8% e 1,5%, passando por algum tipo de processo mecânico ou físico. Ele é considerado mais saudável do que o puro por manter algumas características de sabor, aroma e nutrientes.

Azeite comum: A acidez deste varia entre 1,5% e 3%, passando este por processos químicos – o que o diferencia dos outros. Este, geralmente, é misturado aos outros tipos para ser comercializado.

Azeite trufado: Esse azeite é aromatizado com trufa negra ou trufa branca, tubérculos subterrâneos, que dão um sabor e cheiro característico ao tempero. Essa iguaria é amada por muitos chefs.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios

Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios

Você sabe o que é Nigella sativa? Também conhecido como cominho preto, a planta famosa por virar tempero faz parte de diversas receitas para uma alimentação...

> Leia mais
Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida

Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida

Você já deve ter pesquisado como tomar vinagre de maçã para emagrecer, certo? Afinal, dizem por aí que tomar uma colher de vinagre de maçã em jejum traz...

> Leia mais
8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia

8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia 8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia

Você conhece os alimentos que tiram o sono e são considerados os inimigos de quem sofre com insônia? Não sei se você já parou para pensar que a dificuldade...

> Leia mais
O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

Espécie nativa da Caatinga, Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica, a pitomba, também chamada de olho de boi, é o fruto da pitombeira (Talisia esculenta) - uma...

> Leia mais
Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Quando se trata de escolher um tipo de açúcar mais saudável para incluir no cardápio, faz todo sentido recorrer ao demerara. Considerado uma versão mais...

> Leia mais
Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Você sabia que existem alimentos que causam gases quando consumidos de forma excessiva (ou preparados de forma equivocada)? As leguminosas, em especial,...

> Leia mais
Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

É comum que alimentos orgânicos apresentem variações em tamanho e cor quando vamos às compras no mercado, mas você sabia que existem diferentes tipos de...

> Leia mais
Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Você sabe o que é síndrome do pânico e quais sintomas esse transtorno causa? Caracterizado por crises de ansiedade, que provocam uma forte sensação de medo e...

> Leia mais
Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC

Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC

Que tal incluir PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) no seu cardápio diário? Existem folhas, flores e diferentes vegetais que pouca gente conhece,...

> Leia mais
Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Que tal uma receita de pão de tapioca caseiro para incluir na sua dieta sem glúten? Boa parte da culinária brasileira é baseada em derivados do trigo. Pães,...

> Leia mais