Aprenda a controlar o apetite: Saiba o que comer antes e depois dos exercícios!

Previna-se da fome: 1h30 antes da atividade faça um lanche completo, mas sem exageros, com carboidratos e proteínas
Previna-se da fome: 1h30 antes da atividade faça um lanche completo, mas sem exageros, com carboidratos e proteínas

Um dos grandes dilemas para mantermos os mandamentos de uma alimentação saudável é relacionar as atividades físicas com as regras da dieta ou regime alimentar. Por mais que um seja diretamente dependente do outro, a prática de exercícios te dá mais fome, sendo tarefa difícil seguir à risca um cardápio padronizado antes e depois dos treinos. Por isso,para evitar essa fome exacerbada depois dos treinos, manter uma alimentação esportiva ajuda o organismo a ficar mais saciado, sem perder nutrientes.

A atividade física aumenta nossas necessidades energéticas, ou seja, dá fome, por isso muitas vezes comemos muito mais do que a energia que gastamos nos exercícios. Um estudo neurocientífico, realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Politécnica da Califórnia, nos Estados Unidos, sugere que a provável causa da influência do exercício na fome é a alteração que a prática física gera em certas partes do cérebro, que reagem de formas distintas quanto aos alimentos ingeridos, "ludibriando" a sensação de saciedade. Assim, quanto mais ativa estiver essas células, maior será o desejo de comer. A nutricionista Fernanda Oliveira explica a razão da vontade de comer aumentar a partir da prática esportiva.

"Quanto maior o gasto energético maior também será o seu metabolismo e mais energia você precisará repor. A má alimentação para praticantes de atividades físicas pode ocasionar menor recuperação no período pós-atividade ou de descanso do grupamento muscular, com maior risco de lesão, durante o treino,assim como também a perda de massa magra", disse a profissional, analisando a melhor maneira de balancear os exercícios com a alimentação.

"Depende de cada objetivo. Para dosar o que deve ser consumido antes e depois do exercício deve existir uma avaliação previa pra fazer uma dieta equilibrada e balanceada seguindo as necessidades da pessoa, a alimentação pré-exercícios visa basicamente fornecer a energia para a realização do exercício. Já no pós-treino, sugere-se uma alimentação equilibrada com nutrientes necessários para repor a energia perdida durante o exercício e favorecer a recuperação dos tecidos", disse a nutricionista.

O que comer antes das atividades físicas?

Com 1h30 antes da atividade faça um lanche completo, mas sem exageros, com carboidratos e proteínas. Se esse intervalo de tempo for menor do que isso, fique só com os carboidratos. Dê preferência aos alimentos integrais, pois a proteína, por ser de digestão mais lenta, causa maior saciedade.

O que comer depois das atividades?

Nada melhor do que proteína! O ideal é consumi-la na primeira hora após a atividade, pois é quando as fibras musculares, que sofreram microlesões, estão se regenerando, ou seja, vai fortalecer os músculos e tratar daqueles que se "esforçaram" demais. Uma pequena dose de carboidrato também é fundamental, como sempre os integrais, para manter a energia do organismo.

Hidratação – Além das medidas dietéticas, a hidratação antes e durante os exercícios físicos, proporciona a reposição da água perdida, impedindo a desidratação e a perda eletrolítica. Nos casos simples, pode ser feita com água potável, podendo ainda se utilizar líquidos isotônicos, observando os cuidados na quantidade calórica ingerida. Quando a pessoa consegue se alimentar corretamente antes da prática e consegue ainda boa hidratação durante a realização dos exercícios, sua próxima refeição pode ser no horário habitual da dieta. Melhor ainda seria deixar uma ou duas porções de frutas para o final das atividades . Além de hidratar, as frutas garantem suprimento de frutose, sacarose e eletrólitos que recompõem com propriedade as energias para um descanso natural do corpo.

Mais noticias com...
Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Muito consumido em alguns países da Ásia, o tempeh (ou tempê) é uma comida originária da Indonésia que funciona como fonte importante de proteínas vegetais....

> Leia mais
Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Em vez de usar o açúcar refinado comum (extraído da cana), você pode recorrer a alternativas mais naturais e nutritivas de adoçantes. O açúcar de beterraba,...

> Leia mais
5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

5 frutas com caroço que você pode comer integralmente 5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

Na maioria das vezes, as pessoas têm o hábito de descartar os caroços (também chamados de sementes) das frutas, consumindo apenas a polpa. Mas você sabia que...

> Leia mais
Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Também conhecido como "erva de bruxa", o guaco é uma planta medicinal originária da América do Sul que se destaca, principalmente, por auxiliar no tratamento...

> Leia mais
Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Você sabia que é possível diminuir a acidez do organismo através da alimentação? A dieta alcalina, para quem não conhece, propõe uma alimentação mais natural...

> Leia mais
Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais