Bem-estar alimentar: 6 passos para melhorar a vida através da alimentação

A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
A nossa qualidade de vida tem tudo a ver com o nosso bem-estar alimentar. Veja seis dica para melhorarmos os hábitos alimentares e fugir de estresses e doenças provocados por vícios e compulsões!
Cristiane Coronel

Consultor:

Cristiane Coronel

Nutricionista Graduada pelo Centro Universitário de Brasília e pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul

As ligações entre os nossos hábitos alimentares com as questões de qualidade de vida e bem-estar, tanto físico quanto mental , vão muito além daquilo que ingerimos em refeições do dia a dia. Fora a necessidade de manter uma dieta regulada e individualizada às demandas de cada pessoa – preceitos da nutrição funcional-a rotina alimentar equilibrada também oferece diversos outros benefícios à saúde, como a prevenção do estresse alimentar.

Motivos de muitos estudos e análises científicas, as causas do estresse podem ser geradas através dos maus hábitos de vida (sono inadequado, sedentarismo, vícios, etc) e também, pelos hábitos alimentares inadequados, como explica a nutricionista Cristiane Coronel:

"Hábitos alimentares ruins influenciam diretamente no rendimento do metabolismo e alterações hormonais diversas do organismo (insulina, glucagon, serotonina)", destaca a profissional, nos apresentando seis maneiras eficazes de evitarmos esse estresse e promovermos o bem-estar alimentar em nossas vidas. Veja!

Regras para manter o bem-estar alimentar

1 – Fuja das tentações industrializadas: A maioria das pessoas que se encontram em estresse, tendem a buscar em fontes alimentares um prazer para que de certa forma, disfarce as sensações desconfortáveis que o problema provoca. Buscam fontes muito grandes de carboidratos, gorduras e doces, muitas vezes presentes em fast-foods. "Estes tipos de alimentos, provocam uma grande produção de serotonina (hormônio do bem-estar que costuma despencar nos momentos de estresse), porém, esta fonte serotoninérgica se esgota rapidamente no organismo, fazendo com que o corpo e a mente "necessitem" horas depois, de novas fontes alimentares como estas, para ter novamente a falsa sensação de bem-estar, levando ao estresse alimentar", destaca a nutricionista.

2 – Mantenha o equilíbrio nas refeições: Segundo Cristiane Coronel, a alimentação inadequada, a médio ou longo prazo, pode desencadear desequilíbrios metabólicos e hormonais como: ganho de peso descontrolado, aumento de colesterol, insulina e da glicose no organismo, deficiência de micronutrientes importantes para o organismo (principalmente as vitaminas do complexo B, importantes para o equilíbrio do Sistema Nervoso Central), cansaço frequente, distúrbios do sono, alterações dos hormônios sexuais, levando a redução de libido ou até mesmo, impotência sexual.

3 – Emagreça com planejamento: A pressão para se perder de peso e principalmente seguir dietas inadequadas (dietas da moda, por exemplo), levam à frustração porque não oferecem perda de peso (gordura) adequada e isso leva a um estresse emocional, onde em alguns momentos do dia (e principalmente da noite), desencadeiam compulsão alimentar. "O indivíduo entra em desespero e passa a comer descontroladamente, logo depois vem uma imensa culpa, se tornando um ciclo vicioso, a cada dia", destaca a profissional.

4 – A culpa não é só das calorias: Pessoas que possuem o problema de emagrecer, revelam muita dificuldade de perda de peso por conta de tentativas frustradas com as dietas, geralmente possuem medo de calorias e conferem todos os rótulos de alimentos. "Se mostram muito culpadas quando fazem uma refeição que não estava prevista na dieta. Além disso, fazem dietas muito restritivas em carboidratos, levando ao estresse e mau humor, por descompensação dos hormônios, desencadeando compulsões alimentares", analisa.

5 – Frequência alimentar: De acordo com a Dra. Coronel, para tratar/evitar o estresse alimentar, a frequência alimentar a cada 3 horas é regra de ouro, distribuição de bons carboidratos, proteínas e gorduras de boa qualidade, devem ser distribuídas adequadamente ao longo do dia e devem ser orientadas por nutricionista para que não se corra o risco de alterações hormonais durante o tratamento nutricional.

6 – Atividades físicas regulares: "Fazer exercícios (no mínimo 4x por semana), são fundamentais para o controle de hormônios, aumento de bem-estar, otimização da circulação sanguínea, gasto calórico aumentado e evita as compulsões provocadas pelo estresse do dia a dia", finaliza a especialista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde 4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

Que as frutas são essenciais para uma alimentação saudável, todo mundo já sabe. Algumas delas, inclusive, como a banana, o maracujá e a manga, possuem...

> Leia mais
Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Quem tem alergia ou intolerância à lactose precisa tomar diversos cuidados com a dieta - tais como seguir um plano alimentar rígido e olhar sempre com...

> Leia mais
Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Além de ser uma flor bem bonita e aromática, o jasmim é fonte de antioxidantes e diferentes propriedades medicinais, sendo muito indicado para o preparo de...

> Leia mais
Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Muito usado na culinária japonesa, o kani kama é um alimento feito à base de frutos do mar que pode ser servido com arroz, macarrão ou até como...

> Leia mais
Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Conhecido como uma modalidade esportiva de areia, o futevôlei faz um enorme sucesso nas praias cariocas e ao redor do mundo. Criado por volta de 1960 no Rio...

> Leia mais
O que é picles e como fazer essa conserva

O que é picles e como fazer essa conserva O que é picles e como fazer essa conserva

Usado no preparo de saladas, sanduíches e outras receitas, o picles nada mais é do que uma forma de preparar e consumir legumes e vegetais, reaproveitando os...

> Leia mais
Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Que tal experimentar frutas de diferentes espécies para ampliar o cardápio e preparar novas receitas? No Brasil, existem milhares de opções nativas e...

> Leia mais
Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais
Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Embora tenha apenas 0,1 gramas de açúcar por porção, o arroz é um alimento caracteristicamente conhecido por influenciar no aumento da glicose. Por isso,...

> Leia mais