8 motivos para deixar de usar canudos plásticos

A partir de 2050 terão mais plásticos do que peixes nos oceanos, como afirmam a ONU e o Fórum Econômico de Davos
A partir de 2050 terão mais plásticos do que peixes nos oceanos, como afirmam a ONU e o Fórum Econômico de Davos

Você já deve ter se dado conta do movimento global em torno dos canudos plásticos. Até 2021, por exemplo, todos os países da União Europeia não poderão mais fabricar ou comercializar os canudinhos. E se você é carioca ou já foi à cidade do Rio de Janeiro nos últimos dois anos, com certeza já se deparou com restaurantes, quiosques, bares, ou até cafés apresentando versões alternativas do produto. Afinal, desde 2018, o Rio é a primeira capital brasileira a aderir a tentativa de banir o uso do item. Mas e você? Sabe por que deveria abraçar essa causa? Listamos 8 razões, então dá uma conferida!

1. Um canudo leva, em média, de 200 a 500 anos para se decompor na natureza

É isso mesmo que você leu. Para ir até aquela lanchonete da esquina e pedir aquele suco que você sempre pede – o qual normalmente vem acompanhado de um canudinho - muitas vezes você não gasta nem 10 minutos. Já o canudo leva no mínimo 200 anos para se decompor no meio ambiente depois de descartado. Ou seja, o primeiro canudo que você usou na vida com certeza ainda está entre nós e atravessará gerações.

2. Imagina se todas as pessoas do mundo fizerem o mesmo que você?

Pegando a hipótese acima como exemplo: e se o seu vizinho frequentar a mesma lanchonete que você e também consumir aquele suco? Ou se outras pessoas da cidade frequentarem diversas outras lanchonetes? Ou pior: imagine isto em uma escala global! A resposta é o que já acontece há anos: estima-se que um bilhão de canudos são descartados todos os dias no mundo. No fim, são bilhões de anos de decomposição!

3. A partir de 2050 terá mais plásticos do que peixes nos oceanos

De acordo com um relatório divulgado pela ONU e com os dados reportados pelo Fórum Econômico Mundial de Davos, é possível que os oceanos tenham mais plásticos do que peixes no ano de 2050. Em 2014, a proporção de toneladas de plástico por toneladas de peixes era de uma para cinco, em 2025 provavelmente será de uma para três e, em 2050, se continuarmos no ritmo que estamos hoje – exceto por projetos de lei como o do Rio de Janeiro e de outros lugares ao redor do mundo – alcançaremos a paridade de uma para uma. É claro que entre os detritos plásticos são encontrados muito mais do que canudos. No entanto, para se ter uma ideia, atualmente eles representam 4% da poluição plástica mundial.

4. Descarte inadequado

Uma das razões do canudo alcançar os oceanos é devido à sua forma de descarte. Por conta da chuva, dos ventos, do entupimento dos bueiros e da própria maneira inapropriada de jogar fora o material, o item acaba chegando facilmente aos mares, sendo um dos mais encontrados pela Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) nas praias brasileiras.

5. Canudos impactam toda e qualquer vida marinha (não apenas a das tartarugas)

Não são apenas as tartarugas que agradecem: grande parte dos animais marinhos também são afetados pelos canudos. É importante enfatizar isso pois muitas pessoas associam o item às tartarugas – principalmente depois da viralização de vídeos na internet que correlacionam o assunto. O plástico pode causar desde feridas internas à morte por inanição, e todos os animais são atingidos de uma maneira geral. Em suma, é bem séria a situação.

6. Se você costuma comer frutos do mar provavelmente já ingeriu muitas partículas de plástico

O dado é de alguns cientistas da Universidade de Ghent, na Bélgica. Uma pesquisa recente feita por eles revelou que quem costuma comer qualquer alimento proveniente do mar pode ingerir cerca de 11 mil fragmentos de plásticos por ano. Nem preciso dizer que grande parte deles vem do canudo né?

7. Seu material não é facilmente reciclável

Os canudos normalmente são feitos de polipropileno ou poliestireno - um tipo de plástico, mais conhecido como polímero. Ok, e o que isso significa? Simplesmente que eles não são biodegradáveis, mas sim formados a partir do petróleo - além de serem um pouco mais difíceis de reciclar. Ou seja, não vale a pena utilizá-los!

8. O canudo é substituível, e deixar de utilizá-lo não afeta a sua vida

Você sabia que existe canudo feito de gelatina? É real: já estão sendo apresentadas diversas alternativas para o uso do produto a partir de diferentes materiais. Tem de papel, silicone (sendo ambos os mais encontrados em restaurantes e mercados), metal, bambu, palha, vidro, e até sêmola – um tipo mais consistente de trigo. Sem falar que há opções supercriativas, coloridas e bonitas! Opção é o que não falta para você colabora com essa causa e proteger a sua vida e a vida do meio ambiente!

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais