6 bons exercícios para crianças e com que idade elas podem começar a praticá-los

Exercícios como balé são bons para desenvolver disciplina e coordenação motora nas crianças
Exercícios como balé são bons para desenvolver disciplina e coordenação motora nas crianças

Praticar exercício físico desde a infância é algo fundamental para criar disciplina e manter um estilo de vida saudável. Mas sabia que nem todas as atividades são indicadas para as crianças? A musculação, por exemplo, só é recomendada para as mais velhas (com mais de 10 anos) e deve ser feita com o devido acompanhamento, de forma moderada. Então, para que você crie uma rotina saudável e dinâmica para os seus filhos, nós listamos 6 bons exercícios para o público infantil. Confira!

1. Natação ajuda a desenvolver disciplina e melhora problemas de respiração

Que tal inscrever o seu filho em aulas de natação? Esse esporte é ótimo para desenvolver disciplina, determinação, melhora o condicionamento físico e a resistência pulmonar. Por isso, inclusive, a natação é muito indicada para crianças que sofrem com problemas de respiração, como asma. A melhor parte é que, a partir dos 6 meses de idade, os bebês já podem começar a frequentar aulas na piscina. Interessante, né?

2. Dança ajuda a relaxar e a desenvolver a coordenação motora das crianças

Para que a criança tenha um estilo de vida saudável, outra dica interessante é recorrer a aulas de dança - balé, jazz, hip hop, contemporâneo ou sapateado, por exemplo, que são opções bem divertidas. A dança, para quem não sabe, é importante tanto para a saúde física quanto mental: ajuda a relaxar, a desenvolver a coordenação motora, a concentração e até mesmo a memória (levando em conta que é necessário decorar as coreografias). A boa notícia é que, quanto antes a criança começar a dançar, melhor será para o seu desenvolvimento. Existem aulas de balé clássico, por exemplo, para crianças a partir de 3 anos. Vale super a pena!

3. Artes marciais fazem bem para crianças hiperativas e ajudam a criar disciplina

Outra dica interessante é inscrever o seu filho em alguma aula de artes marciais, como judô, karatê, jiu-jitsu, boxe ou até mesmo capoeira. Essas lutas, ao contrário do que parece, ajudam a diminuir a agressividade e hiperatividade em crianças, sendo ótimas para criar disciplina. Assim como as aulas de dança, as de luta também são indicadas para crianças de todas as idades. Muitos mestres de capoeira, por exemplo, dão aulas para crianças a partir de 2 anos.

4. Atividades aeróbicas, como pular corda e andar de bicicleta, são fundamentais para a diversão e desenvolvimento das crianças

Além de praticar um tipo de exercício específico (como dança ou luta), é muito importante que a criança tenha o hábito de fazer atividades aeróbicas simples no dia a dia, como correr, pular corda e andar de bicicleta. Caso o seu filho não goste de praticar esporte, em especial, o mais indicado é inventar brincadeiras dinâmicas para que ele consiga se exercitar no dia a dia.

As atividades aeróbicas ajudam a gastar energia, são bem divertidas (fazem bem para a saúde emocional) e contribuem para o desenvolvimento das crianças. Essas atividades podem ser introduzidas na rotina da criança desde cedo - a partir dos 2 anos, por exemplo.

5. Yoga ajuda a trazer equilíbrio e melhora a concentração das crianças

Você sabia que as crianças também podem praticar yoga? Essa atividade, inclusive, é ótima para tratar problemas relacionados à hiperatividade e ansiedade. Ela ajuda a trazer equilíbrio, melhora o nível de concentração das crianças e ensina valores importantes (como a prática do autocuidado). Crianças que praticam yoga desde cedo costumam ser mais disciplinadas, tranquilas e mais bem dispostas - levando em conta que essa atividade também melhora o preparo físico e a respiração. Assim como os outros exercícios, a yoga não tem limite de idade, sendo geralmente indicada para crianças a partir dos 4 anos de idade.

6. Esportes coletivos, como futebol ou voleibol, auxiliam no processo de socialização e aprendizado das crianças

Praticar esportes coletivos também pode ser uma boa estratégia para melhorar o processo de desenvolvimento das crianças. Eles ajudam a criar disciplina, senso de coletividade (levando em conta que cada indivíduo cumpre seu papel dentro da equipe) e é ótimo para estimular a socialização e o aprendizado. As crianças podem começar a praticar futebol e vôlei, por exemplo, desde bem cedo - a partir dos 3 ou 4 anos.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Comer ovo todo dia faz mal? Descubra qual a quantidade indicada

Comer ovo todo dia faz mal? Descubra qual a quantidade indicada Comer ovo todo dia faz mal? Descubra qual a quantidade indicada

Presente em uma série de mitos sobre a alimentação, o ovo é um alimento que costuma causar muita controvérsia entre os consumidores. Enquanto algumas pessoas...

> Leia mais
5 frutas com potássio que são boas fontes do mineral

5 frutas com potássio que são boas fontes do mineral 5 frutas com potássio que são boas fontes do mineral

Importante para a saúde dos ossos, nervos e músculos, o potássio é um mineral abundante e extremamente necessário para o nosso organismo. Quem sofre...

> Leia mais
Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas

Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas

Ter uma alimentação rica em vitaminas é fundamental para fortalecer a imunidade e garantir o bom funcionamento do organismo como um todo. O complexo K, em...

> Leia mais
Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta

Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta

Preparar sucos naturais é uma ótima alternativa para refrescar nos dias mais quentes e manter o corpo hidratado. E, para variar no cardápio de bebidas, que...

> Leia mais
Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa

Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa

Tem coisa melhor que passar o Dia dos Pais junto com a família contando histórias, comendo, fazendo jogos e brincadeiras? A melhor parte é que nem é preciso...

> Leia mais
Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Usar cogumelos para incrementar receitas veganas ou vegetarianas é sempre uma boa opção. Afinal, eles acrescentam muito em termos nutricionais e agregam mais...

> Leia mais
Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Você sabia que a mozarela de búfala é um dos tipos de queijos brancos mais consumidos do mundo? Conhecida pela sua textura cremosa e suculenta, ela tem como...

> Leia mais
Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Você sabia que é possível preparar receitas de macarrão sem necessariamente usar farinha de trigo? Quem é celíaco, por exemplo, deve passar longe de pratos...

> Leia mais
6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora 6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

Às vezes pode parecer difícil seguir uma dieta vegana e ter tempo para preparar lanches sem ingredientes de origem animal durante a correria do dia a dia....

> Leia mais
O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

Se você gosta de experimentar comidas típicas de diferentes regiões do Brasil, é bem provável que já conheça o sagu - uma sobremesa feita com vinho tinto...

> Leia mais