5 tipos de maracujá e suas diferenças físicas e nutricionais

O maracujá-roxo é um dos tipos da fruta que podem ser consumidos in natura e possuem uma grande quantidade de vitamina C, cálcio, ferro, potássio, antioxidantes e fibras
O maracujá-roxo é um dos tipos da fruta que podem ser consumidos in natura e possuem uma grande quantidade de vitamina C, cálcio, ferro, potássio, antioxidantes e fibras

Você sabia que existem vários tipos de maracujá? Além da espécie com formato redondo e coloração amarelada, muito comum no Brasil, há diversas variações da fruta que costumam reunir características físicas e nutricionais diferentes do que estamos acostumados. O maracujá-roxo, por exemplo, popular em países europeus e conhecido pela cor roxa de sua casca, é uma variedade menos ácida que pode ser consumida in natura. Quer conhecer quais são os principais tipos de maracujá e entender o que os diferencia? Dá uma olhada nas 5 variações dessa fruta cítrica que a gente separou nessa matéria!

1. Maracujá-amarelo (ou Passiflora edulis) é o mais popular de todos os tipos

Popular no Brasil e no mundo, o maracujá-amarelo é a variação mais conhecida de todos os tipos da fruta. Ele é redondo, tipicamente azedo e, graças ao seu sabor, costuma ser usado em receitas de doces, sorvetes, geleias e sucos. Além disso, possui propriedades medicinais que são conhecidas por terem uma característica marcante em todas as variações da fruta: o clássico efeito calmante do maracujá. E, embora seja bastante famoso por isso, a fruta cítrica também é rica em antioxidantes, fibras, vitamina A e minerais, como cálcio, ferro e magnésio.

2. Maracujá-roxo é menos ácido e contém vitamina C, minerais e antioxidantes

Conhecido pela cor da sua casca, o maracujá-roxo é uma variação menor que o amarelo e não possui tanta acidez quanto o tipo mais comum que nós conhecemos. Embora tenha se tornado popular em alguns países europeus, como na Holanda e na Bélgica, a fruta costuma ser cultivada em locais de clima subtropical, como no Sul do Brasil. Vale ressaltar também que a casca roxa não é a sua principal característica: além de ser consumido in natura (diferente de outras variações), o maracujá-roxo é uma excelente fonte de vitamina C, cálcio, ferro e potássio. Também contém antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres do organismo e, assim como o amarelo, possui uma boa quantidade de fibras.

3. Maracujá-doce tem o sabor adocicado, também é consumido in natura e contém vitaminas A e C, minerais e flavonoides

Com o formato e o tamanho de um mamão papaia, o maracujá-doce é uma variação exótica que costuma ser conhecida devido ao seu sabor adocicado. Muitas pessoas, inclusive, têm o hábito de comê-lo da mesma forma que o mamão - de colher! Ele possui a casca mais lisa que todos os outros tipos, funciona muito bem em receitas de sobremesas - como tortas, bolos e mousses - e também é dono de propriedades incríveis. Sua polpa, por exemplo, contém fósforo, potássio, cálcio, zinco e ferro, é rica em vitaminas A e C e também é fonte de flavonoides - um antioxidante muito comum na uva e na maçã.

4. Maracujá-açu pode ser encontrado na região Norte do país e é rico em diversas propriedades nutritivas

O maracujá-açu, também conhecido como granadilho gigante, granadina ou badea é a maior variação de todos os tipos da fruta. Ele tem a casca amarela-esverdeada, possui o sabor adocicado e pode pesar até 3 kg, ao contrário do maracujá-amarelo que tem o peso médio de 160 g. Por ser encontrado principalmente na região Norte do Brasil, o maracujá-açu não é tão comum quanto outras variedades, mas ainda assim possui nutrientes importantes, como a grande quantidade de fibras, as vitaminas A e C, os sais minerais como cálcio, ferro e sódio e as propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e digestivas.

5. Maracujá-maçã tem a casca resistente, funciona como calmante natural e possui outras propriedades

Parecido com uma maçã verde em coloração e formato, o maracujá-maçã também é uma variação doce e exótica da fruta. Ele é abundantemente rico em fibras que ajudam na digestão do organismo, possui vitaminas A, C e do complexo B em sua composição e funciona como um ótimo calmante natural (principalmente quando se trata da bebida da fruta). Graças à sua casca super-resistente, esse tipo de maracujá também é conhecido como "maracujá-de-osso". Já quanto ao sabor, tende a ser adocicado e bem menos ácido que o tipo amarelo.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Arginina: para que serve e onde encontrar

Arginina: para que serve e onde encontrar Arginina: para que serve e onde encontrar

As refeições diárias estão cheias de nutrientes essenciais e superimportantes que nem imaginamos, como é o caso da arginina! Essa substância está presente no...

> Leia mais
Barra de frutas: o que é e como consumir

Barra de frutas: o que é e como consumir Barra de frutas: o que é e como consumir

A barra de frutas é uma fonte de energia e tanto, principalmente em dias mais corridos! Incluir o alimento no cardápio é sinônimo de saúde e saciedade para o...

> Leia mais
Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Ótimo para preparar vitaminas, smoothies e incrementar saladas, o iogurte natural é um ingrediente bem nutritivo que ajuda a manter o organismo em...

> Leia mais
Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Você já conhece o sabor do patê de berinjela? Além de todos os benefícios que o alimento apresenta para o organismo, o legume também agrada o paladar de um...

> Leia mais
Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Em outras palavras, as pessoas que seguem esse cardápio diferenciado se adequam a uma dieta sem carboidrato. É uma...

> Leia mais
Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Conciliar um café da manhã saudável com uma rotina mais corrida não precisa ser um problema. Você sabia que existem opções nutritivas bem rápidas de...

> Leia mais
Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Muito usado no preparo de saladas, refogados, molhos (como o vinagrete), risotos e moquecas, o pimentão verde é um tipo de vegetal bem nutritivo e saboroso,...

> Leia mais
Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde? Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Para reduzir o consumo de carboidratos, muita gente prefere evitar pães (e outras massas) e dar preferência a receitas com tapioca nos lanches. Mas será que...

> Leia mais
Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Que tal fazer leite de castanha do Pará para aproveitar os benefícios da oleaginosa? É sempre bom ter opções diferentes de receitas para incluir na rotina...

> Leia mais
Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Quantas receitas com ervilha você conhece? E com ervilha congelada? Apesar da enorme praticidade que o legume apresenta, nem todos sabem como usá-lo no dia a...

> Leia mais