Bebê com dificuldade de evacuar: o que fazer? As formas de resolver o problema

Caso o bebê esteja com dificuldade de evacuar, o ideal é apostar em uma alimentação com fibras, água e frutas como uva ou mamão
Caso o bebê esteja com dificuldade de evacuar, o ideal é apostar em uma alimentação com fibras, água e frutas como uva ou mamão
Caroline Oliveira

Consultor:

Caroline Oliveira

Caroline Oliveira (CRM: 52102395-0) é pediatra graduada pela Unigranrio

Quando o bebê fica com dificuldade de evacuar, é bem comum surgirem sintomas como irritabilidade, dor e inchaço abdominal. Por isso, é muito importante tomar as medidas cabíveis (manter certos cuidados com a alimentação, por exemplo) para resolver o problema e aliviar ao máximo os sintomas de desconforto no pequeno. Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com a pediatra Caroline Oliveira, que deu ótimas sobre como tratar prisão de ventre em bebês. Confira!

Como identificar se o bebê está realmente com dificuldade de evacuar?

Antes de tudo, o mais importante é saber identificar se o bebê está realmente com prisão de ventre - para, a partir daí, tomar os devidos cuidados e seguir os procedimentos de tratamento. A pediatra Caroline Oliveira dá dicas de como identificar esse tipo de problema, acompanhando sempre atentamente a rotina de evacuação do bebê.

"Primeiro precisamos entender o que é, de fato, o intestino preso. É bem comum que bebês com menos de 6 meses, que estão em aleitamento materno exclusivo, demorem uma semana pra evacuar - e não necessariamente isso é um sinal de prisão de ventre. Os pais devem ficar atentos ao cocô do quinto dia de vida, que deve ser mais amarelado e brilhante e não esverdeado/marrom, como na maternidade. A forma das fezes é a grande chave para esse entendimento. Bebês com prisão de ventre evacuam 'bolinhas duras' e não uma pasta amarela, mesmo que isso demore um pouco mais e não seja 4 vezes por dia, como é comum aos 4 meses de vida", explica a médica.

"O aspecto do cocô muda bastante quando se inicia a introdução alimentar - muda o formato e a cor e os pais devem ficar atentos para que não machuque a pele do ânus do bebê. O cocô deve ser moldado, macio e de coloração marrom", complementa a profissional.

Aposte em uma alimentação rica em fibras e líquidos

Na maioria das vezes, a constipação intestinal em bebê ocorre por conta de algum desequilíbrio de nutrientes - o que acarreta na má formação das fezes. De acordo com a pediatra, a (má) alimentação tende a ser uma das grandes responsáveis pelo problema. "As causas de prisão de ventre, de um modo geral, são alimentares - como uma alimentação pobre em fibras, por exemplo", explica.

Para garantir que o sistema digestivo do bebê funcione bem, a médica ressalta a importância de consumir um nutriente específico. "Em bebês em aleitamento materno exclusivo, a ingestão de fibras e líquidos pela mãe traz o diferencial pra evitar a constipação. Já para os bebês que já iniciaram a alimentação, manter oferta de fibras, água e frutas (como uva, mamão, couve e pera) é essencial", destaca a profissional.

Além de tomar os devidos cuidados com a alimentação do bebê, existem outras formas de amenizar os sintomas da prisão de ventre. A pediatra dá dicas de como suavizar possíveis dores e inchaços causados pelo problema. "A massagem abdominal pode aliviar os sintomas incômodos da prisão de ventre. Caso a mudança alimentar não funcione, podemos lançar mão de manobras com cotonete ou supositório e até mesmo medicação, mas isso deve ser avaliado minuciosamente pelo pediatra de rotina", recomenda Caroline.

A alimentação de um bebê com dificuldade de evacuar deve ser a mais natural e diversificada possível

Para garantir o bom funcionamento do intestino e do organismo de uma forma geral, a principal dica é sempre buscar uma alimentação balanceada. De acordo com a pediatra, esse é o segredo para evitar que o bebê tenha dificuldade de evacuar. "A alimentação deve ser sempre a mais natural e diversificada possível - e isso não só para a saúde intestinal. As fibras contidas em folhas verdes (couve e brócolis) e cereais (chia e linhaça) podem ajudar bastante, juntamente com as frutas (mamão, pera, ameixa) e a ingestão de líquidos (água, chás e sucos para maiores de 1 ano). O ideal, a longo prazo, é alternar entre alimentos que prendem e soltam para que haja um equilíbrio intestinal. E isso vai ser de acordo com cada bebê", finaliza a médica.

Mais noticias com...
Receitas:
Couve
Ver Mais

Últimas Matérias

Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Incluir vegetais verde-escuros na dieta é uma boa dica para aumentar o consumo de ferro, fibras e vitaminas que fortalecem a imunidade. O agrião, por...

> Leia mais
A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

Aproveitar os alimentos em sua totalidade - usando casca, polpa, talo e sementes - é uma ótima forma de ser sustentável (evitando desperdícios) e...

> Leia mais
5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor 5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

Praticar exercícios físicos de forma regular e equilibrada - mesmo em dias mais quentes - é importante para a saúde mental e corporal. No entanto, durante o...

> Leia mais
Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Usada para tratar inflamações e amenizar sintomas de gripes e resfriados, como tosse e coriza, a equinácea (Echinacea ssp.) é uma planta medicinal...

> Leia mais
6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo 6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

Rica em fibras alimentares, ômega 3 e minerais importantes, a chia é uma semente altamente nutritiva geralmente usada em dietas restritivas, já que é...

> Leia mais
O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

Após colocar piercing, fazer tatuagem ou realizar procedimentos cirúrgicos, é muito importante evitar certos alimentos e ter uma dieta que contribua para o...

> Leia mais
Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Equilíbrio, flexibilidade e força. Você sabia que essas três palavrinhas estão associadas a praticamente todos os tipos de ginástica? Classificada em...

> Leia mais
Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Entre as espécies de boldo mais utilizadas para tratar problemas como gastrite, gripes e resfriados, o boldo-da-terra e o boldo-do-chile são duas que...

> Leia mais
5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde 5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

Usar farinha de linhaça no preparo de omeletes, pães, biscoitos, panquecas e até vitaminas no dia a dia é uma ótima forma de fortalecer o organismo....

> Leia mais
Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Nativo da região amazônica e consumido em todo o Brasil, o açaí é uma fruta altamente nutritiva (rica em cálcio, potássio, ferro, vitaminas A, C, do complexo...

> Leia mais