As melhores formas de preparar alimentos sem que eles percam muitos nutrientes

Para que os vegetais não percam muitos nutrientes uma boa dica é cozinhá-los no vapor
Para que os vegetais não percam muitos nutrientes uma boa dica é cozinhá-los no vapor
Nicolle Venturi

Consultor:

Nicolle Venturi

Formada em Nutrição pela UFF, atualmente faz a segunda graduação em Gastronomia pela UFRJ

Na hora de cozinhar, o principal desafio é garantir que os alimentos fiquem saborosos, com a textura certa e também com os nutrientes preservados. Afinal, para aproveitar tudo que eles têm a oferecer (o que inclui vitaminas, minerais, fibras e por aí vai) é importante realizar o cozimento adequado. Para aprender as melhores formas de preparo, nós conversamos com a nutricionista Nicolle Venturi, que deu dicas muito importantes - confira!

Para preservar os nutrientes, uma boa dica é assar os alimentos

De acordo com a nutricionista Nicolle Venturi, é difícil eleger um método perfeito para cozinhar os alimentos - tendo em mente que cada um tem seus nutrientes e substâncias específicos. No entanto, uma das melhores dicas para que não haja perda nutricional é assar os alimentos: "Normalmente assar os alimentos é uma boa opção, pois nesse processo ocorre a desidratação do alimento e, com isso, a concentração de nutrientes", explica a profissional.

Procure assar os alimentos em temperaturas mais baixas e por menos tempo

Outra dica interessante é não cozinhar demais os alimentos e usar temperaturas mais baixas para, assim, preservar melhor os nutrientes. "Assar o alimento em temperaturas baixas (de 80° a 100°C, por exemplo) garante que diversos nutrientes permaneçam nos alimentos. O que é diferente quando o cozimento é feito em temperaturas elevadas (a partir de 130°C). Claro que essa perda também está relacionada ao tempo que o alimento fica exposto ao aquecimento, pois a temperatura programada não é a mesma temperatura que a do interior do alimento", complementa a nutricionista.

Reaproveite a água do cozimento para usufruir de todos os nutrientes

Para usufruir de todos os nutrientes dos alimentos, uma dica interessante é reaproveitar a água do cozimento para preparar outros pratos - a água usada no cozimento de vegetais, por exemplo, pode ser facilmente usada no preparo do arroz. Dá uma olhada nas recomendações da nutricionista:

"Os alimentos que possuem muitos nutrientes hidrossolúveis (como vegetais verde-escuros - couve, espinafre, chicória e bertalha e algumas frutas, como morango, melancia e banana) quando cozidos em imersão em água, perdem bastante nutrientes para o meio em que estão sendo coccionados. Uma forma de driblar essa perda de nutrientes na cocção é não descartar a água, reaproveitando-a após o preparo", afirma Nicolle.

No caso dos alimentos muito hidrossolúveis - em especial, os vegetais verde-escuros - outra dica interessante é apelar para um cozimento a vapor. Assim, eles não entram em contato direto com a água e, assim, não perdem nutrientes para o meio. Um bom jeito de fazer isso é esquentar uma panela com água e colocar um escorredor de macarrão em cima, com todos os legumes e vegetais dentro. Bem simples, né?

Durante o preparo, preste atenção na estrutura e na cor dos alimentos

Também é importante que você preste bastante atenção na aparência dos alimentos durante o preparo. Segundo a nutricionista Nicolle, o ideal é que os alimentos (principalmente os vegetais) não mudem de cor ou tenham a estrutura muito modificada durante o preparo: "Falando de alimentos em geral, a cocção demasiada afeta bastante na quantidade de nutrientes que o alimento terá após o seu preparo. Prefira sempre cozinhá-lo até que ele não mude de cor (com exceção das carnes) ou sua estrutura (se o alimento era bem tenro e, após a cocção, ficou muito mole, não é algo muito bom)", finaliza a profissional.

Receitas:
Carne bovina
Ver Mais

Últimas Matérias

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Muito consumido em alguns países da Ásia, o tempeh (ou tempê) é uma comida originária da Indonésia que funciona como fonte importante de proteínas vegetais....

> Leia mais
Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Em vez de usar o açúcar refinado comum (extraído da cana), você pode recorrer a alternativas mais naturais e nutritivas de adoçantes. O açúcar de beterraba,...

> Leia mais
5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

5 frutas com caroço que você pode comer integralmente 5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

Na maioria das vezes, as pessoas têm o hábito de descartar os caroços (também chamados de sementes) das frutas, consumindo apenas a polpa. Mas você sabia que...

> Leia mais
Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Também conhecido como "erva de bruxa", o guaco é uma planta medicinal originária da América do Sul que se destaca, principalmente, por auxiliar no tratamento...

> Leia mais
Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Você sabia que é possível diminuir a acidez do organismo através da alimentação? A dieta alcalina, para quem não conhece, propõe uma alimentação mais natural...

> Leia mais
Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais